Como se chama a análise para saber o estado do fígado?

Como se chama a análise para saber o meu estado do fígado?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Existem muitos exames para avaliar o funcionamento do fígado, tudo depende da indicação e suspeita diagnóstica do seu médico.

Contudo sabemos que alguns exames são comuns à maioria dos problemas hepáticos, um roteiro digamos básico de exames, mas não "inteiramente completo"para esse fim.

Exames para avaliar o fígado

Podemos citar como exames gerais para a avaliação da função hepática:

Coagulograma

O coagulograma é um importante exame para avaliar a função do fígado, pois esse órgão participa ativamente da produção de fatores de coagulação. O seu comprometimento aumenta os episódios de sangramento, como sangramento pelo nariz de maneira espontânea, ou sangramento gengival ao escovar os dentes.

Transaminases (TGO, TGP)

As transaminases, glutâmico-oxalacética (TGO) e glutâmico-pirúvica (TGP), são enzimas produzidas no fígado, responsáveis pela digestão de certas proteínas. Se houver deficiência dessas enzimas, acontece uma queda importante das proteínas, principalmente a albumina, prejudicando a formação de células e causando outros sinais e sintomas, como o edema generalizado e ascite, situações encontradas nos pacientes com cirrose.

Saiba mais em: O que é TGO e TGP?

Bilirrubina (direta, indireta e total)

A bilirrubina é a fração restante da metabolização das hemácias. Quando as hemácias envelhecem, são quebradas e metabolizadas, resultando em bilirrubina, dentro do baço. Porém o baço não é capaz de eliminá-la, sendo levada para o fígado.

Já o fígado armazena parte da bilirrubina na produção da bile, para promover a digestão de alimentos. É a bilirrubina quem dá a coloração esverdeada à bile.

Leia também: Para que serve o exame de bilirrubina no sangue?

Sorologias

Na suspeita de hepatites, devem ser solicitadas as sorologias para todos os vírus, A, B, C, D e E.

Saiba mais no link: Quais os sintomas da hepatite A?

Proteínas totais e frações

O exame de avaliação de proteínas totais e frações, corrobora para o diagnóstico de insuficiência hepática. Principalmente se detectado níveis muito baixos de albumina.

Exames de imagem

E por fim, porém não menos importante, os exames de imagem. A tomografia abdominal, ultrassonografia e ressonância magnética, são exames de imagem complementares, que auxiliam na definição do diagnóstico.

Os exames de imagem podem ainda auxiliar no direcionamento e maior especificidade de exames invasivos, como as biópsias guiadas por ultrassom.

Para que serve o fígado?

O fígado é um órgão de extrema importância para o organismo, que atua em quase todos os sistemas do corpo e desempenha muitas funções vitais para o organismo.

Dentre tantas funções, podemos citar como principais, a digestão de nutrientes, a produção de proteínas, fatores de coagulação, bile e glicose, através da gliconeogênese. O fígado é responsável também pela excreção de substâncias tóxicas ao organismo. Participa da metabolização e excreção de medicamentos, de bebidas alcoólicas e drogas ilícitas. Ainda tem função de defesa pelas células de Kupffer.

Portanto, para cada suspeita médica, seja hepatite, cirrose, doenças hematológicas, neurológicas, entre outras, existem protocolos de exames a serem solicitados.

Na suspeita de um problema no fígado, procure um médico clínico geral, médico da família ou hepatologista.

Pode lhe interessar também: Fígado inchado: o que pode ser?