Perguntar
Fechar

Hérnia hiatal tem cura? Qual o tratamento?

Hérnia hiatal tem cura. O tratamento da hérnia de hiato é baseado em:

  • Mudanças no estilo de vida,
  • Uso de medicamentos específicos e
  • Cirurgia.

Nos casos, mais leves de hérnia hiatal, em que a pessoa apresenta poucos sintomas, podem ser prescritos apenas mudanças nos hábitos de vida e orientações alimentares.

Mudanças no estilo de vida

Tais mudanças incluem evitar alimentos gordurosos, ricos em proteínas, muito condimentados ou ácidos e frituras, além de doces e pão branco. A dieta deve contemplar alimentos como frutas, verduras, vegetais e fibras.

Bebidas alcoólicas, cigarro, café, cítricos e bebidas com gás devem ser evitados. Também recomenda-se evitar ingerir muito líquido durante as refeições.

Ainda na alimentação, recomenda-se evitar comer em excesso próximo da hora de dormir e fazer a última refeição pelo menos duas horas antes de se deitar. As refeições devem ser menores, mais leves e mais próximas umas das outras.

Também é recomendável fazer exercícios físicos, pelo menos 40 minutos, 5 vezes por semana. Perder peso é outra medida importante, procurando manter o índice de massa corporal (IMC) igual ou menor que 25.

Para dormir, o travesseiro indicado deve ser alto ou deve-se elevar ligeiramente a cabeceira da cama, cerca de 30º.

Tratamento medicamentoso da hérnia hiatal

Os medicamentos usados para tratar a hérnia hiatal são indicados quando a pessoa não apresenta melhora dos sintomas apenas com as mudanças nos hábitos.

O tratamento nesses casos consiste do uso de antiácidos ou inibidores da bomba de prótons, que reduzem a acidez gástrica. O tempo mínimo de tratamento é de oito semanas.

Cirurgia para hérnia hiatal

O tratamento cirúrgico da hérnia de hiato pode ser feito por laparoscopia. A cirurgia é indicada para casos de hérnias de hiato volumosas ou quando não respondem ao tratamento inicial, como as devidas mudança dos hábitos de vida e tratamento clínico.

A cirurgia pode ser ainda uma opção para pacientes que por alguma razão (ordem pessoal, econômica, intolerância), acham-se impossibilitados de dar continuidade ao tratamento clínico. Aqui incluem-se os pacientes que têm boa resposta ao tratamento com os remédios, porém não têm boa adesão ou não fazem corretamente o tratamento.

Outra indicação para o tratamento cirúrgico é nos casos em que é exigido o tratamento contínuo de manutenção com medicamento para refluxo, sobretudo pacientes com menos de 40 anos de idade e que optam pela cirurgia.

Casos de esofagite grave, estenose de esôfago ou esôfago de Barrett (transformação das células do esôfago devido às constantes lesões na mucosa esofágica causadas pelo refluxo) também podem necessitar de cirurgia.

Em caso de suspeita de hérnia de hiato, um médico clínico geral, médico de família ou um gastroenterologista deverá ser consultado para avaliação, diagnóstico e tratamento correto.

Também podem lhe interessar:

Hérnia de hiato pode causar boca amarga?

Como é a cirurgia de hérnia hiatal?