Perguntar
Fechar

Enurese Noturna

Vontade de urinar toda hora, o que pode ser?

A vontade de urinar a toda hora pode decorrer de uma série de motivos e nem sempre é sinal de doença. Diversas condições, patológicas ou não, podem provocar um aumento da produção de urina ou irritações na bexiga que deixam a pessoa com uma vontade constante de urinar.

Poliúria

O excesso de produção de urina (poliúria) caracteriza-se pela produção de mais de 2,5 litros por dia, quando o normal é de 1,2 a 1,5 litros de urina por dia. Isso ocorre ao beber muito líquido e na gravidez, o que é normal, mas também pode ser sintoma de doenças como diabetes e insuficiência renal, ou ainda efeito colateral de medicamentos diuréticos.

Veja também: Quais os Sintomas para Suspeitar de Diabetes?

Polaciúria

O aumento da frequência urinária acompanhada de pouca eliminação de urina (polaciúria), ou seja, sentir vontade de urinar toda hora mas em pequenas quantidades, é um sintoma característico de cistite (infecção urinária na bexiga) ou doenças da próstata. No entanto, trata-se de uma condição normal durante a gestação.

Leia também: O que é cistite e quais os sintomas?

Nictúria

A nictúria caracteriza-se pela vontade de urinar durante à noite e pode ter as mesmas causas da poliúria e da polaciúria. Ir ao banheiro uma vez depois de dormir é considerado normal, mas quando a frequência de micções noturnas aumenta, é um sinal muito típico de doenças da próstata, insuficiência cardíaca, cirrose e outras doenças que causam inchaço nas pernas. Ao deitar, o edema é reabsorvido no sangue e esse excesso de água é então eliminado pelos rins.

Síndrome da Bexiga Hiperativa

A Síndrome da Bexiga Hiperativa afeta tanto homens como mulheres, embora seja mais comum na mulher. Trata-se de uma alteração no funcionamento da bexiga que provoca contrações involuntárias no órgão, causando vontade constante e urgente de urinar.

Pessoas com essa Síndrome têm mais de 8 micções ao longo do dia e da noite, inclusive depois de dormir. A urgência urinária, ou seja, a necessidade de urinar logo que se tenha vontade, é outro sintoma característico da Síndrome da Bexiga Hiperativa.

Veja também: O que é bexiga hiperativa e quais os sintomas?

Em caso de vontade de urinar a toda hora, consulte um clínico geral, médico de família ou um urologista para receber um diagnóstico e tratamento adequados.

Saiba mais em:

O que pode causar ardência ao urinar?

Dor ao urinar, o que pode ser?

Vontade de urinar a toda hora e não conseguir. O que pode ser?

Dificuldade para urinar: o que pode ser e o que fazer?

É normal sentir constantemente vontade de urinar?

Tenho 26 anos e enurese noturna o que eu faço?

A enurese noturna em adultos deve ser investigada e tratada pelo/a médico/a urologista, que é  especialista responsável pelo diagnóstico e tratamento de problemas relacionados com o sistema urinário masculino e feminino.

Dentre as possíveis causas de enurese noturna na idade adulta estão:

  • Falta de musculatura ou controle neurológico necessários para controlar a urina;
  • Cistocele, também conhecida como "bexiga caída";
  • Poliúria (urinar bastante, mais de 2,5 litros por dia);
  • Infecção urinária;
  • Consumo de bebidas alcoólicas, café, chás ou medicamentos diuréticos;
  • Uso de remédios para dormir;
  • Diabetes;
  • Estresse e ansiedade;
  • Bexiga neurogênica (disfunção na bexiga provocada por alguma lesão neurológica, que faz com que a pessoa perca o controle da urina).

Indivíduos adultos que já tiveram o controle da micção e o perderam podem ser portadores de doenças que afetam o controle da urina.

Dependendo da causa, é possível reverter o problema e curar completamente a enurese noturna. Porém, há muitos casos, sobretudo em lesões neurológicas, que não existe tratamento.

O mais indicado é consultar o/a médico urologista para que a origem da sua enurese seja devidamente diagnosticada e receba um tratamento adequado.

Leia também: Xixi na Cama: Qual médico procurar?

Meu filho tem 12 anos e nunca deixou de fazer xixi na cama, o que fazer?

Existem muitas formas de ajudar as crianças e adolescentes que ainda urinam na cama à noite. Algumas medidas que não incluem o uso de fármacos e costumam ser recomendadas são:

  • Evitar ingestão excessiva de líquidos a noite e de alimentos diuréticos, como café e coca-cola.
  • Estimular e parabenizar as noites que a criança não urina na cama, reforçar positivamente esse comportamento, pode-se mesmo recompensá-la. 
  • Não punir quando a criança urinar. Evitar fazer críticas destrutivas e que diminuam ainda mais a auto-estima da criança.
  • Pode-se estimular a criança a fazer junto com os pais um calendário em que se anota, dia a dia, as noites em que urinou ou não urinou na cama.
  • Estimular a criança a urinar antes de dormir.
  • Acordar a criança à noite em horários pré-definidos e estimulá-la a ir ao banheiro urinar. Com o decorrer do tempo, acordá-la cada vez mais tarde, até que ela possa passar a noite toda sem urinar.

A causa da enurese, que é a perda de urina involuntária durante a noite, costuma ser multifatorial e pode estar atrelada a alterações funcionais da bexiga, distúrbios do sono e fatores emocionais, além disso sabe-se que crianças filhas de mães ou pais que também tiveram enurese na infância tem maior chance de também apresentar os sintomas.

Espera-se que a resolução espontânea aconteça em 99% dos casos até os 15 anos de idade. Apenas 1% das crianças com enurese tornam-se adultos com o mesmo problema. Contudo, orienta-se que os pais devam procurar ajuda profissional por conta dos danos psíquicos e sociais à criança, que pode ficar insegura e com a auto-estima abalada por conta do problema.

É muito importante que a família apoie a criança com enurese e compreenda a enurese como um problema de saúde e não apenas como birra da criança. Uma avaliação médica também é importante para descartar possíveis causas orgânicas e doenças que podem levar à perda involuntária de urina como: infecção urinária, mal formações urológicas, doença renal, disfunções neurológicas, diabetes, constipação e encoprese, entre outras.

Em relação ao tratamento na maioria das vezes não são necessárias medidas agressivas por conta dos sintomas serem transitórios.

Procure ajuda profissional, médicos de família e pediatras podem fazer uma avaliação e já iniciar uma abordagem. Em alguns casos, pode ser necessário o uso de medicamentos e o médico pode orientar o uso do alarme.

Hoje sabe-se que os tratamentos que incluem várias medidas combinadas são aqueles que mais levam à melhora dos sintomas.

Em algumas situações o acompanhamento da criança por um psicólogo pode ajudá-la com aspectos emocionais que podem ser causa ou consequência da enurese noturna. 

Xixi na Cama: Qual médico procurar?

Casos de xixi na cama (enurese noturna) normalmente são tratados pelo médico pediatra. Porém, se o problema persistir até à adolescência ou idade adulta, o mais indicado talvez seja consultar um médico urologista, que é o especialista responsável pelo diagnóstico e tratamento de doenças e distúrbios relacionados com os órgãos do trato urinário masculino e feminino.

A enurese noturna é o ato involuntário de urinar durante o sono, de maneira que a bexiga fica completamente ou quase vazia. Ocorre em crianças com um aparelho urinário íntegro, numa idade em que já deveriam ter o controle da micção.

Leia também: Enurese Noturna

Quais as causas de enurese noturna na adolescência?

Um adolescente pode urinar na cama pelas seguintes razões:

  • Predisposição genética: Se apenas um dos pais teve enurese, a possibilidade dos filhos também fazerem xixi na cama aumenta 45%; caso o pai e a mãe sejam enuréticos, as chances aumentam 75%;
  • Produção de urina elevada durante o sono: A maioria das pessoas produz pouca urina enquanto dorme devido à ação do hormônio vasopressina. Porém, indivíduos que sofrem de enurese noturna podem produzir menos vasopressina, o que aumenta a quantidade de urina para além da capacidade da bexiga, levando à micção involuntária;
  • Falta de maturação neurológica no mecanismo de despertar do sono ou na inervação da bexiga;
  • Fatores emocionais, embora seja raro.

Podem também lhe interessar os artigos: Meu filho tem 12 anos e nunca deixou de fazer xixi na camaEnurese Noturna (xixi na cama) O que não fazer?

Ainda faço xixi na cama, o que fazer?

1 - Ainda faço xixi na cama (enurese noturna), o que fazer?

Deve procurar um médico, enurese noturna tem tratamento.

Xixi na cama, quem devo consultar e como tratar?

Geralmente quem trata a enurese noturna é o pediatra, sua filha já está bem grandinha para ir ao pediatra, então pode leva-lá ao Urologista. O tratamento é feito na maioria das vezes com o uso de antidepressivos que vão atuar na inervação da bexiga e fazer o controle da micção. Existe a opção de tratamento com homeopatia, também dá bons resultados.