Perguntar
Fechar

Transtornos mentais: Como identificar e tratar?

Dentre os transtornos mentais mais comuns estão a depressão, o transtorno da ansiedade generalizada, o stress pós-traumático, a síndrome do pânico, a esquizofrenia e as psicoses.

Os transtornos de personalidade, como paranóide, esquizóide, antissocial, borderline, obsessivo-compulsivo, entre outros, não são propriamente considerados transtornos mentais. Contudo, a presença de alguns deles pode aumentar a predisposição para certos transtornos mentais.

Depressão

É o transtorno mental mais comum, juntamente com a ansiedade. Sabe-se inclusive que os fatores genéticos responsáveis pelo transtorno da ansiedade generalizada e da depressão são os mesmos. Até o comportamento geral desses indivíduos e a resposta aos tratamentos também são muito parecidos.

A depressão caracteriza-se por uma tristeza muito forte, profunda e persistente, que pode ser paralisante nos casos mais graves.

A pessoa apresenta falta de interesse e perde o prazer em fazer as coisas, mesmo que sejam atividades que goste de fazer.

A apatia, a sensação de vazio, o desânimo, a falta de energia e esperança, além dos pensamentos negativos e do pessimismo, também são sintomas frequentes desse tipo de transtorno mental.

O tratamento da depressão inclui o uso de medicamentos antidepressivos, psicoterapia e mudanças no estilo de vida.

Leia também: Como saber se tenho depressão? Quais os sintomas?; As 4 Formas para Combater a Depressão

Transtorno da ansiedade generalizada

Pessoas com transtorno de ansiedade generalizada apresentam uma preocupação intensa e difícil de controlar. A ansiedade é excessiva e não corresponde à realidade, causando sofrimento intenso.

Os sinais e sintomas desse transtorno mental podem ser físicos e psicológicos, tais como angústia, medo, agitação, irritabilidade, aumento da frequência cardíaca, transpiração, falta de ar, entre outros.

Para que seja diagnosticado como transtorno de ansiedade generalizada, a duração dos sintomas deve ser superior a 6 meses. O tratamento combina ansiolíticos e antidepressivos associados à psicoterapia.

Veja também: Quais são os sintomas do transtorno de ansiedade generalizada?; Transtorno de ansiedade generalizada tem cura? Qual é o tratamento?

Stress pós-traumático

O stress pós-traumático surge após um acontecimento violento ou um trauma extremo, geralmente associado a situações que tenham colocado a vida da pessoa ou de outros em risco. Trata-se de um transtorno de ansiedade, portanto, com sinais e sintomas semelhantes.

Contudo, no stress pós-traumático, os sintomas normalmente se manifestam em momentos em que o indivíduo pensa que pode voltar a viver novamente a experiência traumática.

Leia também: O que é estresse pós-traumático e quais são os sintomas?

O tratamento desse transtorno psicológico é difícil. A terapia consiste em medicamentos psiquiátricos, principalmente antidepressivos, e psicoterapia.

Saiba mais em: Transtorno de ansiedade generalizada tem cura? Qual é o tratamento?

Síndrome do pânico

A síndrome do pânico é um transtorno mental que provoca crises agudas de forte ansiedade, como se alguma tragédia ou catástrofe pudesse acontecer à pessoa a qualquer momento. Os ataques ocorrem repentinamente e de forma inesperada, podendo durar de 15 a 30 minutos.

Os sintomas podem incluir aumento da frequência cardíaca e respiratória, falta de ar, boca seca, tremores, náuseas, transpiração excessiva, tonturas, medo de morrer, desespero, sensação de tragédia iminente, vômitos e desmaios.

Veja também: O que é síndrome do pânico?

O tratamento da síndrome do pânico é feito com medicamentos antidepressivos e ansiolíticos, associados à psicoterapia, principalmente a terapia comportamental.

Leia também: Síndrome do pânico tem cura? Qual é o tratamento?

Esquizofrenia

Esse tipo de transtorno mental caracteriza-se por crises de psicoses com vários sintomas, principalmente delírios e alucinações.

As crises vem e vão, com manifestações que podem incluir ainda discurso desorganizado, comportamento muito desorganizado, indiferença, falta de afetividade, motivação e concentração, excesso de desconfiança, alterações na coordenação motora, entre outras.

O tratamento da esquizofrenia é feito com medicamentos, psicoterapia, orientações para os familiares e, em alguns casos, internamento.

Leia também: Diferenças entre Esquizofrenia e Depressão

Psicoses

As psicoses são transtornos mentais em que a pessoa perde a noção da realidade, podendo causar sintomas como delírios, alucinações, comportamentos estranhos e bizarros, confusão mental, perda de memória, entre outros.

A perda do contato com a realidade ocorre devido às alterações na percepção e no pensamento dessas pessoas, que fica comprometido. Tiram conclusões erradas acerca do mundo real, mesmo que tudo mostre o oposto, e não têm consciência do seu estado delirante ou alucinatório.

O tratamento das psicoses inclui o uso de medicamentos psiquiátricos, psicoterapia, orientações para a família e internamento, conforme a gravidade de cada caso.

Saiba mais em: O que é uma psicose e quais são os seus sinais e sintomas?

O médico psiquiatra é o especialista responsável pelo diagnóstico e tratamento dos transtornos mentais.

Também podem lhe interessar:

Quais são os tipos de transtornos mentais?

Quais os tipos de transtorno de personalidade e suas características?