Perguntar
Fechar

Quais são os sintomas de mioma?

Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Os sinais e sintomas do mioma podem incluir dores pélvicas (baixo ventre), período menstrual mais prolongado e aumento do sangramento durante a menstruação. Contudo, cerca de metade das mulheres que têm miomas normalmente não apresentam sintomas.

As manifestações do mioma dependem da quantidade de miomas presentes no útero, bem como do tamanho e da localização dos mesmos na cavidade uterina.

As alterações menstruais, com períodos mais intensos e prolongados, podem causar cólicas, dores durante as relações sexuais e até provocar anemia devido à perda de sangue.

Mioma: Sintomas e tratamento

Também é comum a ocorrência de sangramentos de escapes, que são perdas de sangue fora do período menstrual.

Os sintomas do mioma também podem incluir aumento da frequência urinária (vontade constante de urinar) e infecções urinárias como cistite (infecção na bexiga), uretrite (infecção na uretra) e nefrite (infecção nos rins).

O tratamento do mioma pode incluir o uso de medicamentos específicos para controlar o seu crescimento, anticoncepcionais orais ou cirurgia. Nos casos mais graves, pode ser necessário retirar o útero (histerectomia).

O que é mioma?

Um mioma é um tumor benigno que cresce no útero. São raros os casos em que o mioma evolui para um tumor maligno. O mioma pode surgir isoladamente ou em grupos, com miomas menores. O mioma uterino pode ocorrer em até metade das mulheres com idade fértil.

Quais são as causas do mioma?

As causas do mioma não estão totalmente esclarecidas. Porém, sabe-se que os fatores genéticos desempenham um papel importante no desenvolvimento de miomas, já que o risco aumenta quando há história de mioma em familiares de primeiro grau da mulher.

O mioma ocorre durante a idade reprodutiva da mulher. Os miomas não aparecem antes que o corpo da mulher seja capaz de produzir o hormônio estrógeno.

Na gravidez e em períodos em que o corpo recebe doses extras de estrógenos, os miomas se desenvolvem mais rapidamente. Depois da menopausa, o mioma deixa de crescer, devido à diminuição dos níveis de estrógeno.

Qual é o tratamento para mioma?

O tratamento do mioma depende da idade da mulher, do seu estado geral de saúde, da gravidade dos sintomas e ainda da localização do mioma. Quando não há sintomas, pode não ser necessário nenhum tratamento, apenas acompanhamento regular.

Em geral, o mioma precisa de tratamento quando cresce demais e começa a comprimir outros órgãos, quando o crescimento é muito rápido ou em casos de hemorragias ou infertilidade.

O tratamento do mioma é feito com terapia hormonal e cirurgia. Os hormônios ajudam a diminuir o tamanho do mioma antes da operação.

A remoção cirúrgica do mioma pode ser feita por laparoscopia (técnica minimamente invasiva feita através de pequenos cortes no abdômen) ou cirurgia aberta, em casos de miomas grandes.

Mesmo após a retirada do mioma, ele pode voltar a aparecer, no caso do útero ser preservado. Já em alguns casos, é necessário retirar todo o útero (histerectomia).

O diagnóstico do mioma pode ser feito através do exame ginecológico de rotina e confirmado através do ultrassom.

Em caso de sintomas de mioma, consulte o/a médico/a de família ou ginecologista.