Quem tem adenomiose pode engravidar?

Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Sim, quem tem adenomiose pode engravidar, embora possa ser um pouco mais difícil. A adenomiose pode impedir a gravidez devido às alterações funcionais e estruturais do útero, levando à infertilidade.

Sabe-se que até 14% das mulheres inférteis são portadoras de adenomiose e a doença pode prejudicar até mesmo os tratamentos de reprodução assistida.

A adenomiose pode causar infertilidade pelas seguintes razões:

  • A perda da estrutura normal da musculatura uterina pode alterar o transporte dos espermatozoides através do útero;
  • Alterações na vascularização da parte mais interna do útero (endométrio) podem impedir a implantação do embrião no útero;
  • Interfere no transporte do óvulo pelas tubas até ao útero;

Apesar das dificuldades que a adenomiose pode trazer para mulheres que pretendem engravidar, ela tem tratamento e a gravidez é possível.

O tratamento inicial indicado é clínico, feito com medicamentos hormonais. Se não houver sucesso no tratamento adotado, passa-se então para os tratamentos cirúrgicos.

Saiba mais sobre o tratamento da adenomiose em: Adenomiose tem cura? Qual o tratamento?

Quais os riscos de adenomiose na gravidez?

Parece haver uma relação entre a adenomiose e um maior risco de aborto no 1º trimestre de gravidez e de parto prematuro, no final da gestação, contudo as pesquisas ainda não são totalmente conclusivas sobre esse assunto, inclusive muitas mulheres que tem adenomiose podem não sofrer nenhum problema durante a gestação e parto.

A secreção de substâncias chamadas prostaglandinas,que induzem o trabalho de parto, parece ser a causa das complicações na gravidez.

O médico ginecologista deverá orientar o tratamento mais indicado para a adenomiose.

Leia também: Qual a diferença entre adenomiose e endometriose?; O que é adenomiose e quais os sintomas?