Quais são os efeitos colaterais da creatina?

Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Na verdade, determinar os efeitos colaterais da creatina ainda é bastante controverso, apenas o ganho de peso é um efeito colateral em que todos os estudos concordam.

Os demais efeitos colaterais descritos na literatura, como danos ao sistema renal, hepático, gastrointestinal, lesão muscular, entre outros, foram apenas apresentados como relatos de caso, descritos há algum tempo, sem comprovação científica até o momento, seja por falta de estatística ou número mínimo de pessoas estudadas, configurando dados insuficientes.

Em contrapartida, estudos recentes, com maior número de participantes e duração, afirmam que o uso da suplementação com orientação adequada, doses corretas e acompanhamento, são seguros, eficazes e parecem oferecer outros benefícios aos seus consumidores,além de auxiliar no desempenho muscular e treinamento de atletas, como já conhecido.

Os benefícios que as pesquisas vêm tentando comprovar são relacionados à prevenção de lesão muscular, auxílio na reabilitação, principalmente em pessoas idosas, além de aparentemente melhor qualidade de vida de pacientes com doenças neurodegenerativas.

Como efeito colateral também apontam para a retenção de líquido e aumento de massa muscular.

Contudo, é senso comum que indivíduos que já apresentam desordens funcionais nos rins, fígado e coração não devam fazer uso da creatina sem acompanhamento com nutricionista ou médico.

O que é a creatina?

A creatina é um ácido produzido naturalmente pelo organismo que ajuda a fornecer energia às fibras musculares durante a contração muscular. Por isso a maioria dos especialistas em exercício físico defendem o uso da creatina como suplemento, visando auxiliar no fortalecimento dos músculos e promover aumento de massa muscular.

A creatina é um produto que só deve ser consumido sob supervisão de um médico especializado em medicina desportiva, nutrólogo, um profissional de educação física ou nutricionista.