Pergunte ao Médico
Como Funciona

Efeitos Colaterais

Quanto tempo duram os efeitos colaterais da pílula do dia seguinte?

A duração dos efeitos colaterais da pílula do dia seguinte é variável de mulher para mulher, podendo durar algumas horas ou alguns dias.

Nem toda mulher apresentará efeito colateral após tomar a pílula do dia seguinte.

Quando presentes, os efeitos colaterais mais comuns são náusea e vômito.

Outros efeitos são menos comuns mas podem acontecer: tontura, dor de cabeça, aumento da sensibilidade das mamas, fadiga e dor abdominal.

A maioria desses efeitos colaterais podem ser tratados com medicações sintomáticas e geralmente não apresentam maiores repercussões.

Outra consequência do uso da pílula do dia seguinte é a alteração no ciclo menstrual da mulher, podendo haver um desequilíbrio na data habitual da menstruação com antecipação ou atraso.

É importante compreender que a pílula do dia seguinte é uma contracepção de emergência. Para evitar gravidez indesejada é recomendado o uso de anticoncepcionais de longa duração e um planejamento familiar que pode ser orientado pelo/a ginecologista, médico/a de família ou clínico/a geral.

Minha namorada tomou a pílula do dia seguinte 3 vezes...

A pílula do dia seguinte foi feita para ser usada eventualmente e em situações especiais que fogem ao controle da mulher. O sangramento é um efeito comum da pílula do dia seguinte, mas não é preocupante, o que não pode acontecer é usar a pílula tantas vezes, ela pode causar sérios danos a saúde. Precisam ter mais cuidado, existe camisinha e pílula anticoncepcional de uso diário que são muito mais eficientes e com menos riscos.

Anticoncepcional injetável tem efeitos colaterais?

Anticoncepcionais injetáveis podem ter diversos efeitos colaterais, como todos os outros medicamentos.

Os principais efeitos colaterais podem ser:

  • hemorragias entre os períodos menstruais ("spotting"),
  • amenorreia secundária (parada da menstruação),
  • cefaleia,
  • náuseas e vômitos,
  • tontura,
  • cólicas menstruais,
  • dor em mamas,
  • prurido vaginal,
  • alterações emocionais e da libido,
  • alterações do peso.

Outros efeitos colaterais podem surgir, mas os dois primeiros os mais comuns.

Os efeitos colaterais são os mesmos dos anticoncepcionais orais (pílula), entretanto costumam ser menos intensos, pois os estrógenos utilizados são naturais. 

O anticoncepcional injetável é um método muito confiável para evitar a gestação - efetividade próxima a 99,6%, que pode aumentar para até 99,9% quando utilizada em conjunto com métodos de barreira, como é o caso da camisinha, por exemplo.

Além de diminuir consideravelmente a chance de engravidar, os anticoncepcionais injetáveis também são indicados em muitas outras situações, como no tratamento do hiperandrogenismo (excesso de hormônio masculino), da dismenorreia (cólicas menstruais), da menorragia (aumento excessivo do fluxo menstrual) e da tensão pré-menstrual.

Leia também: 10 Motivos para Mudar de Anticoncepcional

Os estrógenos mais utilizados nos contraceptivos injetáveis são o cipionato de estradiol, enantato de estradiol e valerato de estradiol. Os progestágenos  mais utilizados são o acetato de medroxiprogesterona, enantato de noretindrona e o acetofenido de dihidroxiprogesterona.

O médico ginecologista deve sempre ser consultado para acompanhamento correto do uso do anticoncepcional que lhe foi prescrito por ele, idealmente mesmo na ausência de quaisquer efeitos colaterais.

Também pode lhe interessar:

Tomei anticoncepcional injetável e continua descendo. É normal?

Parei de tomar o anticoncepcional injetável e deixei de menstruar normalmente. O que fazer?

Anticoncepcional pode desregular a menstruação?

Anticoncepcional pode sim desregular sua menstruação, não é o mais comum (normalmente anticoncepcionais regulam a menstruação), porém pode acontecer irregularidade menstrual por causa do anticoncepcional.

Quais os efeitos colaterais da pílula do dia seguinte?

Enjoo é um efeito colateral frequente da pílula do dia seguinte. Podem ocorrer, também, vômitos, dor de cabeça, cólicas, tontura, mal estar e sangramento antes do dia normal da menstruação com cólicas ou mesmo atraso menstrual. Irregularidade menstrual é comum após tomar a pílula do dia seguinte.

Os efeitos podem durar vários dias ou semanas. Náuseas costumam durar alguns dias apenas, porém sangramentos podem durar mais tempo.

Comecei tomar fluoxetina para ansiedade e gula por doce...

Fluoxetina é uma boa opção para você resolver seus problemas e os sintomas de "efeitos colaterais" tendem a desaparecer com o tempo sim, apesar de que algumas coisas que você andou sentindo pode ser da sua ansiedade mesmo e não do medicamento.

Anticoncepcional causa dor nos seios?

Alguns anticoncepcionais podem causar aumento da tensão mamária e da sensibilidade nas mamas. A dor é uma sensação pessoal e cada pessoa apresenta um limiar para iniciar a dor.

Dor propriamente dita não é um sintoma causado pelo anticoncepcional, mas como dito anteriormente, cada pessoa apresenta um limiar da dor e, sendo assim, uma sensibilidade aumentada nas mamas pode ser percebida como dor.

Se esta sensação está lhe causando incômodo, é importante consultar o/a médico/a ginecologista, médico/a de família ou clínico/a geral para avaliar a possibilidade de mudança do anticoncepcional por uma outra medicação ou por um outro tipo de método.

Quais podem ser os efeitos colaterais dos antibióticos?

Os efeitos colaterais mais comuns dos antibióticos são fezes moles, diarreia e náuseas. Pessoas alérgicas a determinados antibióticos, sobretudo penicilinas e sulfas, podem apresentar desmaios, falta de ar, urticária, inchaço ou erupções cutâneas na face, lábios e língua.

Algumas classes de antibióticos podem provocar má formação no feto durante a gravidez, por isso grávidas nunca devem tomar antibióticos sem o conhecimento do seu médico.

devem ter uma atenção maior no uso de antibióticos.

Leia em:

Qual o risco de tomar antibióticos durante a gravidez?

Outros possíveis efeitos colaterais dos antibióticos são: 

  • Perda de audição;
  • Vertigem;
  • Lesão, cálculos ou insuficiência nos rins;
  • Lesão cerebral;
  • Diminuição do número de glóbulos brancos;
  • Sensibilidade à luz solar
  • Pigmentação dos dentes;
  • Lesão ocular;
  • Pressão arterial temporariamente baixa
  • Convulsões;
  • Lesão hepática;
  • Dor de cabeça;
  • Sabor metálico na boca;
  • Mudança na coloração da urina.

Veja também: 

Antibiótico pode causar queda de cabelo?

Antibiótico muda a cor e o cheiro da urina e das fezes?

Tomar muitos antibióticos baixa a imunidade?

O uso de antibióticos deve ser feito apenas com indicação médica e receita constando o tempo total do tratamento, a dose e os horários da medicação.

Tomar somatodrol faz mal? Quais os efeitos colaterais?

Tomar somatodrol não faz mal à saúde e, segundo o próprio fabricante, não produz efeitos colaterais e é um produto seguro, estando devidamente aprovado pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Alguns efeitos colaterais raros do somatodrol são:

  • Sensação de barriga inchada;
  • Dores abdominais;
  • Problemas intestinais.

Pessoas que sofrem de asma ou tomam medicamento para pressão baixa não devem tomar somatodrol devido à arginina presente na composição do produto.

Indivíduos com problemas de saúde ou que estejam tomando alguma medicação devem consultar um médico para saber se, no seu caso específico, é seguro tomar somatodrol.

Somatodrol é um suplemento alimentar composto por arginina, ornitina, zinco, magnésio, vitamina B6 e boro, usado para ganhos extremos de massa muscular.

A fórmula garante aumentar naturalmente a produção dos hormônios testosterona e GH (hormônio do crescimento) no corpo, acelerando o crescimento dos músculos, a recuperação após o treino e aumentando a energia para que a pessoa aguente mais repetições.

Topiramato tem efeitos colaterais?

O topiramato, assim como qualquer outro medicamento, apresenta diversos efeitos colaterais, tais como:

  • Neurológicos: dor de cabeça, sonolência, tontura, nervosismo, ataxia (perda de coordenação motora), apatia, fadiga, distúrbios da fala, alterações do raciocínio, alterações da visão, dificuldade de memorização, confusão mental, agitação, parestesia (formigamento, geralmente, na pele), diplopia (visão dupla), náusea, distúrbios de linguagem, distúrbios da concentração/atenção;
  • Psicológicos: depressão, labilidade emocional, alterações do humor, comportamento agressivo, sintomas psicóticos;
  • Gastrointestinais: náuseas, dor abdominal, alteração do paladar;
  • Alimentares: Perda de peso e apetite;
  • Hematológicos: leucopenia;
  • Renais: nefrolitíase (cálculos renais)

O topiramato jamais deve ser utilizado se não for prescrito por um médico.

Tomei risperidona e rivotril e sofri efeitos colaterais...

Os efeitos que você citou não são efeitos "destrutivos", são apenas efeitos colaterais normais e já bem conhecidos da medicação que você tomou, mas fique tranquilo o importante é que já está melhor e pode continuar seu tratamento sem problemas. Sua idade não influencia muito nas reações.

Quais os efeitos colaterais do anticoncepcional adoless?

O anticoncepcional Adoless® possui alguns efeitos colaterais, que estão listados abaixo:

  • sangramento desregulado (escapes);
  • ausência de sangramento (menstruação) na pausa;
  • tromboses;
  • aumento da pressão arterial;
  • desconforto da córnea, quando em uso de lentes de contato;
  • agravamento de endometriose;
  • propensão a contrair infecções vaginais, como a candidíase, por conta da redução da imunidade no corpo;
  • sensibilidade, dor, aumento e secreção nas mamas;
  • náusea, vômito;
  • cefaleia, enxaqueca;
  • alterações do humor;
  • retenção de líquidos;
  • redução da tolerância à glicose;
  • alteração do peso corporal (usualmente aumento de peso);
  • irritação na pele;
  • manchas escuras no rosto (melasma);
  • adenoma hepático;
  • icterícia colestática;
  • exacerbação de estado epiléptico.

É importante frisar que estes efeitos colaterais não ocorrem na maior parte das pacientes. O anticoncepcional deve ser prescrito pelo médico ginecologista.