Perguntar
Fechar
Fezes escuras, o que pode ser?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

Fezes escuras podem ser causadas pela ingestão, em grande quantidade, de alimentos com folhas escuras, feijão preto, consumo de vinho tinto, ou por medicações, como o sulfato ferroso. Os sangramentos do sistema digestivo em regiões como boca, esôfago, estômago e duodeno (região superior do intestino delgado) também são responsáveis por fezes de coloração escura. Os sangramentos mais intensos do sistema digestivo apresentam fezes escuras com cheiro forte e característico (melena).

As causas para estes sangramentos podem ser variadas e, dentre elas, as mais frequentes são as lesões traumáticas, úlceras, esofagites, varizes esofagianas, pólipos e tumores gastrointestinais.

O gastroenterologista é o médico responsável pelo diagnóstico e tratamento dos problemas do sistema digestivo, como no caso de alterações das fezes.

Fezes escuras na gravidez é normal?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

Fezes escuras na gravidez podem ser normais caso a gestante esteja tomando sulfato ferroso ou qualquer outra medicação com ferro na sua composição. Essas medicações, que são comumente usadas na gravidez para suplementação de ferro e outras vitaminas, levam à coloração mais escura das fezes. 

É importante afastar a possibilidade de sangramentos no sistema digestivo alto (esôfago, estômago e duodeno) como causa de escurecimento das fezes.

O obstetra é o médico indicado para o diagnóstico e orientações sobre os problemas surgidos durante a gravidez, como no caso de alterações das fezes.

Ferro causa fezes escuras?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

Sim, a ingestão de medicamentos com ferro na sua composição causam fezes escuras, como no caso do sulfato ferroso ou do ácido fólico com ferro.

Uma das principais causas de anemia é a deficiência de ferro na dieta e a utilização de medicamentos com ferro é bastante comum, sendo a queixa de fezes escurecidas muito frequente. 

O que causa fezes escuras?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

Fezes escuras podem ser causadas pela ingestão, em grande quantidade, de alimentos ricos em pigmentos, como os de folhas escuras e feijão preto, devido ao consumo de vinho tinto, ou ainda, por medicações, como o do sulfato ferroso. As fezes tendem a apresentar uma coloração bem escura e com cheiro muito forte (melena) nos casos de sangramentos da região alta do sistema digestivo como boca, esôfago, estômago ou duodeno (parte superior do intestino delgado).

As causas para estes sangramentos podem ser variadas e, dentre elas, as mais frequentes são as lesões traumáticas, úlceras, esofagites, varizes esofagianas, pólipos e tumores gastrointestinais. 

O gastroenterologista é o médico indicado para realizar o diagnóstico e o tratamento dos problemas do sistema digestivo.

Fezes escuras com sangue, o que é?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Fezes escuras com sangue podem ocorrer devido a um sangramento do sistema digestivo. As causas para esses sangramentos podem variar:

  • Presença de vermes nos intestinos,
  • Lesões traumáticas,
  • Esofagites,
  • Varizes esofagianas,
  • Úlceras,
  • Hemorroidas e
  • Tumores.

Quando o sangramento ocorre na boca, esôfago, estômago ou duodeno (parte superior do intestino delgado), as fezes tendem a apresentar uma coloração bem escura e um cheiro forte característico (melena), principalmente em presença de sangramentos intensos.

Nesses casos, outros sinais e sintomas também podem estar presentes, como hipotensão arterial (pressão baixa), aumento da frequência cardíaca (taquicardia) e palidez cutânea.

Quando o sangramento ocorre nas regiões baixas do sistema digestivo, como intestino grosso (cólon), reto e ânus, as fezes são acompanhadas de sangue com a coloração vermelho vivo (hematoquezia).

Esse tipo de sangramento também pode ser notado pela presença de pingos de sangue no vaso sanitário e no papel higiênico.

Sangue oculto nas fezes

Quando as fezes não estão escuras e não apresentam sangue visível a olho nu, pode ser feito um exame em laboratório que permite detectar sangue oculto nas fezes. Esse teste pode identificar pequenas quantidades de sangue, normalmente quando este não é visível nas fezes.

O exame de sangue oculto nas fezes é usado para rastrear pólipos intestinais, que algumas vezes são consideradas lesões pré-cancerígenas.

Para realizar o exame, utiliza-se uma pequena amostra de fezes recolhida pela própria pessoa. A amostra é então analisada em laboratório para se detectar a presença de sangue.

Há casos em que para fazer o exame é necessário realizar uma dieta específica, que deve começar de 3 a 5 dias antes do exame. Porém, há exames em que não é necessário fazer nenhuma dieta especial.

O/a médico/a de família, clínico/a geral, gastroenterologista ou proctologista são especialistas responsáveis pela avaliação de pacientes que estejam com fezes escuras com sangue.

Melena (fezes escuras): o que é? Quais são as causas?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

A melena se caracteriza por fezes escuras, normalmente de consistência pastosa, com aspecto brilhante, semelhante à borra de café ou petróleo e com odor fétido muito forte.

Trata-se de um sinal típico de hemorragia digestiva alta, ou seja, sinal de sangramento no trato gastrointestinal alto (esôfago, estômago ou intestino delgado).

A aparência deste sangramento se dá pelo fato de a hemorragia ocorrer no início do trato digestivo e passar por todo o processo de digestão antes de ser eliminado nas fezes.

Por isso, a melena só é observada nos casos de sangramento moderado ou grave. Quando o sangramento é pequeno, acaba por ser absorvido durante todo o trajeto, ou é tão discreta que se torna imperceptível a olho nu, sendo necessário um exame de laboratório para essa pesquisa, o teste de sangue oculto nas fezes.

Quais são as causas da melena?

Em geral, a melena é consequência de hemorragias no estômago ou duodeno. São várias as doenças que podem levar a essa agressão e consequente sangramento, como as doenças citadas abaixo.

  • Gastrite aguda,
  • Úlcera gástrica,
  • Úlcera duodenal,
  • Esofagite de refluxo,
  • Varizes de esôfago,
  • Câncer,
  • Abuso de medicamentos, especialmente, quando ingeridos em jejum (anti-inflamatórios, analgésicos, antitérmicos).
Melena tem tratamento?

Sim. O principal objetivo do tratamento da melena é detectar rapidamente a causa da hemorragia para interromper o sangramento.

Nos casos mais leves, por exemplo, sangramento de varizes esofágicas ou úlcera pequena, é possível tratar por meio de endoscopia digestiva alta, inserindo balão esofágico, que comprime das varizes, ou suturando (costurando) a úlcera.

Nos casos mais graves ou de instabilidade clínica, pode ser necessário um procedimento cirúrgico de urgência, entretanto são casos mais raros.

Existe prevenção para a melena?

Prevenir a melena implica em prevenir as hemorragias digestivas altas. Para isto é necessário:

  • Evitar a automedicação, especialmente, com menor uso de anti-inflamatórios;
  • Buscar ajuda médica rapidamente se observar a presença de melena, dor, desconforto ou vômitos constantes;
  • Evitar hábitos como o tabagismo e consumo excessivo de bebidas alcoólicas;
  • Se houver indicação médica para uso de anti-inflamatório por tempo prolongado, avaliar a necessidade de fazer uso de um antiácido associado;
  • Higienizar verduras, frutas e legumes com hipoclorito de sódio para evitar bactérias;
  • Alimentar-se adequadamente, evitar o jejum.

Pode lhe interessar também:

Fezes escuras com sangue, o que é?

Sangue nas fezes, o que pode ser?

Ir ao banheiro mais que uma vez ao dia e fezes escuras é normal?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Ir ao banheiro mais de uma vez ao dia pode ser normal, mas as fezes escuras, geralmente são um sinal de alerta, que deve ser avaliado por um médico, de preferência gastroenterologista.

As mudanças no hábito intestinal, seja quantidade de vezes que vai ao banheiro para evacuar, ou modificação de forma, consistência e cor das fezes, varia muito com a alimentação adotada, estado emocional e com a prática de exercícios físicos.

Uma alimentação rica em fibras, saladas e alimentos gordurosos estimulam mais a evacuação, assim como os exercícios em excesso, ansiedade, estresse, infecção intestinal e período menstrual.

Quais são as causas de fezes escuras? 1. Uso de sulfato ferroso

O uso de medicamentos, como o sulfato ferroso, indicado para o tratamento de anemias, é uma causa frequente de fezes escuras. Não é uma situação preocupante, mas é importante informar ao médico, para que possa confirmar ser a única causa desse sintoma.

Não é necessário interromper a medicação.

2. Alimentação rica em ferro

O consumo de alimentos ricos em ferro, como a carne vermelha, feijão preto, lentilha e alimentos verde-escuro, como espinafre e couve, é uma outra causa comum de fezes mais escuras.

Nesse caso, procure consumir outros alimentos durante dois a 3 dias, para avaliar a mudança da cor das fezes. Quando as fezes continuam negras, mesmo após a modificação da dieta, é preciso procurar um médico para avaliação mais criteriosa.

3. Doenças do trato gastrointestinal

Doenças do trato digestivo, como a úlcera de estômago, úlcera de duodeno, tumores e sangramento intestinal são causas preocupantes de fezes escuras.

O sangramento localizado na início do sistema digestivo (esôfago, estômago e duodeno), passa por todo o processo digestivo no instestino, sendo eliminado nas fezes com coloração escura, consistência amolecidas, com aspecto "brilhoso" e com cheiro extremamente forte e desagradável, são das fezes denominadas melena.

Portanto, a melena é característica de uma doença gástrica grave. Na suspeita de sangramento nas fezes, procure um serviço de emergência.

Qual é a cor normal do coco?

A coloração considerada normal para as fezes, é castanho ou marrom escuro.

Sabemos que diversas situações podem alterar essa cor, sem que causa grandes preocupação, por serem situações momentâneas, como o uso de antibióticos, que muitas vezes causa diarreia durante o seu uso. Uma infecçao intestinal, que causa amolecimento das fezes, presença de sangue e muco, que melhora após o tratamento. Ou mesmo a alimentação rica em gordura, que torna as fezes constantemente amolecidas, até que o planejamento alimentar seja ajustado.

No entanto, são situações passageiras. Quando as fezes se alteram por mais de 3 a 5 dias, sem causa parente, é preciso procurar atendimento médico.

Ansiedade muda a cor das fezes?

Não. A ansiedade pode levar a mudança de hábitos, como ir mais vezes ao banheiro, evacuar mais vezes, mas não altera a sua cor.

Os transtornos de humor podem causar também uma modificação na alimentação. Muitas pessoas passam a comer mais doces, inclusive chocolate, em situações de estresse, e esses alimentos sim, podem escurecer as fezes.

Com o retorno de uma alimentação normal, a cor tende a ficar mais amarronzada novamente.

Quando é preciso procurar um médico?

Na presença de fezes muito escuras, associadas a um ou mais sintomas dos listados abaixo, é preciso procurar um atendimento médico imediatamente, são eles:

  • Febre alta (acima de 38,5);
  • Sangue vivo nas fezes;
  • Perda de peso sem motivo aparente;
  • Sintomas de fraqueza, sonolência, cansaço extremo;
  • Presença de fezes em formato de "fita";
  • Fezes com aspecto de melena (cor negra, brilhosa e cheiro extremamente forte e fétido).

O médico responsável pelos problemas gastrointestinais é o gastroenterologista. Nos casos de sinal de gravidade, como a febre alta, sangramento e sintomas de fraqueza, procure uma emergência médica.

Pode lhe interessar também:

Fezes escuras, fezes claras, esverdeadas ou fezes com sangue, o que pode ser?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

A mudança de cor ou de consistência das fezes, pode ser causada por alimentos diversos, medicamentos ou pela presença de alguma doença no organismo. Portanto, deve sempre ser considerado uma avaliação médica, especialmente se for frequente.

As fezes, popularmente chamada de cocô, representam a saúde do trato gastrointestinal de cada um. A sua composição pode sinalizar ajudar a descobrir problemas na saúde ainda estágios iniciais, possibilitando melhor tratamento e resultados.

Esteja atento a essas alterações, e se persistirem por mais de 5 a 7 dias, procure um médico da família ou gastroenterologista para avaliação mais cuidadosa.

Qual a cor normal do cocô?

A coloração considerada normal para o cocô, deve ser castanho, em geral castanho-escuro. A coloração mais escura, mais clara, esverdeada, amarelada, com presença de sangue ou de muco, sinalizam diferentes situações, que detalhamos mais adiante para cada caso.

A consistência deve ser mais endurecida, porém úmida, sem causar dificuldade ou dor na sua eliminação.

Fezes escuras, o que pode ser?

As fezes de cor escura, podem estar relacionadas a alimentação, como o consumo exagerado de alimentos escuros ou arroxeados, como a beterraba. Pode ser devido ao uso de certos medicamento, como na reposição de ferro (sulfato ferroso), ou por um sangramento no sistema digestivo, principalmente o estômago, o que chamamos de hemorragia digestiva.

Na hemorragia, o sangue é digerido e eliminado nas fezes, que se tornam bem escuras, quase pretas, com a consistência amolecida e aspecto brilhoso e um odor extremamente forte e desagradável, característico. Essas fezes recebem o nome de melena.

A causa mais frequente de melena é a perfuração de uma úlcera (ferida), na parede do estômago. Uma situação de urgência, que se não for tratada rapidamente, pode levar à morte. Por isso, na suspeita de melena, procure um atendimento de urgência, imediatamente.

Fezes claras, o que pode ser?

As fezes claras, são consequência da falta do pigmento bilirrubina no bolo fecal, e isso acontece principalmente quando existe algum problema nas vias biliares ou no fígado.

Dentre as doenças que mais ocasionam as fezes claras podemos citar, as hepatites, cirrose hepática, alcoolismo, uso de certos medicamentos, presença de "pedras" ou cálculos na vesícula e obstrução do ducto biliar.

No caso de fezes muito claras, procure um gastroenterologista para iniciar uma investigação e tratamento.

Fezes verdes ou esverdeadas, o que pode ser?

A presença de fezes verdes ou esverdeadas, sugere algum problema na digestão, ou na flora bacteriana intestinal, responsável por modificar a cor esverdeada da bilirrubina para o castanho.

Infecção intestinal (gastroenterite), uso de antibióticos, remédios de emagrecimentos, ansiedade ou qualquer situação que acelere a passagem do bolo fecal, impede a ação das bactérias naturais do órgão, mantendo a cor esverdeada das fezes.

Alguns alimentos também são capazes de modificar a coloração das fezes mesmo que aconteça a ação normal das bactérias, como a alface, brócolis, agrião, espinafre e outros alimentos de coloração ver-escura.

Fezes amarelas ou amareladas, o que pode ser?

As fezes mais amareladas, ocorrem devido à dificuldade na absorção de gordura.

O que pode acontecer nos casos de infecção intestinal, alimentação com alto teor de gordura, doença celíaca, intolerância a lactose, pancreatite, síndrome do intestino irritável, parasitose intestinal, entre outras.

Na suspeita de infecção, especialmente no caso de fezes amolecidas, amareladas ou esverdeadas, associada a cólica e febre, é importante procurar um atendimento de emergência, para iniciar o tratamento correto e evitar complicações.

Fezes avermelhadas ou com sangue, o que pode ser?

As fezes com presença de sangue vivo, ou avermelhada, não "escuras" como no caso da melena (descrita acima), falam a favor de uma doença do trato intestinal baixo, ou lesão de vasos sanguíneos próximos ao reto, orifício de saída das fezes. Porque não deu tempo de "digerir" esse sangue, por isso é mais vermelho.

As hemorroidas, feridas, traumas e pólipos intestinais são as causas mais frequentes desse sangramento. Raramente, pode representar um quadro de câncer de cólon, em estágio mais avançado.

Sendo assim, se o sangramento persistir por mais de 3 a 5 dias ou perceber outros sintomas, como perda de peso, mal-estar e fraqueza, deve procurar um gastroenterologista para avaliação médica.

Muco nas fezes, o que pode ser?

O muco é uma espécie de descamação da mucosa do intestino, que pode ser expelido com as fezes em situações de maior peristaltismo, como no uso de laxantes, na preseça de infecção intestinal, mais uma vez, ou outras doenças intestinais.

A diferença se dá pela quantidade de muco expelido e pela presença ou não de sintomas associados. Na eliminação natural, o muco é encontrado em pequena quantidade e não há mais sintomas.

No caso de doenças intestinais, como infecções, pólipos, tumores ou síndrome do cólon irritável, outros sintomas são encontrados, por exemplo, a diminuição do apetite, perda de peso, náuseas, vômitos, febre e oscilação do trânsito intestinal.

Fezes moles ou muito duras, o que pode ser? Fezes amolecidas

As fezes mais amolecidas, ou “coco mole”, costuma acontecer nos casos de alimentação líquida ou gordurosa, uso de antibióticos e outros medicamentos mais potentes. Para cada um dos casos, será indicado um tratamento e orientações.

Fezes muito duras

A desidratação e alimentação inadequada, são sem dúvida a principal causa para essas situações. Ainda, a falta de atividade física e estilo de vida, contribuem para a formação desse tipo de fezes. Procure um profissional dessa área, nutricionista e ou nutrólogo, para planejamento alimentar individualizado.

Quais são os alimentos que podem alterar a cor do coco?

Os alimentos que costumam causar alterações na cor das fezes são alimentos verde-escuro, como brócolis, espinafre, couve; beterraba e o alface.

Vale ressaltar que a mudança de cor devido à alimentação, não oferece riscos à saúde, nem deve ser modificada por esse motivo.

Quais os remédios que podem alterar a cor do coco?

Dentre os remédios mais comuns que alteram a coloração do cocô, podemos citar os antibióticos e o suplemento de ferro.

Na presença de mudança de consistência, cor ou situações que perceba alterada no trânsito intestinal, ou nas fezes eliminadas, procure um médico especialista, gastroenterologista, que poderá avaliar e orientar o seu caso adequadamente.

Pode lhe interessar ainda: