Quais são as principais causas de aftas e o que fazer para evitá-las?

Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

As causas da afta ainda não são totalmente conhecidas. Contudo, acredita-se que o aparecimento das aftas esteja relacionado com fatores imunológicos.

Há ainda indícios de que a afta pode ser desencadeada por infecções virais ou bacterianas, determinados alimentos, traumas, mordidas acidentais, alergias, escovação muito vigorosa dos dentes, mau posicionamento dos dentes, estresse, cigarro, tendência genética e ainda falta de ferro ou vitaminas.

Os fatores de risco para desenvolver aftas incluem: genética, alterações hormonais, ansiedade, estresse, falta de ferro, zinco, vitamina B12 e ácido fólico, má higiene bucal, alterações na dentição, uso de certos medicamentos, má alimentação, imunidade baixa e doenças.

Afta: causas, o que é , tratamento e prevenção
Afta

O que é a afta?

As aftas são lesões pequenas e brancas rodeadas por uma área vermelha. Ocorrem dentro da boca, principalmente na mucosa que recobre a bochecha, os lábios, a gengiva e a garganta, embora também possam aparecer sobre a língua.

As aftas podem ter formato raso, redondo ou ovalado, com coloração branca, vermelha ou amarelada. A afta causa dor, muito desconforto e dificuldade para comer, beber ou ainda falar.

As aftas não são contagiosas e podem ser pequenas ou grandes, podendo surgir isoladamente ou em grupos. As maiores, com mais de 1 cm, podem durar até 6 semanas e deixar cicatriz. Já as menores, com menos de 1 cm, tendem a desaparecer espontaneamente em 7 a 10 dias sem deixar cicatriz.

As mais comuns são as aftas herpetiformes, que surgem em grupos formados por pequenas úlceras e são recorrentes

Qual é o tratamento para aftas?

O tratamento da afta é feito através da aplicação de pomadas analgésicas para aliviar a dor, anti-inflamatórios para controlar a inflamação, além de lavagem bucal com enxaguantes antissépticos e antibacterianos para controlar a irritação no local. Também pode ser indicada a aplicação de um gel para proteger a mucosa oral.

Em alguns casos, podem ser prescritos medicamentos antibióticos para tratar a infecção secundária que pode estar causando a afta.

Durante o tratamento da afta, deve-se evitar alimentos quentes, ácidos ou apimentados, que podem irritar ainda mais a lesão.

Como prevenir as aftas?

Para prevenir o aparecimento de novas aftas, é preciso tentar identificar as suas causas e afastar-se dos fatores que podem desencadear novas lesões. Além disso, é importante manter um estilo de vida saudável para não baixar a imunidade.

Alguns alimentos também devem ser evitados para ajudar a prevenir as aftas, como alimentos apimentados ou muito condimentados, alimentos salgados artificialmente (salgadinhos, amendoim, batatas fritas), frutas cítricas ou ácidas (laranja, abacaxi, kiwi, limão, morango, tangerina, acerola), alimentos muito duros, alimentos e bebidas quentes, refrigerantes e chocolate.

Se as aftas não cicatrizarem dentro de um período máximo de 10 dias, consulte o/a médico/a de família, clínico/a geral ou dentista para avaliar o quadro e orientar quanto ao tratamento mais adequado.

Saiba mais em:

Qual é o melhor tratamento para curar afta?

Como tratar afta na língua?