Perguntar
Fechar
Ferritina alta ou baixa. Quais os sintomas, consequências e tratamentos?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

ferritina é uma proteína responsável pelo armazenamento do ferro dentro das células do nosso organismo. Quando seu valor está alterado, ela indica que há um desequilíbrio no estoque do ferro disponível.

Leia também:

O que é ferritina?

Um valor baixo de ferritina pode indicar uma deficiência de ferro. A pessoa pode sentir:

  • Fraqueza;
  • Dor de cabeça;
  • Irritabilidade;
  • Fadiga;
  • Cansaço;
  • Dificuldade em praticar exercícios;
  • Perversão do apetite (ter vontade de comer terra por exemplo);
  • Síndrome das pernas inquietas (saiba mais em: O que é a síndrome das pernas inquietas?).

Em alguns casos, a baixa da ferritina é recuperada com uma reorientação na dieta, em outros casos precisa do uso de medicamentos e, nos casos graves, há necessidade de transfusão de sangue.

Veja também: Como aumentar a ferritina?

Um valor alto de ferritina pode estar presente quando há sobrecarga de ferro no organismo em situações de estimulação de produção de ferritina pelo fígado e consequente liberação de ferro. Os sintomas podem ser:

  • Fraqueza;
  • Impotência nos homens;
  • Dor nas articulações;
  • Hiperpigmentação da pele;
  • Desordens no fígado;
  • Aumento do coração com ou sem insuficiência cardíaca;
  • Aumento da glicose no sangue.

O exame de Dosagem da Ferritina não é um exame de rotina. Ele pode ser solicitado na investigação das causas de anemia e da deficiência de ferro.

Leve o resultado dos exames na consulta de retorno para avaliação médica e continuação do seguimento clínico.

Como aumentar a ferritina?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

O tratamento para aumentar a ferritina, quando for indicado, pode incluir orientação na dieta, uso de medicamentos e, nos casos mais graves, pode ser necessário fazer transfusão de sangue.

Casos leves de ferritina baixa podem ser tratados apenas com uma alimentação adequada, priorizando alimentos ricos em ferro e vitamina C, pois esta vitamina aumenta a absorção de ferro pelo organismo.

Alguns alimentos ricos em ferro:

  • Carnes de boi e de porco;
  • Fígado de boi;
  • Miúdos de galinha;
  • Coração;
  • Feijão;
  • Gema de ovo;
  • Cereais matinais;
  • Beterraba;
  • Vegetais verde escuros (agrião, rúcula, espinafre, brócolis).

Vale lembrar que o ferro da carne vermelha é mais facilmente absorvido pelo organismo do que aquele presente nos vegetais.

Outro detalhe importante é que esses alimentos devem ser consumidos preferencialmente com alimentos ricos em vitamina C, para potencializar a absorção de ferro pelo corpo, tais como:

  • Acerola pura ou em polpa congelada;
  • Pimentão amarelo cru;
  • Folha de mandioca;
  • Caju;
  • Goiaba;
  • Salsa;
  • Laranja;
  • Cheiro verde;
  • Couve de Bruxelas;
  • Mamão papaia;
  • Kiwi;
  • Morango.

Um médico clínico geral, médico de família ou hematologista poderá antes de mais nada diagnosticar o problema que levou a ferritina baixa, assim orientando um tratamento mais adequado para o seu caso.

Leia também:

Ferritina alta ou baixa. Quais os sintomas, consequências e tratamentos?

O que é ferritina?

Qual é o nível normal de ferritina no exame de sangue?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

O valor de referência da ferritina é entre 40 a 200 ng/mL (mcg/L). Esse valor pode variar de acordo com o gênero e com a idade da pessoa.

ferritina é uma proteína responsável pelo armazenamento do ferro dentro das células do nosso organismo. Quando seu valor está alterado, ela indica que há um desequilíbrio no estoque do ferro disponível.

Ela pode ser medida a partir do exame de sangue específico chamado Dosagem de Ferritina. Com esse exame é possível saber o estoque de ferro disponível e diagnosticar possíveis deficiências de ferro no organismo.

O exame de Dosagem da Ferritina não é um exame de rotina. Geralmente ele é feito durante a investigação das causas de anemia e da deficiência de ferro.

Todo exame solicitado por profissionais de saúde deve ser levado na consulta de retorno para uma leitura pormenorizada e para correlacionar com o quadro clínico do/a paciente.

Leia também:

Ferritina alta ou baixa: Quais os sintomas, consequências e tratamentos?

O que é ferritina?

O que é ferritina?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

A ferritina é uma proteína responsável pelo armazenamento do ferro dentro das células do nosso organismo.

Ela pode ser medida a partir do exame de sangue específico chamado Dosagem de Ferritina. Com esse exame é possível saber o estoque de ferro disponível e diagnosticar possíveis deficiências de ferro no organismo.

O exame de Dosagem da Ferritina não é um exame de rotina. Geralmente ele é feito durante a investigação das causas de anemia e da deficiência de ferro.

Todo exame solicitado por profissionais de saúde deve ser levado na consulta de retorno para uma leitura pormenorizada e para correlacionar com o quadro clínico do/a paciente.

Também pode lhe interessar: Como aumentar a ferritina?

Estou com ferritina alterada e gostaria de saber como fazer para baixar, e o que devo comer?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Não se trata um exame alterado e sim uma pessoa doente com um diagnóstico estabelecido, você precisa levar seu exame de volta ao médico que pediu, ele deve ter alguma suspeita para ter solicitado esse exame e a partir da sua história, somado ao exame físico e apoiado nos exames o médico pode formular o diagnóstico, somente depois disso é que se começa a pensar nas possibilidades de tratamento.

Ferritina baixa é grave? Quais os sintomas?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Depende. A ferritina baixa é um sinal de falta de ferro e pode ser grave, dependendo da sua causa. Se for provocada, por exemplo, por um sangramento, é considerada uma condição grave.

No entanto, a causa mais comum de ferritina baixa é a anemia por carência de ferro, encontrada em pessoas que se alimentam mal. Trata-se de um problema simples, que se resolve com orientação alimentar.

A ferritina é uma proteína produzida pelo fígado, responsável por armazenar ferro. Conforme o ferro reduz no sangue, o organismo consome mais ferritina. Sabendo que o ferro é essencial para a produção das hemácias, os níveis baixos de ferro e ferritina levam ao quadro de anemia.

Os valores normais de ferritina no sangue são:

  • Homens: 23 a 336 ng/mL;
  • Mulheres: 11 a 306 ng/mL.

Estes valores podem variar de acordo com o laboratório.

Quais os sintomas de ferritina baixa?

Os sintomas mais comuns de ferritina baixa, lembrando que é bastante associada aos quadros de anemia, incluem:

  • Cansaço
  • Queda de cabelo
  • Palidez
  • Fraqueza
  • Tontura
  • Dores de cabeça
  • Dificuldade para respirar
  • Batimento cardíaco acelerado
  • Insuficiência cardíaca
  • Síndrome das pernas inquietas (sensação de desconforto nas pernas que provoca uma vontade incontrolável de movimentá-las)
Quais as causas de ferritina baixa?

As principais causas de ferritina baixa são:

  • Anemia ferropriva (anemia por deficiência de ferro)
  • Alimentação pobre em ferro e vitamina C
  • Sangramento menstrual intenso
  • Hipotiroidismo
  • Tumor
  • Sangramento gastrointestinal (sangramento no esôfago, estômago ou intestinos)
Quando devo fazer o exame de ferritina?

A dosagem de ferritina no sangue não costuma fazer parte dos exames de rotina. De forma geral o médico solicita o exame quando suspeita de deficiência de ferro como, por exemplo, nos casos de fraqueza, cansaço, queda de cabelo ou insônia, sem uma causa aparente.

Pode ser solicitada também, quando o paciente apresenta um hemograma (exame de sangue) com níveis baixos de hemoglobina ou alteração nas hemácias (glóbulos vermelhos do sangue).

O exame é feito a partir de uma amostra de sangue e não é necessário jejum ou qualquer outro preparo para a sua realização. Frequentemente é solicitado em conjunto com o hemograma e com a dosagem de ferro na circulação sanguínea (ferro sérico).

Qual o tratamento para ferritina baixa?

O tratamento para ferritina baixa depende da sua causa, mas a alimentação adequada é recomendada para todas as situações.

A alimentação equilibrada e rica em ferro, é essencial para auxiliar na reposição da ferritina. Entretanto, dependendo dos valores de ferro e ferritina no sangue, pode não ser suficiente porque demora mais a alcançar os valores ideais.

O suplemento de sulfato ferroso combinado com vitamina C, é uma opção de tratamento com resposta mais rápida, pelas concentrações das substâncias nos comprimidos. O comprimido deve ser tomado após as refeições, junto com água ou suco de frutas, para melhor absorção. Nunca tomar com leite ou bebidas alcoólicas.

Para casos de anemia devido ao fluxo menstrual volumoso, vale a pena avaliar com a ginecologista, as possibilidades de suspender a menstruação, com o uso constante de anticoncepcionais ou usar sulfato ferroso durante esse período.

Por fim, nos casos de tumores ou sangramentos do sistema digestivo, o tratamento costuma ser cirúrgico, por vezes de urgência, para cessar o sangramento. Após o tratamento definitivo, a reposição de ferro e suplementos deverá ser avaliada pelo médico clínico geral ou hematologista.

O tratamento deve ser mantido durante aproximadamente 6 meses depois de o exame de sangue mostrar que os níveis de ferritina e ferro no organismo se encontram normais.

Quais são os alimentos ricos em ferro?

A alimentação rica em ferro, inclui principalmente:

  • Carne vermelha;
  • Miúdos da galinha;
  • Feijão,
  • Vegetais verde-escuros como o agrião, espinafre, couve e brócolis,
  • Alimentos enriquecidos com ferro como leite, iogurte, pães e cereais.

Além disso, alimente-se com produtos ricos em vitamina C como laranja, limão, goiaba, pimentão, morango e vegetais verde-escuros (agrião, espinafre), pois auxiliam na absorção do ferro pelo organismo.

É normal ter ferritina baixa durante a gravidez?

Sim, é normal que as mulheres grávidas apresentem taxas baixas de ferritina. Isto acontece porque durante a gravidez, embora a quantidade de sangue da mulher aumente, grande volume de ferro passa para o bebê através da placenta.

O acompanhamento dos níveis de ferro e ferritina são feitos durante o pré-natal e, se necessário, são efetuados ajustes na alimentação ou suplementação com ferro.

O médico que solicitou o exame de ferritina é o responsável pela interpretação dos resultados e indicação do melhor tratamento.

Referências:

  • Centers for Disease Control and Prevention: Iron
  • Iron Disorders Intitute