O que é fimose, como é a cirurgia e quando deve ser feita?

Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

A fimose ocorre quando não é possível retrair o prepúcio (camada de pele que recobre e protege a cabeça do pênis) e expor completamente a glande, ou seja, a glande não fica exposta mesmo se o pênis estiver ereto.

A formação do prepúcio começa logo nas primeiras semanas de desenvolvimento do feto. Desde o nascimento até os primeiros anos de vida do homem, o prepúcio encontra-se aderido à glande, o que é normal (fimose fisiológica).

A medida que a criança cresce, a região interna vai se desprendendo da glande de forma gradual, até ser totalmente retrátil quando o pênis está ereto.

Não se deve forçar o descolamento do prepúcio nas crianças, pois o mesmo ocorre naturalmente com o passar dos anos. Em 90% dos meninos, a fimose fisiológica desaparece nos três primeiros anos de vida.

Quando a fimose pode aparecer?

Desde o nascimento

Uma fimose que não desapareceu nos primeiros anos de vida e que não pode, portanto, ser considerada fisiológica. Há homens que nascem com o anel do prepúcio (abertura) muito estreito, o que impossibilita a retração da pele mesmo após o descolamento do prepúcio nos primeiros anos de vida.

A fimose também pode ser provocada quando os pais tentam forçar a retração do prepúcio, causando lesões e formando cicatrizes que perpetuaram a fimose;

Idade adulta

A fimose adquirida surge em adultos que não tinham fimose quando criança, mas que devido a infecções ou traumas no pênis formaram-se cicatrizes que causaram aderência do prepúcio, impedindo sua retração.

Normalmente, esse tipo de fimose acontece por má higienização do pênis, o que favorece o acúmulo de secreções e proliferação de bactérias dentro do prepúcio.

Em que idade a circuncisão é indicada?

Não há uma resposta correta para essa pergunta. A cirurgia de fimose apresenta benefícios porém pode apresentar potenciais riscos. Por isso, a indicação da cirurgia de correção da fimose (postectomia) deverá levar em conta aspectos como infecções urinárias de repetição e o tipo da fimose (primária ou secundária). É muito importante a avaliação médica que levará em conta todos esses aspectos juntamente com a família.

Como é feita a cirurgia de fimose?

A circuncisão é feita com anestesia local e consiste na retirada do prepúcio. O procedimento cirúrgico tem um tempo médio de duração de uma hora.

Após a cirurgia, é aplicado um curativo e o pênis encontra-se inchado. É comum ocorrer desconforto ao urinar no pós-operatório da circuncisão. Nesse período, recomenda-se manter a glande afastada da fralda ou da roupa.

Veja também: Cirurgia de fimose causa aumento ou perda de sensibilidade na glande?

Durante o pós-operatório, é recomendável ficar em repouso e aplicar compressas frias no local. O curativo não deve ser molhado. Em caso de dor, pode ser indicado medicamentos analgésicos.

Não é necessário retirar os pontos, pois eles saem sozinhos nos dias seguintes à cirurgia.

Em caso de suspeita de fimose, o médico, preferencialmente o urologista, deverá ser consultado. Ele poderá avaliar detalhadamente, através de anamnese e exame físico, qual é o seu diagnóstico correto, orientá-lo e prescrever o melhor tratamento.