Perguntar
Fechar

Obesidade – Fisiologia do Armazenamento das Gorduras

A quantidade de pessoas obesas tem aumentado muito no Brasil. Por este motivo é considerado um problema de saúde pública.

A obesidade é um importante fator de risco para doenças cerebrovasculares e cardiovasculares, especialmente, quando associada à pressão alta e diabetes. Todas estas doenças precisam de acompanhamento médico constante. Além disso, as questões estéticas ligadas à obesidade podem ter repercussões psicológicas que também necessitam de cuidados.

Como ocorre o processo de ganho de peso?

Ganho de Peso

Entender a fisiologia envolvida no processo de ganho de peso pode ajudar a prevenir a obesidade.

O nosso tecido adiposo é formado por células conhecidas como adipócitos. A principal função dos adipócitos é o armazenamento de gorduras. O tecido adiposo é encontrado em maior quantidade logo abaixo da nossa pele. Ele se distribui de forma irregular pelo corpo (alguns lugares tem um tecido adiposo maior ) e também no abdômen em torno das nossas vísceras.

A gordura acumulada debaixo da pele tinha a função de proteger o corpo humano do frio e em conjunto com a gordura acumulada no abdômen, desempenhava a função de servir como reserva energética em tempos de escassez de alimentos. Entretanto, com as modificações nos estilos de vida , hoje nos protegemos do frio usando roupas e nos alimentamos várias vezes aos dia, o excesso de gordura se tornou uma questão de saúde.

O acúmulo de gordura em nosso corpo é feito a partir das excesso de alimentos e do gasto de energia. Todas as vezes que gastamos menos energia e ingerimos mais alimentos que o necessário para manutenção das funções orgânicas, existe o acúmulo do excedente alimentar em forma de gordura. O nosso organismo aproveita a energia quem vem com os carboidratos (açucares), as gorduras e as proteínas.

O nosso metabolismo dá preferência sempre para os carboidratos, na falta deste, opta pela gordura para obtenção de energia e em últimos casos lança mão do uso das proteínas. O problema é que os carboidratos são armazenados em pequenas quantidades no fígado e músculos, todo o restante que sobra é transformado em gordura para formar nosso tecido adiposo. As gorduras quando ingeridas são diretamente levadas para os locais de acúmulo e as proteínas passam por processos mais específicos para que suas sobras sejam transformadas em gordura.

Este é o principio básico do acúmulo de gorduras, ganho de peso e da obesidade. Entender o funcionamento do nosso corpo pode nos ajudar a formular medidas para a perda de peso como, por exemplo, a adoção de um plano alimentar saudável, rica em carnes magras, frutas, vegetais e grãos integrais e a prática de atividade física.

Saiba mais em:

Quais os tipos de transtornos alimentares e seus sintomas?

Como é o tratamento para transtornos alimentares?