Perguntar
Fechar

Estou com muita queda de cabelos, o que eu faço?

Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

A queda de cabelos, pode ter causas variadas, e o tratamento vai depender da sua causa.

Entre as mais comuns estão: fator genético, ansiedade, estresse, distúrbios hormonais, medicamentos, entre outros. Acometem tanto homens quanto mulheres.

Seja qual for a causa, precisam de orientação e tratamento médico, e quanto mais cedo for iniciado, melhor será o resultado.

Os tratamentos médicos indicados podem ser:

  • Correção de distúrbios hormonais
  • Medicamentos tópicos (soluções de minoxidil e 17 alfa estradiol)
  • Medicamentos orais (finasterida, antiandrógenos sistêmicos, como ciproterona e espironolactona)
  • Lasers que podem estimular o crescimento dos fios
  • Transplante de cabelo, nos casos mais acentuados
  • Tratamento para transtornos de ansiedade ou sintomas psicológicos.

A alimentação também tem papel importante no tratamento da queda de cabelo. O consumo de frutas, verduras, proteínas e ferro é essencial para garantir o nascimento e o crescimento dos fios de cabelo.

Evitar o uso abusivo de produtos químicos, como alisamentos e tinturas à base de amônia, pois danificam os fios, deixando-os frágeis e quebradiços, o que acentua a queda de cabelos.

Ter um estilo de vida saudável, com uma alimentação balanceada, ajuda a evitar a queda de cabelos. O uso de suplementos também auxilia na prevenção da perda excessiva de cabelos.

Realizar atividade física de forma regular, ou acompanhamento psicológico, quando for necessário, auxilia tanto o equilíbrio hormonal quanto mental, favorecendo no tratamento.

Lavar os cabelos todos os dias não faz o cabelo cair. Contudo, a temperatura do secador não deve ser muito alta e deve-se mantê-lo a uma distância de pelo menos 30 centímetros do cabelo. Também deve-se evitar puxar muito o cabelo na hora de secá-lo.

As pinturas no cabelo não devem ser feitas mais de uma vez por mês e aconselha-se evitar pintar os cabelos no mesmo dia de realizar outro tratamento danoso ao cabelo, como alisamento.

hair loss

É importante lembrar que a calvície deve ser tratada com profissional especializado, receitas caseiras e xampus fortificantes não são capazes de resolver o problema.

Vale lembrar que a queda de cabelo nem sempre é sinal de doença. É normal perder por dia cerca de 100 fios de cabelo. Ainda, algumas situações causam a queda de cabelo, sem que signifique uma doença, como estações do ano ou durante a amamentação.

Tipos de queda de cabelo

A maior parte das doenças que causa queda de cabelo afetam o fio de duas formas principais:

Interferência no ciclo do folículo piloso (fio de cabelo)

Mudança de estação (Verão-Outono), má alimentação, cirurgias e uso de alguns medicamentos podem interferir no ciclo do cabelo e causar uma queda maior de fios. Se a queda de cabelos for muito intensa, pode-se notar a presença de menos cabelo no couro cabeludo.

Lesão da porção do folículo piloso responsável pela sua regeneração

Existem diversas doenças inflamatórias que atingem o couro cabeludo e podem causar queda de cabelo. Mesmo na calvície, a queda de cabelos é provocada por processos inflamatórios associados a fatores genéticos. Como resultado, as células que regeneram o fio de cabelo morrem, deixando os cabelos mais finos e frágeis.

Saiba mais em: O que é alopecia?

É possível prevenir a queda de cabelo?

Se a causa da queda de cabelos for a alopecia androgenética, não há como prevenir, já que se trata de um problema genético. Para outras situações, alguns cuidados podem ajudar a diminuir a queda de cabelo.

Portanto, na observação de queda de cabelo, procure um/a médico/a dermatologista para que seja avaliado as características e as prováveis causas do problema.

Leia também:

Queda de cabelo feminino, o que pode ser? Como tratar?

Quais os problemas que causam queda de cabelo?