Perguntar
Fechar

O que são espasmos musculares e quais as causas?

Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Espasmo muscular é uma contração involuntária sustentada de um músculo ou de um grupo de músculos, normalmente acompanhada de dor localizada.

Os espasmos são um mecanismo de proteção dos músculos em resposta a uma lesão, inflamação ou estiramento no próprio músculo ou em tecidos subjacentes, como ossos e ligamentos.

A dor e a rigidez resultantes da contração muscular têm dois objetivos: sinalizar que algo não está bem e limitar os movimentos para prevenir novas lesões.

Um espasmo muscular pode durar de alguns segundos a vários minutos.

Quais as causas dos espasmos musculares?

Os espasmos musculares podem ser provocados por diversas situações, tais como:

  • Estresse físico ou emocional;
  • Sobrecarga muscular;
  • Má qualidade do sono;
  • Trauma súbito (pancadas);
  • Estiramento de músculos ou ligamentos;
  • Fratura ou estresse do osso;
  • Atividade física intensa;
  • Desidratação durante exercícios prolongados;
  • Gravidez, devido às alterações posturais e redução dos níveis de cálcio;
  • Alteração nas concentrações de minerais que atuam diretamente na contração muscular, como cálcio, magnésio, sódio e potássio;
  • Abuso de bebidas alcoólicas;
  • Hipoglicemia (baixos níveis de açúcar no sangue);
  • Falta de vitaminas B1, B5 e B6;
  • Diuréticos e medicamentos para controlar hipertensão arterial.

Leia também: Câimbra na panturrilha: o que pode ser e o que fazer?

Espasmo muscular pode ser sintoma de alguma doença?

Sim, os espasmos musculares também podem ser causados por:

  • Doenças que alteram o metabolismo normal do corpo, como diabetes e problemas na tireoide;
  • Doenças musculares;
  • Doenças que afetam o nervo responsável pela contração muscular;
  • Mal de Parkinson;
  • Varizes e insuficiência venosa.

O tratamento dos espasmos musculares pode incluir compressas frias ou quentes, medicamentos, massagem, fisioterapia, acupuntura, entre outras terapias.

Espasmos frequentes devem ser avaliados pelo/a médico/a de família, clínico/a geral, ortopedista ou neurologista, pois podem indicar algum problema de saúde que precisa ser detectado.