Perguntar
Fechar

Ginecologista

Corrimento Vaginal é Normal?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

O corrimento vaginal é considerado normal quando apresenta coloração clara ou esbranquiçada, parecida com clara de ovo, não possui cheiro forte, não provoca coceira ou ardência. Neste caso, trata-se de uma secreção vaginal normal.

No entanto, corrimento vaginal branco, amarelo ou esverdeado, com odor desagradável tipo peixe podre ou azedo, pode ser algum tipo de infecção ou inflamação vaginal que precisa ser avaliada e tratada adequadamente pelo/a clínico/a geral, médico/a de família ou ginecologista.

Corrimento vaginal na gravidez é normal?

O corrimento vaginal na gravidez também é bastante comum e muitas vezes está relacionado com as alterações fisiológicas que ocorrem nesse período.

Porém, a grávida deve estar atenta a corrimentos vaginais com pus, mau cheiro e que causem prurido (coceira) ou dor abdominal. Estes devem ser sempre investigados e tratados para prevenir complicações para a mãe e para o bebê.

Qual a causa ou origem do corrimento vaginal normal?

A vagina da mulher é recoberta por um tipo especial de "pele" chamada mucosa. Em geral, todas as mucosas são úmidas e possuem pequenas glândulas produtoras de muco, que é um tipo de secreção viscosa.

Isso significa que a vagina pode ter uma secreção natural ou normal, que é um líquido espesso com cor transparente ou levemente esbranquiçada, sem cheiro e com sabor levemente salgado.

Durante o ciclo menstrual, algumas mulheres podem apresentar alterações hormonais e um aumento da secreção vaginal normal. A excitação sexual também provoca o aumento das secreções normais.

Meu ginecologista me receitou o anticoncepcional Femina...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

O ideal é que você comece a tomar o comprimido no primeiro dia da menstruação ou logo nos primeiros dias, isso serve para não desregular seu ciclo e também para garantir que você não esteja grávida. Não é o certo, mas se você tem certeza que não há possibilidade de estar grávida poderia começar o comprimido a qualquer momento, hoje mesmo.

Tem como o ginecologista saber quando foi a última vez que tive relações?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não, não tem como o/a ginecologista saber quando foi a última vez que você teve relações.

As alterações que ocorrem na vagina durante a relação sexual, como a lubrificação, por exemplo, cessam quando o ato termina ou a mulher já não está mais excitada.

Mesmo que tenha tido relações um pouco antes da consulta, não é possível ao/à ginecologista detectar se teve ou não, desde que você esteja devidamente higienizada.

É importante lembrar que o/a médico/a ginecologista não pode revelar segredo profissional sem o seu  consentimento, mesmo aos pais ou responsáveis caso você seja menor de idade.

Quanto tempo antes de querer engravidar devo parar a pílula?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

A partir do primeiro mês que parar de tomar já pode engravidar, mas geralmente leva 2 a 3 meses para voltar a ovular normalmente. Antes de engravidar vá ao ginecologista para fazer exames e começar a tomar o ácido fólico.

Leia também: 9 Coisas que Você Deve Fazer Antes de Engravidar

Minha menstruação é irregular e fica 3 ou 4 meses sem vir...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Deve perguntar isso ao seu ginecologista, isso acontece porque algo está errado: funcionalmente (alterações hormonais) ou anatomicamente (alterações na estrutura dos seus órgão). Antes de qualquer tratamento precisa de um diagnóstico, qual é o seu diagnóstico para que seu ginecologista tenha começado este tratamento? Se não funcionou ou o diagnóstico está errado ou o tratamento está errado, precisa voltar ao seu médico ou a outro se assim preferir.

Tenho ovário policístico o ginecologista passou Diane...
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

A mulher que tem a Síndrome dos Ovários Policístico pode ter alguma dificuldade de engravidar, porém ela pode engravidar e essa possibilidade deve ser sempre levada em consideração.

Por isso, se há um atraso menstrual, é importante procurar o/a médico/a ginecologista, clínico/a geral ou médico/a de família para uma avaliação pormenorizada.

O teste da farmácia, apesar de ser confiável, pode nem sempre revelar o positivo.

Saiba mais em:

Teste de farmácia pode dar resultado errado?

Quem apresenta o diagnóstico de síndrome dos ovários policísticos, em geral, possui uma irregularidade menstrual.  

O uso da pílula anticoncepcional, como o Diane 35, pode regularizar o ciclo menstrual da mulher, fazendo com que ela menstrue a cada 21 dias. Quando a mulher está em uso deste anticoncepcional, é comum que a menstruação aconteça nos 7 dias de intervalo entre uma cartela e outra. Porém, quando a mulher para de tomar a pílula, o organismo dela volta a se adaptar com um novo ciclo menstrual

De qualquer maneira, a mulher com síndrome dos ovários policísticos deve fazer um acompanhamento médico regular, indo às consultas de rotina, tirando suas dúvidas e realizando o tratamento aconselhado.  

Leia também: 

Ovários policísticos tem cura? Qual o tratamento?

O que faço para saber se ainda sou virgem?

Para tentar saber se ainda é vigem, vá a um médico ginecologista e peça para ele verificar se o seu hímen já foi rompido. O hímen é uma membrana bem fina localizada na entrada da vagina e que geralmente se rompe na primeira relação sexual.

Se o hímen estiver rompido, é provável que você já não seja virgem, ou seja, já teve relação sexual com penetração.

Caso o hímen ainda esteja intacto, você pode ou não ser virgem. A presença do hímen não é uma garantia de que nunca houve penetração.

Isso porque existem hímens complacentes, que são bem elásticos e podem não se romper logo na primeira relação. Outros podem ter uma anatomia que permitem a passagem do pênis e só irão se romper depois de algum tempo.

Portanto, mesmo que o médico ginecologista consiga ver o seu hímen, apenas uma conversa franca com o seu namorado poderá tirar a sua dúvida.

Leia mais sobre o assunto em:

O que é o hímen?

Como saber se o hímen foi rompido?

Posso fazer exame ginecológico dois dias após a menstruação?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Normalmente são necessários 3 dias sem menstruação para fazer o exame, principalmente se for colher o Preventivo. Mas tudo depende de quem vai realizar o exame ginecológico e quais critérios o profissional usa.

O exame transvaginal pode detectar se a mulher pode ou não ter filhos?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Não. Em alguns casos a ultrassom transvaginal pode sim já dizer se a mulher pode ou não ter filhos, porém não é o melhor exame, existe uma sequência de investigação da infertilidade: que começa com a investigação primeiro do homem e depois da mulher. Procure um médico ginecologista que ele pode conduzir a investigação, todo bom ginecologista conhece esta sequência de investigação.

Tenho chances de ter engravidado?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Sim.

Consultei em duas ginecologista diferentes...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Tira no cara ou coroa.

Quero engravidar: o que devo fazer?

Se quer engravidar, a primeira coisa a fazer é procurar um ginecologista para que sejam feitos alguns exames. Também é importante ter alguns cuidados para preparar o seu corpo para a gravidez e proteger o bebê de doenças, como ter uma alimentação saudável, controlar o peso, praticar exercícios físicos, tomar ácido fólico, não fumar, não usar drogas, entre outras medidas. 

Para engravidar mais rápido, tenha relações sexuais durante o seu período fértil, ou seja, entre o 17º e o 11º dia antes da menstruação, no caso do seu ciclo ter 28 dias. Lembrando que o dia mais fértil nesse caso é o 14º, pois provavelmente é o dia que estará ovulando. 

Contudo, manter relações no período fértil não garante que você irá engravidar rapidamente. Para ter uma ideia, uma mulher com 30 anos tem 20% de chances de engravidar naturalmente se tiver relações no seu período fértil.

Para aumentar as chances de gravidez, procure ficar deitada após a relação sexual. Estudos demonstraram que as mulheres submetidas à inseminação artificial e que ficaram deitadas durante cerca de 15 minutos tiveram 50% mais probabilidade de gerar um filho do que as que se levantaram logo em seguida.

Quanto à posição sexual, não existem evidências científicas de que alguma posição possa ajudar a engravidar. A posição durante a relação sexual não tem nenhuma influência na fertilidade.

Para maiores esclarecimentos, fale com o seu médico ginecologista. Ele irá orientá-la quanto ao que deve fazer para ter uma gravidez tranquila e sem riscos.

Também pode lhe interessar:

9 Coisas que Você Deve Fazer Antes de Engravidar

Existe alguma forma de estimular a ovulação?

Que exames devo fazer para saber se posso engravidar?