Micose no couro cabeludo: quais as causas, sintomas e tratamento?

Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

A micose no couro cabeludo é causada pela presença de fungos na cabeça, mais precisamente no couro cabeludo. A micose na cabeça é chamado de tinea capitis. A micose no couro cabeludo é causada por fungos denominados dermatófitos.

Os fungos são microorganismos que podem viver nos tecidos mortos do cabelo (fungo capilar), das unhas e das camadas externas da pele, prosperando em áreas quentes e úmidas.

Micose no couro cabeludo
Micose no couro cabeludo (tinea capitis)

Os fungos que causam micose na cabeça podem se espalhar facilmente. A tinea capitis é mais comum em crianças e tende a desaparecer na puberdade. No entanto, a micose no couro cabeludo pode ocorrer em pessoas de qualquer idade.

O que pode causar micose no couro cabeludo?

O risco de desenvolver micose no couro cabeludo é maior se:

  • Houver pequenas lesões no couro cabeludo;
  • A cabeça não for lavada com frequência;
  • O couro cabeludo ficar molhado por muito tempo, como quando a pessoa transpira em excesso, por exemplo.

A pessoa pode desenvolver micose na cabeça se tiver contato direto com alguma micose localizada em qualquer parte do corpo de outra pessoa.

A micose capilar também pode ser transmitida através de pentes, chapéus ou roupas que foram usadas por alguém com micose. A infecção também pode ser transmitida por animais de estimação, principalmente gatos.

Quais são os sintomas de micose no couro cabeludo?

A tinea capitis pode afetar parcialmente ou totalmente o couro cabeludo. As áreas da cabeça afetada pela micose apresentam as seguintes características:

  • Queda de cabelo com pequenos pontos pretos, devido aos fios de cabelo que se soltaram;
  • Formato redondo;
  • Pele escamosa, que pode estar vermelha ou inchada, o que indica a presença de inflamação;
  • Presença de feridas com pus;
  • Coceira intensa;

A pessoa pode apresentar ainda febre baixa e presença de gânglios no pescoço.

A micose no couro cabeludo pode causar queda de cabelo e cicatrizes duradouras na cabeça.

Qual é o tratamento para micose no couro cabeludo?

O tratamento para micose no couro cabeludo é feito com medicamento antifúngico por via oral, que mata os fungos no cabelo. O remédio precisa ser tomado durante 4 a 8 semanas.

O tratamento da tinea capitis inclui ainda o uso de shampoo para micose no couro cabeludo, contendo cetoconazol ou sulfeto de selênio. O shampoo pode reduzir ou impedir a propagação do fungo, mas não é suficiente para curar a micose na cabeça. Além disso, é importante manter o couro cabeludo limpo.

Assim que o shampoo começar a ser usado, deve-se ter os seguintes cuidados:

  • Lavar as toalhas com água quente e sabão e secá-las em alta temperatura;
  • Deixar os pentes e as escovas de cabelo de molho por uma hora, numa mistura de água sanitária (cloro) com água. A solução deve ter uma parte de cloro e dez partes de água. Isso deve ser feito por 3 dias seguidos.

Além disso, ninguém na casa deve compartilhar pentes, escovas de cabelo, chapéus, toalhas, fronhas ou capacetes com outras pessoas.

A micose no couro cabeludo pode ser difícil de ser eliminada. Além disso, a tinea capitis pode voltar a aparecer, mesmo após o tratamento. Porém, em muitos casos, os casos de micose na cabeça tendem a melhorar espontaneamente após a puberdade.

O médico dermatologista é o especialista responsável pelo diagnóstico e tratamento da micose no couro cabeludo.