Perguntar
Fechar

Endoscopia

Pangastrite endoscópica enantematosa moderada o que é isso?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

É a forma como a gastrite aparece na endoscopia. Gastrite é a inflamação da parede (mucosa interna) do estômago, geralmente causada pelo aumento da acidez do suco gástrico. Se adequadamente tratado não é grave.

Saiba mais em: Endoscopia: como é feita e qual é o preparo?

Endoscopia: o que é Pangastrite? E outras alterações...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Os termos utilizados na endoscopia assustam um pouco, mas são apenas para uma comunicação entre médicos:

  • Pangastrite: pan = todo, gastrite = inflamação na parede interna do estômago;
  • Enantemática: edemaciada e de cor vermelha;
  • Leve, Moderada ou Grave: grau da lesão.
O que é teste de urease positivo?

É um teste feito para verificar a presença da bactéria Helicobacter Pylori e quando positivo significa que tem essa bactéria.

Saiba mais em: Endoscopia: como é feita e qual é o preparo?

Omeprazol para esofagite e dor no estômago. Quanto tempo demora para fazer efeito?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Normalmente, o omeprazol produz uma melhora rápida dos sintomas, dentro de poucos dias. Entretanto, feridas como úlceras e inflamação na parede do esôfago e estômago, podem levar até 8 semanas para cicatrização completa.

Pode ser necessário usar também algum antiácido, juntamente como omeprazol, para ajudar a aliviar as dores estomacais, mas sempre conforme a orientação médica.

Se você está tomando omeprazol duas semanas e não melhorou muito, deve primeiro falar com o seu médico gastroenterologista, que irá avaliar a necessidade de fazer ou não outra investigação.

Contudo, verifique se você está tomando o omeprazol da forma correta, em jejum, 15 minutos antes de cada refeição; vale também confirmar a data de validade do medicamento, e se tem seguido as orientações quanto a alimentação adequada para quem tem diagnóstico de gastrite ou esofagite. Se o medicamento não for usado corretamente, ele pode não produzir os efeitos esperados.

Saiba mais sobre o tratamento da esofagite em: Esofagite erosiva tem cura? Qual o tratamento?

Como tomar omeprazol corretamente?

O correto é tomar o omeprazol antes das refeições, de preferência 15 minutos antes do café da manhã. Se for prescrito mais de uma vez ao dia, sempre 15 minutos antes de cada refeição.

Se tiver dificuldade em engolir as cápsulas, abra-as e misture o conteúdo com um pouco de suco de fruta ou água fria e beba imediatamente. Nunca mastigue ou macere os comprimidos.

Não mastigue os microgrânulos do interior das cápsulas e não os misture com leite.

Mesmo que você já esteja se sentindo melhor, não interrompa o tratamento antes do tempo determinado pelo médico.

Leia também:

O que é pangastrite enantemática? O que é H. pylori?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Pangastrite enantemática é uma inflamação em todo o estômago. Helicobacter pylori é uma bactéria. O tratamento somente com seu médico. Não existe uma dieta específica para gastrite, mas deve evitar todos os alimentos que te fazem mal.

Saiba mais em: Endoscopia: como é feita e qual é o preparo?

Fiz endoscopia: pangastrite enantematosa moderada...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Linfocitose por causa de inflamação no estômago até pode, mas não é uma ocorrência comum. As dores articulares podem estar relacionadas com a faringite gonocócica. Bom acredito que eu repetiria os exames que você já fez em alguns meses e verificaria essa possibilidade de faringite gonocócica. Mas pelos seus sintomas e baseando-se nos exames que você já fez talvez o mais prudente seria tratar tudo o que você tem, incluindo sua ansiedade como ponto principal do tratamento. Com relação ao seu estômago vai precisar tratar por mais tempo.

Saiba mais em: Endoscopia: como é feita e qual é o preparo?

O que significa duodenite enantematosa?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

A duodenite enantematosa é uma inflamação da porção inicial do intestino. Essa inflamação é detectada a partir do exame de endoscopia.

A duodenite, inflamação do duodeno, pode ser caracterizada em vários tipos. A duodenite enantematosa é aquela em que a mucosa intestinal está avermelhada e edemaciada. Isso pode ser devido a feridas ou hemorrragias produzidas no processo inflamatório.

A gravidade da duodenite pode ser classificada em leve, moderada e intensa a depender de como se apresentam as lesões.

A gastrite consiste em uma inflamação, porém na região do estômago. Ela também é classificada de acordo com suas especificidades e características das lesões.

Apesar da gastrite e a duodenite poderem vir acompanhadas no laudo da endoscopia, elas podem representar diferenças no diagnóstico e tratamento da patologia.

Todo exame deve ser apresentado ao/à profissional que solicitou para que o acompanhamento seja continuado e o tratamento seja efetivado, caso seja necessário. 

Endoscopia: como é feita e qual é o preparo?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

A endoscopia digestiva alta é feita com um aparelho chamado endoscópio. O aparelho consiste de um tubo flexível com cerca de 1 metro de comprimento e 1 cm de diâmetro. Na sua extremidade está instalada uma micro câmera que transmite imagens para um monitor e permite ao médico visualizar o interior do tubo digestivo.

Como é o preparo para a endoscopia?

O preparo para a endoscopia é orientado por cada serviço com seus pormenores, no entanto, em geral as orientações são:

  • Jejum de pelo menos 8 horas, alguns serviços estipulam 12 horas, inclusive de água;
  • Suspensão de medicamentos como anti-inflamatórios, antiagregantes plaquetários e anticoagulantes 7 dias antes;
  • Evitar consumo de bebida alcoólica 24 horas antes;
  • Levar um acompanhante;
  • Comunicar qualquer tipo de alergia que possua. 
Como é feita a endoscopia?

No exame, a pessoa fica deitada de lado, sobre o lado esquerdo do corpo, e são então aplicados os sedativos e os analgésicos diretamente na veia. Um bocal de plástico é colocado entre os dentes do paciente e um cateter de oxigênio é instalado no nariz.

Endoscopia

Em seguida, o médico introduz o endoscópio no tubo digestivo através do bocal, na boca, e as imagens internas começam a ser transmitidas pela câmera. O tempo de duração da endoscopia varia entre 5 e 30 minutos. A duração do exame depende também da necessidade de realizar outros procedimentos, como uma biópsia, por exemplo.

Endoscópio

A biópsia, quando realizada durante a endoscopia, também é feita com o auxílio do endoscópio. O procedimento consiste na coleta de uma amostra de tecido que depois é analisada ao microscópio. As amostras podem ser colhidas do esôfago, do estômago ou da porção inicial do intestino.

A endoscopia não provoca dor, pois são aplicados anestésicos na garganta. Muitas vezes o procedimento é feito sob sedação. Se o paciente preferir, a endoscopia pode ser feita sem sedação. Caso o exame seja feito em crianças, o procedimento é realizado sob anestesia geral.

Como é a recuperação após a endoscopia?

Após a endoscopia, o paciente permanece na sala de recuperação, em repouso, durante 10 a 30 minutos. Pode ter a sensação de garganta "adormecida", o que é normal. Se a pessoa recebeu oxigênio complementar durante o exame, podem ocorrer espirros e congestão nasal.

Não é permitido dirigir após ser submetido ao exame de endoscopia e a alimentação deve ser de preferência leve. Em caso de mal-estar, náusea, vômitos ou sangramento, o paciente deve entrar em contato com o médico ou o setor de endoscopia do hospital, imediatamente.

A endoscopia digestiva alta é um exame que permite visualizar e tratar doenças do esôfago, estômago e porção inicial do intestino. O médico responsável pelo exame é o gastroenterologista.

Como é feita a endoscopia digestiva alta com biópsia?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

A endoscopia digestiva alta com biópsia é feita com um tubo flexível de aproximadamente 1 cm de diâmetro, que tem uma microcâmera instalada na sua extremidade. O endoscópio, como é chamado o aparelho, é introduzido pela boca e transmite imagens do tubo digestivo para um monitor. 

A biópsia também é realizada com o auxílio do endoscópio e consiste na coleta de uma amostra de tecido para ser analisada ao microscópio. O material colhido pode ser do esôfago, estômago ou porção inicial do intestino.

O preparo para a endoscopia digestiva alta com biópsia começa com um jejum de no mínimo 8 horas. Pessoas alérgicas ou que tomam medicação de uso contínuo devem sempre informar o médico antes do exame. 

A endoscopia é feita com o paciente deitado sobre o lado esquerdo. Antes de introduzir o endoscópio é administrado um medicamentos sedativo por via endovenosa, geralmente aplica-se também um spray com anestésico na boca. O paciente também recebe um bocal de plástico entre os dentes, por onde passa o endoscópio.

O tempo de duração da endoscopia digestiva alta com biópsia pode variar conforme a complexidade do procedimento. Após o exame, é necessário ficar em observação durante um período mínimo de 10 a 30 minutos.

No local da biópsia pode ocorrer um pequeno sangramento. Contudo, esses sangramentos costumam cessar espontaneamente e não são preocupantes.

Em caso de vômitos, náuseas ou sangramentos, o médico ou o setor de endoscopia do hospital deve ser contactado.

Saiba mais em:

Fazer endoscopia dói?

Posso fazer endoscopia se estiver grávida?

Posso fazer endoscopia se estiver grávida?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim. A mulher grávida pode fazer endoscopia.

Quando indicado pelo/a médico/a, o exame de endoscopia pode ser realizado durante a gravidez. Ele não é prejudicial ao bebê nem para a gestante.

A endoscopia é um exame realizado com objetivo de avaliar a parte superior do trato digestório. Com isso, é possível avaliar a presença de inflamação, úlcera, gastrite, etc.

Para fazer o exame, a paciente precisa tomar um sedativo. Sendo assim, ela deve informar a condição de gestante para que o/a profissional tenha conhecimento da situação em caso de contraindicação de alguma medicação.

Informe ao/à profissional que você está grávida e realize normalmente o procedimento, como indicado.

A gestante deve continuar suas consultas de pré-natal de rotina e levar o resultado do exame para o/a profissional que solicitou.

Saiba em:

Fazer endoscopia dói?

Como é feita a endoscopia digestiva alta com biópsia?

Fazer endoscopia dói?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Não, fazer endoscopia não dói. A pessoa pode sentir incômodo, mas não dor.

Para evitar dores e incômodos, são aplicados produtos anestésicos na área da garganta por onde passa o endoscópio, e na maioria dos serviços atualmente é preferível além dos anestésicos locais, a administração de medicamentos sedativos, para que o paciente se sinta mais confortável durante o procedimento. Portanto, a pessoa dorme durante todo o exame e não sente nada.

Após o exame, há um período de recuperação de até meia hora. A garganta pode estar anestesiada devido aos medicamentos usados no procedimento, mas gradualmente a sensibilidade vai voltando ao normal.

Há casos em que é necessário administrar oxigênio ao paciente durante a endoscopia. Nessas situações, pode haver espirros e congestão nasal após o exame.

Embora a dor não seja um efeito adverso da endoscopia, alguns sinais e sintomas podem indicar complicações, tais como mal-estar, náuseas, vômitos ou sangramentos. Na presença dessas manifestações, o médico responsável pelo exame ou o setor de endoscopia do hospital deve ser contactado com urgência.

Como é feita a endoscopia?

A endoscopia é feita através de um aparelho (endoscópio) formado por um tubo flexível de aproximadamente 1 metro de comprimento e 1 centímetro diâmetro, com uma microcâmera instalada na sua extremidade.

Endoscópio

A microcâmera emite imagens do interior do tubo digestivo para um monitor, permitindo ao médico detectar e tratar doenças no esôfago, no estômago e na porção inicial do intestino.

O preparo para a endoscopia começa com um jejum de pelo menos 8 horas. Caso o paciente esteja utilizando algum medicamento de uso contínuo ou for alérgico a alguma substância, o médico deverá ser informado. 

Durante o procedimento, a pessoa fica deitada de lado, sobre o lado esquerdo do corpo, recebe medicação sedativa por via venosa, e spray de anestésicos na garganta. A seguir, coloca-se um bocal de plástico entre os dentes da pessoa e instala-se um cateter de oxigênio no nariz.

O endoscópio é então introduzido através desse bocal de plástico, e as imagens são então transmitidas pela câmera para um monitor aonde o médico consegue avaliar o sistema digestivo alto da pessoa. O exame de endoscopia dura, em média, de 5 a 10 minutos. 

Depois da endoscopia não é permitido dirigir e a pessoa deve seguir as orientações de uma alimentação mais leve.  

O médico responsável pela realização da endoscopia é o gastroenterologista.

Fiz colonoscopia e endoscopia e apareceu...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Meu parecer não é diferente da opinião que você já tem, quando faz um exame precisa estar preparada para todas as possibilidades, o mais importante é que você fez o certo e é uma pessoa preocupada com a saúde e com a prevenção, continue assim.

Meu marido fez endoscopia para cirurgia bariátrica...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Significa que ele tem uma inflamação no estômago que recebe o nome de gastrite, em relação a cirurgia tem que perguntar para o médico que irá operar.