Perguntar
Fechar

Carbamazepina: para que serve, corta o efeito do anticoncepcional? Como usar?

Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Carbamazepina é um medicamento anticonvulsivo. É indicado no tratamento de alguns tipos de crises convulsivas (epilepsias), de algumas doenças neurológicas (neuralgia do trigêmeo - dor facial) e de alguns distúrbios psiquiátricos,como a fase maníaca do distúrbio afetivo do bipolar, e em um tipo específico de depressão. É também utilizado em casos de síndrome de abstinência alcoólica e neuropatia diabética dolorosa.

O uso de carbamazepina pode interferir na eficácia dos anticoncepcionais orais.

Carbamazepina e uso de anticoncepcionais

O uso de carbamazepina pode tornar ineficaz a ação do anticoncepcional oral. Neste caso, para prevenir uma gravidez indesejada é importante conversar com seu/sua médico/a para a escolha de outro método contraceptivo.

Como usar carbamazepina

A dosagem diária de carbamazepina depende do quadro clínico apresentado: epilepsia, fase de mania aguda dos distúrbios afetivos bipolares, síndrome de abstinência alcoólica, neurologia do trigêmeo, neuropatia diabética, entre outras.

O medicamento deve ser administrado durante, entre ou após as refeições acompanhado de um pouco de líquido.

É importante que a dose diária de medicamento seja respeitada.

Se alguma das doses for esquecida, você deve tomar o comprimido logo que possível e respeitar os horários das doses seguintes.

Não suspenda o medicamento sem orientação médica.

Não consuma bebidas alcoólicas durante o tratamento com carbamazepina.

Os comprimidos podem ser tomados durante, após ou entre as refeições. Os comprimidos devem ser tomados com um pouco de líquido. É importante tomar o medicamento regularmente.

Se o paciente esquecer de tomar uma das doses, deverá tomá-la logo que possível e então, voltar ao esquema habitual. Se já for a hora de tomar a próxima dose, deve tomá-la normalmente sem dobrar o número de comprimidos. A retirada do medicamento deve ser gradual e de acordo com a orientação médica.

Contraindicações da carbamazepina

Carbamazepina é contraindicada em casos de:

  • Alergia à carbamazepina e demais componentes da fórmula;
  • Pessoas com bloqueio átrio-ventricular;
  • Portadores de doenças hepáticas;
  • Pacientes com histórico de depressão da medula óssea;
  • Pessoa em uso de medicamentos inibidores da monoamino-oxidase.

Efeitos colaterais da carbamazepina

São reações adversas comuns:

  • Vertigem;
  • Cefaleia (dor de cabeça);
  • Ataxia (perda do controle muscular durante movimentos voluntários);
  • Sonolência;
  • Fadiga;
  • Diplopia (visão dupla);
  • Náusea;
  • Vômito;
  • Boca seca;
  • Edema;
  • Retenção de líquido;
  • Aumento de peso;
  • Letargia.

Cuidados quanto ao uso de carbamazepina

Carbamazepina deve ser utilizado com cautela nos seguintes casos:

Distúrbios sanguíneos;

  • Pessoas com histórico de distúrbios renais, hepáticos e cardíacos;
  • Portadores de glaucoma (pressão do olho aumentada);
  • Pessoas em quadros de psicose.

Respeite a dose prescrita pelo/a seu/sua médico/a.

Não tome carbamazepina sem orientação médica.