Perguntar
Fechar

Boca Amarga

Gosto amargo na boca pode ser sintoma de quê?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

Gosto amargo na boca pode ser sintoma de cáries ou inflamações na própria boca, alterações hormonais na gravidez, doenças ou ainda ser causada pelo uso de medicamentos.

Dentre as possíveis causas de gosto amargo na boca estão:

Língua com placa bacteriana (saburra): Uma das principais causas de gosto amargo na boca é a falta de higiene oral. Nesses casos, a origem do problema muitas vezes está na formação de uma placa branca na língua formada por bactérias (saburra lingual). Por isso a língua também deve ser escovada diariamente.

Cáries: A cárie é constituída por bactérias que se alimentam de restos de alimentos acumulados na boca e nos dentes. Pode deixar a boca amarga, além de causar mau hálito e dor de dente.

Problemas nas gengivas: A gengivite é uma inflamação da gengiva que pode deixar um gosto amargo na boca. A explicação está sobretudo nos sangramentos, que ocorrem sobretudo ao escovar os dentes ou usar o fio dental.

Gravidez: Na gestação, as alterações hormonais podem deixar um gosto amargo na boca. Porém, as alterações no paladar não ocorrem em todas as gestantes.

Doenças respiratórias e infecções na garganta: As bactérias causadoras de doenças respiratórias (gripe, resfriado, sinusite, rinite) e infecções na garganta podem ser uma causa de gosto amargo na boca.

Doenças do fígado acompanhadas de icterícia (coloração amarelada de pele, olhos e mucosas): O fígado transforma a amônia em ureia, que é eliminada através da urina. A presença de doenças hepáticas pode prejudicar essa função, levando ao acúmulo de amônia no corpo, que é tóxica. O aumento dos níveis de amônia pode deixar a boca amarga.

Fumar ou mascar tabaco: O tabaco ou o cigarro deixam resíduos nos dentes e na língua que podem causar a sensação de gosto amargo na boca.

Uso de medicamentos: Alguns medicamentos podem alterar o paladar, diminuindo a quantidade de saliva ou libertando substâncias que deixam a boca amarga. Dentre as medicações que podem causar essa sensação estão os anti-hipertensivos, antidepressivos, remédios para gota, anti-inflamatórios, antibióticos, antialérgicos, anticonvulsivantes e antiparasitários.

Transtornos de ansiedade e depressão: Transtornos como a ansiedade e a depressão podem causar um gosto amargo na boca por diversas razões, como pelo uso dos medicamentos usados no tratamento dessas doenças ou ainda pela diminuição da produção de saliva.

Carência de vitamina B: A falta de vitaminas do complexo B pode causar inflamação na boca e na língua, deixando a boca amarga. A carência de vitamina B pode provocar ainda cansaço, irritabilidade, formigamento em mãos e pés e dor de cabeça.

Outras causas para gosto amargo na boca incluem:

  • Inflamações na boca, como abcessos dentários;
  • Boca seca, devido à diminuição da produção de saliva;
  • Distúrbios digestivos como gastrite e esofagite de refluxo;

O clínico geral ou médico de família poderá diagnosticar a causa da sensação de gosto amargo na boca e tratá-la ou indicar um outro profissional da saúde para fazê-lo.

Gosto amargo na boca durante a gravidez. O que pode ser?
Dr. Marcelo Scarpari Dutra Rodrigues
Dr. Marcelo Scarpari Dutra Rodrigues
Médico

Gosto amargo na boca durante a gravidez geralmente decorre de alterações hormonais que ocorrem neste período e pode ou não ocorrer, depende da mulher. Medicamente denominado como disgeusia (distorção ou diminuição do paladar) é um efeito colateral desagradável e irritante de uma gravidez normal, embora não ocorra em todas as gestações. Suas causas ainda não são determinadas com absoluta certeza, mas há muitas teorias que procuram explicar as razões pelas quais algumas mulheres experimentam um gosto desagradável, azedo, amargo, ácido ou metálico na boca durante a gravidez.

Na gestação normal, o corpo sofre uma série de alterações nos níveis hormonais que podem afetar os sentidos do olfato e paladar (acredita-se que o aumento da produção de estrógeno desempenhe um papel importante). Alguns estudos também mostram que as papilas gustativas na língua crescem mais durante a gestação, o que provocaria a alteração gustativa. O uso de vitaminas pré-natais, pílulas hormonais e antibióticos, entre outros medicamentos, durante a gravidez também pode causar como efeito colateral um gosto ruim ou metálico na boca.

Para minimizar este sintoma, recomenda-se escovar os dentes frequentemente com pasta de dente de hortelã, gargarejar com soluções diluídas de bicarbonato de sódio e água, preparados pela mistura de 1/4 colher de sopa de soda de cozimento com uma xícara de água (neutraliza o nível de pH no interior da boca), mastigar ou chupar balas ou gomas; frutas cítricas, sucos, limonadas (o citrino presente nesses alimentos neutraliza o sabor metálico e também aumenta a produção de saliva que podem tirar o gosto). Finalmente, beber bastante água, que não só irá mantê-la hidratada, mas também irá ajudar na eliminação das toxinas do corpo.  O gosto ruim na boca durante a gravidez não é um problema de saúde grave e não causará a você ou seu bebê qualquer dano. No entanto, pode incomodar, e os meios acima descritos minimizam este sintoma. De qualquer forma, é importante consultar o seu médico ginecologista para que ele esteja sempre informado de seus sintomas, possa diagnosticar a causa subjacente (se houver alguma, não fisiológica) e prescrever-lhe um tratamento.  

Gosto amargo na boca pode ser gravidez?
Dr. Marcelo Scarpari Dutra Rodrigues
Dr. Marcelo Scarpari Dutra Rodrigues
Médico

O gosto amargo na boca pode ser um dos vários sintomas da gravidez (além de cólicas abdominais, inchaço abdominal, dor em mamas, enjoo / vômitos, acne, cansaço fácil, tontura, sono e aversão a cheiros fortes), mas também pode ser decorrente de outras condições clínicas diversas.

O gosto amargo na boca é uma alteração do paladar denominada disgeusia (distorção oudiminuição do paladar). Dentre suas possíveis causas, pode-se enumerar: alimentos, uso de medicamentos com este efeito colateral (anti-inflamatórios, tranquilizantes, antibióticos, antialérgicos, anticonvulsivantes, antiparasitários), boca seca (baixa umidade relativa do ar ou desidratação), diminuição da produção de saliva, alterações hormonais na gravidez, ou ainda como um sintoma de algumas doenças do organismo (em ordem de importância: 

  • gastrites ou esofagite; 
  • doenças hepáticas; 
  • malária; refluxo gastroesofágico
  • carência de vitaminas do complexo B;
  • alergias alimentares;
  • intoxicação por metais (chumbo, mercúrio, ferro ou selênio);
  • hábito de fumar e/ou mascar tabaco; 
  • abscessos dentários, inflamações das glândulas salivares ou cáries.

Leia também:

Gosto amargo na boca pode ser sintoma de quê?

Queimação no estômago pode ser gravidez?

Em caso de gosto amargo (ou qualquer alteração de paladar), um médico clínico geral deve ser consultado; ele poderá diagnosticar a causa da sensação e tratá-la, ou indicar um outro profissional da saúde para fazê-lo.

Hérnia de hiato pode causar boca amarga?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Sim, hérnia de hiato pode causar boca amarga e mau hálito devido ao refluxo dos ácidos estomacais e do conteúdo alimentar (refluxo gastroesofágico).

Os sintomas da hérnia de hiato são, na realidade, provocados pela doença do refluxo, um problema muito comum em pacientes com hérnia hiatal. Dentre os principais estão:

  • Azia persistente (sensação de queimação no esôfago, sentida desde a porção superior do abdômen até à garganta);
  • Regurgitação de ácido e restos de alimentos;
  • Dificuldade para engolir;
  • Gosto amargo na boca;
  • Mau hálito.

Outros sintomas menos frequentes são:

  • Irritação na garganta;
  • Tosse crônica;
  • Rouquidão;
  • Sensação de engasgo noturno.

É importante lembrar que o refluxo gastroesofágico pode ocorrer mesmo sem hérnia de hiato, embora esta seja uma das suas principais causas.

A hérnia de hiato é o deslocamento do estômago para o tórax através do hiato esofágico, um orifício que permite a passagem do esôfago do tórax para o abdômen.

Quando o refluxo é pequeno, o tratamento da hérnia de hiato pode ser clínico, através de dieta adequada, orientação postural e medicamentos específicos. Se o refluxo for intenso ou se não houver resposta ao tratamento clínico, opta-se pela cirurgia.

O diagnóstico e o tratamento da hérnia de hiato é da responsabilidade do médico gastroenterologista.

Gostaria saber qual médico recorrer? Sinto mal estar...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Seus problemas devem ser de origem emocional, minha opinião é que você procure um médico homeopata.

Procure um psiquiatra ou homeopata.