Perguntar
Fechar

Quais os sintomas de câncer no cérebro e como identificar?

Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Os sintomas de câncer no cérebro podem variar bastante, o que pode tornar difícil identificar o tumor cerebral no início da doença. Dentre os possíveis sinais e sintomas de câncer cerebral estão:

  • Convulsões, tonturas, falta de equilíbrio, desmaios;
  • Dores de cabeça, náuseas, vômitos;
  • Sonolência durante o dia;
  • Perdas de visão, visão duplicada, pontos luminosos na vista, ou qualquer outra alteração visual;
  • Gagueira, perda da fala, entre outras alterações na fala;
  • Fraqueza, formigamento ou dormência em pernas ou braços;
  • Confusão mental, agitação, memória fraca, esquecimentos, entre outras alterações mentais;
  • Dificuldade ou incapacidade de engolir os alimentos;
  • Movimentos involuntários;
  • Irritabilidade, depressão, alterações de humor.

Os sintomas de um câncer no cérebro variam conforme a localização e a extensão do tumor, que podem penetrar ou comprimir determinadas estruturas do órgão.

Tais sintomas também estão frequentemente associados a diversas outras doenças, o que muitas vezes pode atrasar o diagnóstico precoce, que é fundamental para a melhor resposta ao tratamento, ou quando possível, para cura do tumor cerebral e tantos outros tipos de câncer.

No entanto, uma forma de identificar e diferenciar os sintomas de um câncer cerebral de outras doenças neurológicas é observar a evolução do quadro.

Os tumores tendem a causar sintomas que pioram progressivamente, enquanto que outras desordens no cérebro, como um AVC ("derrame"), por exemplo, apresentam sintomas de início súbito, acontecem de repente.

Leia também: Quais os sintomas de um coágulo no cérebro?

Porém, a única maneira de confirmar a presença de um câncer no cérebro é através de uma biópsia, além de exame neurológico e exames de imagem como ressonância magnética, tomografia computadorizada e arteriografia, que complementam a avaliação do paciente.

Se observar um ou mais dos sintomas citados e os mesmos persistirem, ou houver piora com o passar do tempo, consulte um médico neurologista.