Perguntar
Fechar
Esqueci de tomar a pílula anticoncepcional. Posso engravidar? O que eu faço?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Esquecimentos inferiores a 12 horas praticamente não interferem na eficácia da medicação. O risco de gravidez é muito pequeno.

Esquecimentos superiores a 12 horas podem influenciar de forma mais significativa, com maior risco de engravidar, principalmente se foi próximo ao período fértil e teve relações.

Esqueci de tomar o anticoncepcional na hora certa. O que faço?

Se esqueceu de tomar a pílula anticoncepcional a menos de 12 horas, tome a pílula na hora que se lembrar e siga a cartela normalmente com cuidado para não esquecer outra vez.

Se o esquecimento ocorreu há mais de 12 horas, tome a pílula na hora que se lembrar, siga a cartela normalmente e faça uso de outro método anticoncepcional durante esse período, se houver relação.

Esqueci de tomar a pílula por 1 dia. Posso engravidar?

Sim. As chances são pequenas, mas pode acontecer. O risco de gravidez é maior nas primeiras semanas do ciclo, mas se voltar o uso normal logo após o esquecimento, passados 14 dias, estará protegida novamente.

Se tiver relação durante esses dias, deve fazer uso de outro contraceptivo, como a camisinha, para evitar a gravidez.

Esqueci de tomar a pílula por 1 dia. O que faço?

Tome aquela que se esqueceu imediatamente e mais a pílula do dia, no horário habitual. Depois, continue a cartela normalmente, fazendo uso de outro contraceptivo, nos próximos 7 dias.

Esqueci de tomar a pílula por 2 dias ou mais. Posso engravidar?

Sim. Quanto maior o número de dias que esquece do remédio, maior a possibilidade de uma gravidez, se houver relação nesse período.

No entanto, se voltar o uso normal da pílula e fizer uso de outro contraceptivo durante os próximos 7 dias, o risco de engravidar é bem pequeno.

Esqueci de tomar a pílula por 2 dias ou mais. O que faço?

Nesse caso a mulher não deve tomar as medicações esquecidas, apenas a próxima do dia em questão e seguir a cartela como de habitual, sabendo que o restante desse mês não estará totalmente protegida.

Por isso deverá fazer uso de outro método contraceptivo junto, como o uso da camisinha por pelo menos 7 dias e emendar a próxima cartela.

Se a cartela estiver no fim, o mais adequado é parar o seu uso, o que acarretará na descida da menstruação e então iniciar nova cartela ao primeiro dia.

Se esquecer de tomar 3 pílulas ou mais, é provável que ocorra sangramento. Nesses casos, deve começar uma nova cartela no próximo ciclo.

Dei a pausa e esqueci de voltar a tomar no dia certo. Atrasei um dia. Posso engravidar? O que faço?

Provavelmente não irá engravidar porque está no início do ciclo, portanto distante da ovulação, mas faça como um esquecimento de um dia, tome cuidado nos próximos 7 dias, com uso de mais um preservativo, para eliminar qualquer risco.

Existe risco de gravidez se atrasar a toma da pílula por algumas horas?

Não. Tome a pílula assim que se lembrar e continue a cartela normalmente. Até 12 horas de atraso da pílula, a eficácia é mantida e assegurada, segundo os fabricantes.

Existe risco de gravidez se tomar a pílula em horários diferentes?

Não, desde que a diferença de horário seja de poucas horas.

Para maiores esclarecimentos sobre o uso da pílula anticoncepcional, consulte um médico de família, clínico geral ou ginecologista.

A pílula do dia seguinte pode atrasar minha menstruação?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim. A pílula do dia seguinte pode atrasar a menstruação. A mulher que fez uso da pílula do dia seguinte pode apresentar alteração da data habitual do seu período menstrual. Isso se deve pelo desbalanço hormonal que a pílula provoca e uma readaptação do organismo perante ao hormônio ingerido.

Após a toma da pílula do dia seguinte, a menstruação pode vir em torno de uma semana antes ou depois da data esperada. Cada mulher terá uma reação diferente e esse tempo pode variar para alguns dias antes (antecipando a menstruação) ou depois da data habitual (atrasando a menstruação).

É importante lembrar que a pílula do dia seguinte não é o único método anticoncepcional que causa atraso ou antecipação da menstruação. A injeção anticoncepcional trimestral, o uso de DIU de cobre ou implantes anticoncepcionais também podem provocar irregularidade menstrual, muitas vezes com sangramentos mais intensos e prolongados que aqueles observados com o uso da pílula do dia seguinte.

A pílula do dia seguinte sempre atrasa a menstruação?

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 57% das mulheres que tomam a pílula do dia seguinte não apresenta nenhum atraso ou antecipação da sua menstruação, com a vinda do período na data prevista. A maioria das mulheres que toma a pílula do dia seguinte apresenta pouca ou nenhuma mudança significativa no seu ciclo menstrual.

Cerca de 15% das mulheres que tomam a pílula do dia seguinte podem apresentar um atraso de até 7 dias da menstruação. Em 13% dos casos, a menstruação pode atrasar pouco mais de uma semana.

Por outro lado, a pílula do dia seguinte também pode antecipar a menstruação em até 7 dias, o que ocorre em cerca de 15% das mulheres que tomam o medicamento.

Pílula do dia seguinte desregula definitivamente a menstruação?

Não. Vale ressaltar que as alterações do ciclo menstrual provocadas pelo uso da pílula do dia seguinte resolvem-se espontaneamente e normalmente são bem toleradas pela mulher. Não há evidências científicas de que o uso da pílula cause qualquer dano aos ciclos menstruais.

Contudo, tomar a pílula do dia seguinte repetitivamente e frequentemente pode agravar os distúrbios menstruais e tornar difícil para a mulher reconhecer as fases do seu ciclo menstrual e o seu período fértil.

Se após o uso da medicação a menstruação demorar mais de 4 semanas para vir, é interessante realizar um teste de gravidez para se certificar do seu efeito.

Para maiores esclarecimentos sobre o uso da pílula do dia seguinte e suas possíveis alterações na menstruação, consulte o/a médico/a de família, clínico/a geral ou ginecologista.

Qual o risco de gravidez neste caso?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

A segunda cartela já está fazendo efeito, porém não é de 100%, deve usar camisinha durante esse mês, Ao tomar a Pílula do dia seguinte (que era desnecessária) deve continuar com a cartela do seu anticoncepcional normalmente. O risco de gravidez é muito pequeno neste caso.

Quantos dias depois de esquecer a pílula estou novamente protegida?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Na verdade, como você não esqueceu de tomar a pílula em nenhum dia, mesmo tomando fora do horário o risco de gravidez é mínimo, além disso o fato de ter tomado a pilula do dia seguinte também garante essa proteção, portanto você já está protegida.

Caso ainda não se sinta segura para ter relação sem camisinha pode tomar a pílula durante sete dias e depois deixar de usar o preservativo se assim preferir, o risco de gravidez continua sendo mínimo.

Esqueci de tomar o anticoncepcional 1 ou 2 dias, o que fazer?

Caso tenha esquecido de tomar 1 ou 2 pílulas, é importante tomar o último comprimido que tenha esquecido assim que lembrar, também tome a pílula do dia no horário habitual, não há problema em tomar mais de uma pílula no mesmo dia. No dia a seguir siga o uso da cartela normalmente.

Esqueci de tomar o anticoncepcional 3 ou mais dias, o que fazer?

Se esse esquecimento for na primeira ou segunda semana da cartela deve-se tomar assim que lembrar a última pílula esquecida e também tomar a pílula do dia no horário habitual, depois siga a cartela normalmente.

Se o esquecimento for na terceira semana da cartela deve-se tomar assim que lembrar a última pílula esquecida e tomar a pílula daquele dia no horário habitual, pode continuar tomando as pílulas da cartela a seguir. Entre uma cartela e outra não faça pausa, ou seja, emende duas cartelas sem pausa, após o último comprimido da cartela no dia a seguir já tome o primeiro comprimido da cartela seguinte.

Caso faça uso de um anticoncepcional que ao fim da cartela tenha comprimidos não hormonais, descarte essas pílulas não hormonais e já reinicie a nova cartela no dia a seguir a tomada do último comprimido hormonal.

Nas duas situações é importante usar preservativos nos próximos sete dias após o esquecimento ou abster-se de relações sexuais.

Além disso, caso tenha tido relação sexual desprotegida nos últimos cinco dias pode fazer uso de contraceptivo de emergência, pílula do dia seguinte.

Para mais esclarecimentos consulte o seu ginecologista ou médico de família

Esqueci de tomar 2 comprimidos seguidos...
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Não é verdade. Alguns tipos de anticoncepcionais, tem em 3 comprimidos ou até mais, a mesma concentração de hormônios que a pílula do dia seguinte, mas isso é bastante variável entre as medicações encontradas no mercado. Sendo assim, não é seguro nem recomendado o uso de pílulas tradicionais como contracepção de emergência.

De qualquer forma, como o uso da medicação foi após 48h da relação sem proteção, o risco de gravidez existiria mesmo se tivesse tomado a pílula do dia seguinte, visto que a eficácia reduz consideravelmente quanto mais tempo leva para tomar a pílula.

Saiba mais no link: Tomei a pílula do dia seguinte. Posso engravidar?

Portanto, o mais indicado é que aguarde a menstruação acontecer, e então inicie nova cartela no primeiro dia do ciclo, associando outro método contraceptivo nesse primeiro mês, para que seu organismo se adapte novamente à medicação.

Sugerimos o uso da camisinha, como contraceptivo de barreira, por ser o único método que comprovadamente protege, não só contra gravidez, mas também contra as doenças sexualmente transmissíveis.

Contudo, caso aconteça atraso menstrual ou perceba sintomas de gravidez, procure seu médico ginecologista para avaliação e orientações.

Leia também: Os 7 primeiros sintomas de gravidez: descubra se você está grávida

Esqueci de tomar minha pilula por 3 dias...
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

A chance de engravidar é muito pequena.

O esquecimento da pílula por 3 dias ou mais, prejudica o efeito da medicação. Por isso nesses casos o recomendado pela maioria dos médicos ginecologistas, é que interrompa o uso dessa cartela, aguarde a menstruação, e então reinicie uma nova cartela.

E durante essa fase, se proteger com uso de métodos contraceptivos de barreira, como a camisinha feminina e ou masculina. E no caso de situações de risco, como a falha da camisinha, pode fazer uso da pílula do dia seguinte.

Portanto, no seu caso, como fez o uso da pílula do dia seguinte dentro das primeiras 24 h após a relação, o que confere uma proteção contra a gravidez de aproximadamente 90%, o seu risco de engravidar é realmente muito baixo.

A pílula do dia seguinte protege por quantos dias?

Entretanto, se houve mais alguma relação após o uso dessa pílula, sem proteção, ou com alguma falha, essa medicação não continua a agir e não pode assegurar efeito. A pílula do dia seguinte só confere proteção para a primeira relação.

Mais comprimidos de anticoncepcional agem como a pílula do dia seguinte?

Não. Não é indicado e nem recomendado, o uso de mais comprimidos no lugar da pílula do dia seguinte. Porque a dosagem de hormônios ingerida com mais comprimidos é bastante elevada, podendo originar efeitos adversos e descontrole do ciclo menstrual. Além de não proteger a mulher quanto a gravidez.

Há algum tempo, para alguns tipos de anticoncepcionais hormonais, a dose de 3 a 4 comprimidos era equivalente a um comprimido de pílula do dia seguinte, o que fez essa troca se tornar popular. O que hoje já não acontece, porque são muitas as opções de remédios anticoncepcionais e as doses são cada vez mais baixas. E as doses baixas não alcançam a dose da pílula da dia seguinte.

Saiba mais em: Tomei a pílula do dia seguinte. Posso engravidar?

Outros fatores que interferem no risco de gravidez, quando se esquece um ou mais comprimidos do anticoncepcional oral, é em qual semana o remédio foi esquecido, qual o tipo de anticoncepcional e características clínicas de cada pessoa.

Sendo assim, sugerimos que faça contato com seu médico ginecologista assistente, para avaliação e orientações gerais.