Perguntar
Fechar

Nanismo: o que é e quais são as causas?

O nanismo é uma deficiência física caracterizada por baixa estatura grave. A condição começa a se manifestar sobretudo a partir dos 2 anos de idade, impedindo o indivíduo de crescer e se desenvolver durante a infância e adolescência. O nanismo pode ter como causa a deficiência de hormônio de crescimento (nanismo hipofisário ou pituitário) ou doenças ósseas genéticas.

Homens com menos de 1,45 m de altura e mulheres que medem menos de 1,40 m são considerados portadores de nanismo.

Existem dois grandes tipos de nanismo: pituitário ou hipofisário, causado por alterações hormonais; rizomélico ou desproporcional, causado por mutações genéticas.

O nanismo hipofisário, também chamado de nanismo proporcional, tem como causa a deficiência
na produção do hormônio do crescimento (GH) pela hipófise, também chamada de pituitária. Essa deficiência na produção hormonal pode ou não ter origem genética ou hereditária.

Já o nanismo rizomélico ou desproporcional é a forma mais comum de nanismo. É essa a deficiência apresentada pelo "anão" ou "anã", que são portadores do subtipo acondroplásico de nanismo. O anão tem como característica a baixa estatura e o encurtamento dos membros superiores e inferiores.

A acondroplasia tem causas genéticas, sendo originada por um defeito na ossificação do esqueleto. A grande maioria dos casos de nanismo acondroplásico é esporádico, ou seja, é o primeiro caso na família. Apenas 10% dos casos são transmitidos pelos pais.

Os especialistas responsáveis pelo diagnóstico e acompanhamento dos casos de nanismo são o endocrinologista e o ortopedista.