Perguntar
Fechar

Fezes com Sangue

Ao defecar vejo sangue no papel higiênico...
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Sim. Uma das principais causas de sangramento anal são as hemorroidas, que são dilatações das veias que ficam na região do reto e do ânus, as hemorroidas podem se romper após esforço para evacuar causando sagramento vermelho vivo, eventualmente, dor anal e protrusão (sensação de bolinha no ânus).

Outra causa comum de sangramento anal é a presença de fissuras anais, que são pequenas lesões na borda do ânus, que também podem levar a sangramento, principalmente após a evacuação, e muita dor. 

Há alguns fatores de risco para o surgimento de hemorroidas, entre eles a idade, acima de 30 anos a prevalência aumenta, sendo ainda mais comum entre os 45 e os 65 anos. Já a constipação crônica, também chamada de prisão de ventre ou intestino preso, é um dos principais fatores de risco por conta do esforço excessivo realizado durante a evacuação e da presença de fezes endurecidas. A gravidez também predispõe ao aparecimento de hemorroidas, por causa das influências hormonais da progesterona.

Sintomas mais leves de hemorroidas podem ser tratados com uma alimentação rica em fibras, ingesta adequada de água e prática de atividade física. Essas três ações contribuem para um adequado funcionamento intestinal.

Em alguns casos pode ser prescrito pelo médico pomadas que aliviam a dor. Em casa pode-se fazer banho de assento com água quente, que geralmente oferece algum alívio. Em casos mais graves pode estar indicada a realização de cirurgia. 

Existem ainda outras causas de sangramento anal como diverticulite, pólipos, tumores e outros problemas que podem atingir o reto e o ânus. Portanto, na presença de sangramento anal é muito importante consultar um médico de família ou clínico geral que irá examinar a região anal e definir o diagnóstico.

Em muitos casos não é necessário nenhum outro exame adicional, no entanto, quando o médico suspeita de outras doenças, como divertículos e tumores, ele pode solicitar exames, como a colonoscopia. No caso de doenças mais complexas, pode ser necessário o encaminhamento para o médico especialista em doenças do ânus e do reto, o proctologista.

Veja também:

Como saber se tenho hemorroidas e quais os sintomas?

Fezes com sangue vivo, o que pode ser?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

Fezes com sangue vivo são um sinal de sangramento na região baixa do sistema digestivo (intestino grosso, reto e ânus). As causas mais frequentes são devidas à lesões no ânus (fissuras anais) e hemorroidas, que geralmente sangram em situações que exigem esforço para evacuar (constipação). Outras causas de sangramentos são: pólipos, diverticuloses, vermes, doenças infecciosas e inflamatórias intestinais (colites, doença de Crohn, retocolite ulcerativa) e tumores. 

A constipação pode ser amenizada com ingestão de mais líquidos e a manutenção de uma alimentação saudável com muitas frutas, vegetais e fibras. A atividade física regular, como caminhar, estimula o trânsito intestinal, melhorando a constipação.

O gastroenterologista ou o proctologista são os médicos especialistas indicados para realizar o diagnóstico e tratamento de problemas do sistema digestivo, como no caso de presença de sangue nas fezes.

Sangue nas fezes de bebê, o que pode ser?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

A presença de sangue nas fezes do bebê pode ter várias causas dependendo da idade do bebê. Uma das mais frequentes ocorre devido à dificuldade para evacuar (constipação) que pode surgir em bebês que ainda estão mamando, mas que geralmente ocorre quando há a introdução de novos alimentos na sua dieta, além do leite materno. As fezes ressecadas e o esforço para evacuar podem causar uma pequena lesão (fissura) na região anal, provocando sangramento em pequena quantidade.

Outra situação menos frequente da presença de sangue nas fezes decorre da colite alérgica, na qual a criança tem cólicas devido à alergia a alguns dos alimentos ingeridos. Sangue nas fezes de recém-nascidos não é normal e pode significar um problema mais grave, assim como a presença de sangue nas fezes acompanhada de dor e inchaço abdominal (distensão) nos bebês.

Em qualquer situação de presença de sangue nas fezes do bebê, independente da idade, deve-se consultar o pediatra para a realização do diagnóstico do problema e seu tratamento.

Sangue nas fezes, o que pode ser?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

A presença de sangue nas fezes pode ter muitas causas. Quando o sangue existente nas fezes tem coloração vermelho vivo, indica que o sangramento ocorreu nas regiões baixas do sistema digestivo (intestino grosso, reto e ânus). Esse tipo de sangramento pode ser causado por hemorroidas, fissuras anais, lesões causadas por algum tipo de trauma nessas regiões, vermes, pólipos, diverticuloses, doenças inflamatórias intestinais (doença de Crohn e retocolite ulcerativa) e tumores.

Quando esse sangramento ocorre na boca, esôfago, estômago ou duodeno (parte superior do intestino delgado), as fezes tendem a apresentar uma coloração bem escura e um cheiro forte característico (melena), principalmente após sangramentos mais intensos. Entre as causas para estes sangramentos temos as lesões traumáticas, úlceras, esofagites, varizes esofagianas, pólipos e tumores

Sangue nas fezes em pequena quantidade

O sangramento retal mais comum é aquele em que se observa uma pequena quantidade de sangue nas fezes ou o sangue só é notado no papel higiênico. Na grande maioria dos casos, esses pequenos sangramentos não indicam nada de grave e são causados principalmente por hemorroidas e fissuras anais.

As causas incluem principalmente hemorroidas, fissuras anais, pólipos intestinais, inflamação na porção final do intestino ou no ânus, úlceras no reto, câncer no reto ou no ânus e endometriose intestinal.

No caso das hemorroidas, os sintomas incluem dor ao evacuar e presença de pequenas quantidades de sangue nas fezes. O sangramento pode ser percebido sob a forma de gotas de sangue que surgem após evacuar ou no papel higiênico ao se limpar.

Leia também: Como saber se tenho hemorroidas e quais os sintomas?

As fissuras anais causam dor intensa ao evacuar e o sangue pode ser notado em pequenas quantidades nas fezes, no vaso sanitário ou no papel higiênico.

Sangue nas fezes em média e grande quantidade

Se houver uma quantidade moderada ou grande de sangue nas fezes ou quando as fezes estão com uma coloração bem escura (melena), é provável que o sangramento tenha origem mais interna, como no cólon, no duodeno ou no estômago.

Nesses casos, as causas mais comuns incluem úlcera no estômago ou intestino, lesões no esôfago, doença diverticular do cólon, câncer de intestino, infecção intestinal, doença inflamatória do intestino e angiodisplasia (presença de vasos sanguíneos dilatados na camada interna do intestino grosso).

O gastroenterologista ou o proctologista são os especialistas que diagnosticam e tratam os problemas do sistema digestivo, como no caso de presença de sangue nas fezes.

Também pode lhe interessar: Tive um sangramento anal o que pode ser?

Sangue oculto nas fezes: Para que serve e como entender os resultados?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

O exame de sangue oculto nas fezes é um teste feito em laboratório que serve para detectar a presença de quantidades muito pequenas de sangue nas fezes, normalmente não visíveis a olho nú.

A pesquisa de sangue oculto nas fezes é usada para rastrear a presença de pólipos intestinais, que são lesões precursoras do câncer colorretal.

O exame é feito mediante a coleta de uma pequena amostra de fezes feita pelo paciente, que é então analisada no laboratório.

Tipos de exame

Há 2 tipos de pesquisa de sangue nas fezes. Um deles necessita de uma dieta específica que deve começar 3 a 5 dias antes do exame, enquanto que o outro não.

O primeiro é o mais utilizado e a dieta deve ser seguida rigorosamente. O outro tipo de exame rastreia especificamente o sangue humano, pelo que os seus resultados não são alterados pela alimentação e outros fatores.

ResultadosPositivo

Quando o resultado é positivo, não significa necessariamente que a pessoa esteja com câncer, mas permite investigar logo a causa antes mesmo dela manifestar outros sintomas. Contudo, vale lembrar que sangue oculto nas fezes costuma ser o primeiro sinal do câncer colorretal.

Veja também: Quais são os sintomas do câncer de cólon?

Há ainda casos de falso-positivos, muitas vezes decorrentes de sangramentos na gengiva ou no nariz (pois a pessoa pode engolir sangue), menstruação, ingestão de carne e uso de certos medicamentos.

Resultados positivos de sangue oculto nas fezes devem ser avaliados por colonoscopia. Quando o resultado do teste dá negativo, o exame deve ser repetido no ano seguinte.

Dieta

Os alimentos e outros produtos que devem ser evitados para quem vai realizar o exame de sangue oculto nas fezes incluem:

  • Carne vermelha, nabo, rabanete, vitamina C, ferro;
  • Medicamentos como aspirina e ibuprofeno;
  • Pasta de dente com clorofila.

Alimentos permitidos em pequenas quantidades:

  • Aves e peixes;
  • Enlatados;
  • Amendoim;
  • Aveia.

Alimentos que podem ser consumidos sem restrição:

  • Hortaliças (alface, espinafre, agrião, rúcula);
  • Milho;
  • Frutas.

A interpretação dos resultados do exame devem ser avaliados pelo/a médico/a que o solicitou.

Saiba mais em:

Sangue nas fezes, o que pode ser?

Fezes escuras com sangue, o que é?

Quais os sintomas de sangue nas fezes?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

Os sinais e sintomas da presença de sangue nas fezes variam de acordo com o distúrbio causador e com a intensidade do sangramento.

Fezes com coloração escura e com um cheiro forte, podem indicar a presença de um sangramento do sistema digestivo alto (boca, esôfago, estômago e duodeno). Também podem estar presentes outros sinais e sintomas associados como pressão baixa (hipotensão), pulso acelerado (taquicardia) e palidez cutânea.

Fezes acompanhadas de sangue com coloração vermelho vivo, indicam sangramento mais próximo, nas regiões baixas do sistema digestivo, como intestino grosso, reto e ânus. Esse tipo de sangramento também pode ser identificado pela presença de pingos de sangue no vaso sanitário e no papel higiênico após a limpeza do ânus.

Porém, existe o exame de sangue oculto nas fezes, que é um teste de laboratório que identifica quantidades muito pequenas de sangue nas fezes. Nesses casos, o sangue normalmente não é visível a olho nú.

Esse tipo de exame é utilizado no rastreio de pólipos intestinais, que são consideradas lesões pré-cancerígenas.

O exame de sangue oculto nas fezes é realizado através da coleta de uma pequena amostra de fezes feita pela própria pessoa, para depois ser analisada em laboratório. Pode ser feito de duas formas: uma delas necessita de uma dieta específica que deve ter início de 3 a 5 dias antes do exame, enquanto que a outra forma não precisa de dieta especial.

O gastroenterologista ou o proctologista são os especialistas responsáveis pela pesquisa de presença de sangue nas fezes, capaz de definir diagnóstico e tratamentos para cada caso.

Pode lhe interessar também: Sangue oculto nas fezes: Para que serve e como entender os resultados?

Sangue nas fezes na gravidez, o que pode ser?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

Durante a gravidez, a presença de sangue nas fezes pode ocorrer devido às alterações intestinais sofridas nessa fase, que causam dificuldades na evacuação (constipação). 

A prisão de ventre provoca o ressecamento das fezes e causa esforço para evacuar. Por isso é comum o aparecimento de hemorroidas e lesões no ânus (fissuras anais) que podem sangrar durante a evacuação.

Como combater a prisão de ventre na gravidez?

Para amenizar a constipação intestinal, é importante tomar muitos líquidos e manter uma alimentação variada com frutas, vegetais e fibras. A prática de atividades físicas regulares, como as caminhadas, também pode ajudar a melhorar o trânsito intestinal.

A constipação intestinal é bastante comum na gravidez, principalmente a partir do segundo trimestre de gestação. A prisão de ventre gestacional tem como causas as alterações hormonais que interferem no funcionamento do intestino, deixando-o mais lento, além do aumento do tamanho do útero, que pressiona o intestino.

Uma alimentação rica em fibras favorece o trânsito intestinal, pois facilita a passagem do bolo alimentar pelo intestino. Alguns alimentos que são boas fontes de fibras incluem frutas, como maçã, laranja e ameixa, vegetais (cenoura, feijão, ervilhas, lentilha, tomate, alface, espinafre) e sucos de frutas naturais .

O consumo diário de água recomendado para combater a prisão de ventre na gravidez é de pelo menos 8 copos por dia. A ingestão de água é importante, pois amolece as fezes e favorece a sua passagem pelo intestino.

Além disso, ao aumentar a ingestão de fibras, é importante aumentar também a ingestão de água, já que as fibras mais secas podem favorecer a constipação intestinal. Comer fibras sem beber água suficiente pode até piorar a prisão de ventre.

A prática regular de atividade física moderada também é bom para combater a prisão de ventre na gravidez, pois estimula os movimentos intestinais que empurram o bolo fecal.

Vale ressaltar que a gestante só deve fazer uso de laxantes, chás e medicamentos para soltar o intestino com indicação médica. Usar essas substâncias sem conhecimento do médico obstetra pode prejudicar o bebê ou ainda provocar um aborto.

Quais são as outras causas de sangue nas fezes na gravidez?

A presença de sangue nas fezes pode ter como causa outros distúrbios do sistema digestivo (boca, esôfago, estômago, intestinos, reto e ânus), que também podem causar sangramentos. Isso torna as fezes escuras ou com presença de sangue vermelho vivo.

Se o sangue apresentar coloração vermelho vivo, é provável que o sangramento tenha ocorrido no intestino grosso, no reto ou no ânus. Esse tipo de sangramento pode ter como causa hemorroidas e fissuras anais, que são lesões frequentes na gravidez.

Outras causas para sangramentos nessas partes do aparelho digestivo incluem traumatismos, vermes, pólipos, diverticuloses, doenças inflamatórias intestinais e tumores.

Sangramentos que ocorrem na boca, no esôfago, no estômago ou no início do intestino delgado, deixam as fezes escuras e com um cheiro forte. Esses sangramentos podem ter como causas traumatismos, úlcera, esofagite (inflamação no esôfago), varizes no esôfago, pólipos e tumores.

Havendo suspeita de presença de sangue nas fezes durante a gravidez, consulte um médico obstetra ou médico de família.

Também podem lhe interessar:

Prisão de ventre na gravidez é normal? O que devo fazer?

Estou com febre, dores no pé da barriga e no estômago, além de fezes amareladas e com sangue... O que devo fazer?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Você deve procurar um serviço de emergência, para melhor avaliação visto que mantém febre há alguns dias e apresentou episódio de sangramento vivo nas fezes.

Existem muitas causas para a situação que descreve, entretanto, algumas mais comuns e de fácil tratamento, como uma gastroenterite ou uma virose, e outras que te expõe a risco de morte, como a apendicite supurada.

Portanto, precisa ser avaliado/a por um médico, que diante de mais detalhes referentes aos sintomas que descreve, e através de exame físico detalhado, poderá avaliar as principais suspeitas, e em uma emergência, orientar se deve agendar uma consulta ambulatorial ou dar seguimento com urgência, nos exames e avaliações subsequentes imediatamente. 

Podemos citar algumas das doenças mais comuns para os sintomas que refere, embora existam muitas outras causas: 

  • Apendicite: A dor geralmente se inicia de forma difusa ao redor do umbigo e aumenta, passando para o pé da barriga, mais ao lado direito. Causa dores abdominais, febre e vômitos e precisa ser tratada com urgência;
  • Gastroenterite: Neste caso, a febre e as dores no pé da barriga vêm acompanhadas também de vômitos e diarreia, que podem ser acompanhadas de sangue e muco. O tratamento varia de acordo com os resultados dos exames;
  • Diverticulite: Na maior parte dos casos, provoca febre e uma dor no pé da barriga, mais localizada no lado esquerdo, em pessoas com mais de 60 anos. O tratamento também varia, desde medicamentos orais até cirurgia de emergência, dependendo dos resultado dos exames;
  • Pedras na vesícula biliar: A dor abdominal ocorre devido à obstrução da vesícula por uma ou mais pedra. Se a obstrução for prolongada, a vesícula pode inflamar, causando, além da dor, calafrios, febre e vômitos.O tratamento é cirúrgico, embora nem sempre de urgência;
  • Doença Inflamatória pélvica (DIP): No caso das mulheres, precisamos descartar DIP, doença infecciosa que acomete o trato genital superior, o útero, trompas e ou ovários. Apresenta dor no pé da barriga, corrimento, sangramento vaginal, pode ter febre e náuseas associados, e o tratamento é realizado com antibióticos orais. 

No seu caso específico, as fezes amareladas com presença de sangue podem ter ocorrido pelo tempo que esteve constipada, o que leva ao ressecamento das fezes, e quando expelidas lesam a parede do reto, por ser uma área muita vascularizada, causando o sangramento vermelho vivo.

Por fim, não podemos descartar uma infecção no local do piercing, mesmo tendo colocado há muito tempo, pode ter ocorrido algum trauma ou reação no local que levou a um processo infeccioso.

Para mais esclarecimentos e tratamento adequado, procure um serviço de emergência e siga as orientações do médico que lhe atender.

Pode lhe interessar também:

O que é apendicite supurada e quais os riscos?

O que é DIP e quais os sintomas?

Quais os sintomas de infecção intestinal?

Quais os sintomas de sangue nas fezes?

Minha bisavó tem 87 anos, há mais de 4 anos ela...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Realmente parece ser uma história muito compatível com câncer, mas se o médico dela diz que não é, então precisamos acreditar que é verdade. Vocês como família só podem é aproveitar os poucos momentos que ainda tem com ela, ela tem 87 anos e frente a esse quadro clínico é difícil que ela resista muito tempo, sempre há de se ter fé e esperança, ela está internada e provavelmente bem acompanhada e tratada com aquilo que se pode fazer, de nada adianta procurar doenças ou diagnóstico numa hora dessas (mesmo que se encontre alguma coisa, nada vai ser feito - ela não tem condições nenhuma de cirurgia ou qualquer outro procedimento ou medicamento mais forte). Como família, sempre acreditamos que fomos negligentes, sempre acreditamos que poderíamos ter feito algo a mais. O que vocês puderam fazer vocês já fizeram, agora ela está na mão da medicina e de Deus, cabe a vocês dar carinho e amor, é o que mais ela precisa agora.

Fezes escuras com sangue, o que é?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

Fezes escuras com sangue podem ocorrer devido a um sangramento do sistema digestivo. As causas para esses sangramentos podem variar, como por exemplo:

  • Presença de vermes nos intestinos,
  • Lesões traumáticas,
  • Esofagites,
  • Varizes esofagianas,
  • Úlceras,
  • Hemorroidas e
  • Tumores.

Quando o sangramento ocorre na boca, esôfago, estômago ou duodeno (parte superior do intestino delgado), as fezes tendem a apresentar uma coloração bem escura e um cheiro forte característico (melena), principalmente em presença de sangramentos intensos. 

Nesses casos, outros sinais e sintomas também podem estar presentes, como hipotensão arterial (pressão baixa), aumento da frequência cardíaca (taquicardia) e palidez cutânea.

Quando o sangramento ocorre nas regiões baixas do sistema digestivo, como intestino grosso (cólon), reto e ânus, as fezes são acompanhadas de sangue com a coloração vermelho vivo (hematoquezia). 

Esse tipo de sangramento também pode ser notado pela presença de pingos de sangue no vaso sanitário e no papel higiênico.

Sangue oculto nas fezes

Quando as fezes não estão escuras e não apresentam sangue visível a olho nu, pode ser feito um exame em laboratório que permite detectar sangue oculto nas fezes. Esse teste pode identificar pequenas quantidades de sangue, normalmente quando este não é visível nas fezes.

O exame de sangue oculto nas fezes é usado para rastrear pólipos intestinais, que algumas vezes são consideradas lesões pré-cancerígenas.

Para realizar o exame, utiliza-se uma pequena amostra de fezes recolhida pela própria pessoa. A amostra é então analisada em laboratório para se detectar a presença de sangue. 

Há casos em que para fazer o exame é necessário realizar uma dieta específica, que deve começar de 3 a 5 dias antes do exame. Porém, há exames em que não é necessário fazer nenhuma dieta especial.

O gastroenterologista ou o proctologista são os especialistas responsáveis pela pesquisa de presença de sangue nas fezes, capazes de definir diagnóstico e tratamentos para cada caso.

Quando vou defecar sai pingos de sangue vermelho?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Sangramento aos pingos de sangue vivo é geralmente decorrente de lesões no ânus ou parte baixa do intestino, dificilmente do fígado. Precisa ir a um médico para ver o que realmente está acontecendo.

Minha filha de 2 anos está há dois dias evacuando sangue?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Sangramento nas fezes não é normal em nenhuma idade, pela sua descrição e baseado na avaliação e conduta do pediatra, provavelmente deve ser uma veia que está sangrando perto do ânus. Se continua sangrando precisa levar em um serviço de emergência, não pode ficar mais 14 dias com sangramento.