Perguntar
Fechar

Quais são as causas da alcalose respiratória?

Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

A alcalose respiratória é causada pela perda excessiva de dióxido de carbono (CO2) através da respiração. Como resultado, os níveis desse ácido caem no organismo, levando à alcalose (pH sanguíneo maior que 7,45).

As causas mais comuns de alcalose respiratória são divididas em agudas e crônicas. Dentre as causas agudas podemos citar:

  • Hiperventilação psicogênica, por ansiedade extrema ou emoção forte;
  • Uso abusivo de salicilatos (Aspirina, AAS);
  • Pneumonia grave;
  • Crise de asma;
  • Tromboembolismo pulmonar;
  • Infecções, febre alta, infecções sistêmicas, sepse;
  • Dor intensa;
  • Inflamações no cérebro (encefalite).

Já as causas crônicas mais comuns da alcalose respiratória são:

  • Insuficiência hepática;
  • Doenças pulmonares crônicas;
  • Hipertireoidismo;
  • Ventilação mecânica inadequada e
  • Lesões cerebrais.

A ventilação mecânica provoca um aumento da respiração (hiperventilação) pelo aparelho, aumentando assim a eliminação de gás carbônico. As lesões cerebrais, causam um dano permanente no centro de controle respiratório do cérebro.

O que é alcalose respiratória?

A alcalose é um desequilíbrio entre os componentes do sangue, as bases e os ácidos; nesse caso ocorre o aumento do pH sanguíneo, para valores superiores a 7,45, devido a redução dos valores de CO2.

Para que o organismo funcione adequadamente, o pH do sangue deve se manter entre 7,35 e 7,45, situação que ocorre pelo equilíbrio entre o bicarbonato (HCO3) e o dióxido de carbono (CO2). O CO2 é eliminado pelos pulmões através da respiração, por isso quando a respiração aumenta além do normal ele é eliminado em excesso, causando a alcalose. Da mesma forma quando a respiração fica diminuída, mais fraca, elimina menos CO2, aumentando sua concentração no organismo, com isso gera uma acidose.

Essa alteração é diagnosticada pela equipe médica pela avaliação clínica e análise da gasometria (exame de sangue colhido na artéria do paciente).

Veja também: Quais são as causas da acidose respiratória?

Os sinais e sintomas da alcalose respiratória incluem respiração fraca e irregular, tontura, náuseas, cãibras, confusão mental, convulsões, entre outras.

O tratamento é baseado no problema que está causando essa hiperventilação.

Leia também: Tenho dificuldade para respirar, o que pode ser?

O diagnóstico e tratamento da alcalose respiratória é da responsabilidade do/a médico/a clínico geral ou pneumologista.

Saiba mais em:

O que pode causar alcalose metabólica?

O que é alcalose, quais são os sintomas e tratamento?

O que é acidose, quais são os sintomas e tratamento?

O que pode causar acidose metabólica?