Pergunte ao Médico
Como Funciona

Primeira Relação

É possível perder a virgindade com o dedo?

Se sua dúvida é em relação ao dedo poder romper o hímen? A resposta é sim. Qualquer objeto introduzido na vagina, o que inclui os dedos, podem romper o hímen, e isso para algumas pessoas pode significar a perda da virgindade.

Eu tenho 13 anos, queria perder a virgindade...

Deve seguir o que seu coração manda, porém deve fazer as coisas de forma consciente, se esse rapaz realmente merece o seu amor ele terá paciência e esperará o tempo que for preciso. O ideal é ele falar com sua família, pedir permissão para namorar, falar de suas boas intenções (se forem realmente boas) e assim por diante. Não faça da sua primeira relação um tormento para sua vida, esse momento deve ser especial em todos os sentidos. Eu como médico não poderia deixar de dizer que independente de sua decisão, o mais importante é cuidar do seu corpo, proteção acima de tudo, usar camisinha sempre.

Eu tenho 17 anos, a minha primeira vez foi no dia 16...

O sangramento que ocorre na primeira relação geralmente é decorrente do trauma na membrana himenal, é em pequena quantidade e dura no máximo horas, geralmente só ocorre no ato sexual. Esse sangramento que está tendo parece mesmo uma menstruação desregulada.

Já por 2 vezes que tentei perder a virgindade...

Na medicina temos um nome para isso (o terror de todos os homens) impotência sexual, por sorte existe tratamento, na maioria das vezes em adultos jovens a principal causa é emocional, precisa procurar um médico chamado urologista, ele vai fazer o correto diagnóstico e o tratamento (remédios, terapia, técnicas de condicionamento e treinamento...)

Tenho 15 anos e tive minha primeira relação sexual...

O principal sintoma para o médico e para a mulher desconfiar de gravidez é o atraso menstrual que não ocorreu no seu caso. Você está menstruando, teve relação com proteção e exames de gravidez com resultado negativo, isso significa que a chance de você estar grávida é muito pequena.

Depois da primeira relação sexual é normal fazer mais xixi?

Sim, depois da primeira relação sexual é normal fazer mais xixi. Embora isso não ocorra sempre, pode ser causado pela irritação do canal do xixi (uretra) devido à sua proximidade com a vagina que sofreu o atrito com o pênis. Isso pode provocar um estímulo para fazer xixi,  às vezes em pequenas quantidades, e acompanhada de dor e ardência.

Essa sensação geralmente desaparece depois de alguns dias sem relações sexuais. Quando esses sintomas não desaparecem pode significar a presença de uma infecção urinária, que será preciso tratar com medicamentos. Os sinais e sintomas que podem estar presentes em uma infecção urinária são: dor e ardência para urinar, vontade de urinar com frequência, urinar em pequenas quantidades, sensação de urgência para urinar, dores nas costas, febre, calafrios, enjoos, mal-estar geral.

Para evitar as infecções urinárias é importante manter uma boa higiene, tomar líquidos, evitar prender a urina por muito tempo e procurar urinar após a relação sexual. O ginecologista é o médico indicado para orientar as dúvidas em relação a atividade sexual e diagnosticar as alterações surgidas delas.

A primeira vez dói?

Perder a virgindade dói?​ A dor na hora de perder a virgindade é muito individual de cada mulher, para algumas a dor é muito grande e insuportável a ponto de não prosseguir o ato e outras mulheres não sentem dor nenhuma, quanto mais ansiedade e expectativa pior é a dor, se está esperando dor nesse momento provavelmente vai ser um momento ruim para você. Espere o melhor e terá o melhor, é para ser bom e não ruim, se ainda não está preparada espera mais.

Depois de perder a virgindade o corpo muda?

Não. Depois de perder a virgindade o corpo não muda.

Alguns e algumas adolescentes têm a primeira relação sexual na puberdade, época que acontecem  as mudanças no corpo. Por isso, acham que o corpo mudou após começar a vida sexual. Mas, na verdade, o seu corpo iria passar pelas mesmas transformações, quer você fosse virgem ou não.

A única alteração que acontece no corpo depois de perder a virgindade é no caso das mulheres com rompimento do hímen (membrana fina localizada no interior da vagina). 

As mudanças psicológicas e comportamentais são comuns. Por isso, é importante usar preservativos para evitar doenças que transmitem pelo sexo, bem como uma gravidez não desejada.

Após a primeira relação sexual é normal urinar com sangue e pus?

Não, em nenhuma situação urinar com sangue e pus pode ser considerado normal, pois isso acontece em infecções urinárias, habitualmente acompanhadas de febre e mal-estar geral. O que pode ser normal após a primeira relação é a urina ter presença de sangue pelo rompimento do hímen (película dentro da vagina de mulheres que nunca tiveram relações sexuais) e um aspecto turvo, com aparência de pus, que pode ser causado pela presença de esperma e secreções vaginais decorrentes do ato sexual. Dor e ardência ao urinar (disúria) podem estar presentes.

Também pode ocorrer pequeno sangramento causado por irritação da parede vaginal  devido à falta de relaxamento dos músculos da região vaginal, principalmente nas primeiras vezes em que se tem relação sexual. A pouca lubrificação vaginal e a atividade sexual frequente também podem causar os mesmos problemas.

Normalmente esses sinais e sintomas desaparecem após alguns dias sem relações sexuais. Quando não desparecem ou quando pioram, pode significar uma infecção urinária ou uma doença sexualmente transmissível (DST). A presença de sangue e aspecto de pus na urina nos homens geralmente ocorre devido à infecções.

O clínico geral, o ginecologista ou urologista poderão fazer o diagnóstico e dar as orientações necessárias nessa situação.

A segunda vez doeu mais que na primeira relação?

As primeiras vezes que a mulher tem relação são, vamos assim dizer, um pouco dolorosas, não somente a primeira, principalmente se a segunda vez for muito próxima da primeira, devido aos ferimentos na entrada da vagina causados pela primeira relação.

Quais precauções tomar quando for fazer sexo pela primeira vez?

As precauções que você deve tomar quando for fazer sexo pela primeira vez são as mesmas que deverá ter nas outras vezes que tiver uma relação sexual:praticar de forma consciente de suas vontades e com o consentimento da outra pessoa; usar preservativo sempre, para evitar uma gravidez indesejada e prevenir-se contra doenças sexualmente transmissíveis (DST).

É importante lembrar que para prevenir a transmissão das DST, a camisinha deve ser usada em todo tipo de ato sexual (anal, oral e vaginal).

Uma consulta prévia com o/a clínico/a geral, médico/a de família ou ginecologista pode facilitar tirar dúvidas e aumentar as informações sobre métodos contraceptivos mais indicados em cada situação. 

Depois de tomadas todas as precauções para prevenir a transmissão de doenças e evitar uma gravidez não planejada, é importante que as pessoas envolvidas criem intimidade e não tenha pressa para que as coisas aconteçam de forma prazerosa.  

A tensão e a expectativa exagerada podem interferir diretamente no prazer, pois dificultam a lubrificação genital e o relaxamento da musculatura dessa região, dificultando o prazer.  

Todo ato sexual deve ser realizado com livre e espontâneo desejo das pessoas envolvidas.

Com qual idade a mulher deve fazer o preventivo pela primeira vez?

A mulher deve começar a fazer o preventivo a partir dos 21 anos. A mulher não precisa ser sexualmente ativa antes do exame, pois o mesmo pode ser realizado em mulheres virgens.

O "preventivo" é o exame citopatológico que detecta o câncer do colo do útero. Os dois primeiros exames devem ser anuais e, se tiverem normais, deve ser repetido após 3 anos. O exame precisa ser feito todo ano apenas nas mulheres portadoras do vírus HIV ou imunodeprimidas.

O exame preventivo pode ser feito gratuitamente nas Unidades de Saúde da Família (USF) e nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) pelos profissionais de saúde da Medicina e Enfermagem.