Pergunte ao Médico
Como Funciona

Cafeína

Café - Benefícios e malefícios

O consumo moderado de café (duas a quatro xícaras ao dia) exerce efeito na prevenção de doenças como depressão, cirrose hepática, doença de Alzheimer, asma, diabetes tipo 2, cálculos biliares, câncer de intestino, alguns tipos de dores de cabeça, doença de Parkinson. Previne o consumo de drogas e álcool. Melhora a atenção e desempenho mental. Contém vitaminas, sais minerais, antioxidantes que combatem os radicais livres e cafeína, a principal amina ativa do café, que é absorvida rapidamente e chega ao cérebro em cerca de 20 minutos após a ingestão, onde age aumentando a influência do neurotransmissor dopamina.

A cafeína é um estimulante e como tal pode interferir no sono e causar insônia. Seu uso durante a gravidez é desaconselhado devido ao aumento do risco de aborto e mal formações congênitas. O uso regular da cafeína pode levar ao vício e a descontinuidade da ingestão de café nessas situações leva a sintomas de abstinência como dor de cabeça, fadiga, irritabilidade, dificuldade de concentração e rigidez muscular.

Leia também: Cafeína tira a dor de cabeça?

O consumo exagerado pode levar a alguns malefícios que são atribuídos ao uso do café. Efeito diurético e perda de minerais e vitaminas, causando enfraquecimento do organismo. Possui uma relação direta com a doença fibrocística que é precursora do câncer de mama. Pode causar irritação da pele e outras doenças dermatológicas como verrugas e psoríase e favorecer o aparecimento de pólipos intestinais. Provoca aumento da secreção de ácido cloridrico (azia constante) no estômago levando ao aparecimento de gastrite e úlcera.

Faço uso de cafeína anidra 420mg, mas estou preocupado...

A cafeína é um estimulante e como tal pode interferir no sono e causar insônia. O uso regular da cafeína pode levar ao vício e a descontinuidade da ingestão de café nessas situações leva a sintomas de abstinência como dor de cabeça, fadiga, irritabilidade, dificuldade de concentração e rigidez muscular.

O consumo exagerado pode levar a alguns malefícios que são atribuídos ao uso do café. Efeito diurético e perda de minerais e vitaminas, causando enfraquecimento do organismo. Possui uma relação direta com a doença fibrocística que é precursora do câncer de mama.

Veja também: Cafeína tira a dor de cabeça?

Pode causar irritação da pele e outras doenças dermatológicas como verrugas e psoríase e favorecer o aparecimento de pólipos intestinais. Provoca aumento da secreção de ácido cloridrico (azia constante) no estômago levando ao aparecimento de gastrite e úlcera.

Faço uso da fluoxetina, cafeina não inibe o seu efeito?

Cafeína não é indicado para quem tem problemas de nervos como ansiedade, porque pode deixar a pessoa mais nervosa, não há problemas em tomar café e tomar fluoxetina.

Risperidona e Cafeína: Posso tomar juntos?

A risperidona não deve ser ingerida juntamente com líquidos contendo cafeína.

A cafeína é um estimulante cerebral podendo causar agitação, ansiedade e nervosismo principalmente quando tomada em excesso. Ela está presente no café, nos chás, cacau, refrigerantes e bebidas estimulantes.

A risperidona pode apresentar alguns efeitos colaterais como ansiedade, agitação, tontura, dificuldade de concentração.

Quando tomadas juntas, o efeito das duas substâncias pode ser exagerado, resultando em efeitos adversos desagradáveis.

Fora do horário da ingestão da medicação, a pessoa pode tomar, em pequena quantidade, alguns líquidos que contenham cafeína.

Na presença de qualquer efeito não desejável com o uso da medicação, é indicado procurar o/a médico/a que prescreveu a medicação e que está acompanhando a pessoa para tirar as dúvidas e evitar sobredosagens.

Leia também:

Risperidona para que serve?

Quais os efeitos secundários da risperidona?

Remédio à base de cafeína e cataflam pode cortar a menstruação?

Não, remédio à base de cafeína e cataflam não cortam a menstruação. O cataflam pode, sim, prejudicar a fertilidade da mulher e deve por isso ser evitado por mulheres que estão tentando engravidar ou que estão com dificuldade de engravidar.

Porém, é muito improvável que o cataflam ou qualquer outro medicamento à base de cafeína cortem a menstruação.

Os medicamentos que podem eventualmente provocar atrasos na menstruação são os psiquiátricos e neurológicos, pois podem aumentar o hormônio prolactina, interferindo assim no ciclo. Alguns dos medicamentos que podem cortar ou atrasar a menstruação:

  • Neurolépticos, como Risperidona, Haldol, Melleril, Equilid;
  • Tranquilizantes benzodiazepínicos;
  • Antidepressivos;
  • Antipsicóticos;
  • Corticoides;
  • Quimioterapia;
  • Imunossupressores;
  • Anti-hipertensivos.

Em caso de atraso na menstruação, fale com o médico ginecologista para que a origem do atraso seja devidamente identificado.

Cafeína tira a dor de cabeça?

Sim, a cafeína pode tirar a dor de cabeça. Acredita-se que a propriedade que a cafeína tem de dilatar os vasos sanguíneos do corpo e contrair os vasos sanguíneos do cérebro, seja, pelo menos em parte, responsável pelo alívio de algumas dores de cabeça conseguido pela ingestão de cafeína.

Substâncias que dilatam os vasos sanguíneos, como o álcool, pode causar dores de cabeça vasculares. Já a cafeína tem ação vasoconstritora, ou seja, contrai os vasos sanguíneos, o que pode ajudar a combater a dor causada pela dilatação dos vasos sanguíneos da cabeça.

A cafeína é frequentemente adicionada a medicamentos para dor porque melhora a absorção e aumenta o efeito analgésico do remédio.

Muitos pacientes afirmam que uma xícara de café forte pode ajudar a aliviar uma enxaqueca ou até mesmo acabar com ela, quando tomada logo no início da dor de cabeça.

Falta de cafeína dá dor de cabeça?

É importante lembrar que pessoas que consomem grandes quantidades de cafeína, como as que bebem café em excesso, podem apresentar vários sintomas quando deixam de ingerir a substância durante mais tempo que o habitual.

Um dos sintomas da abstinência da cafeína é a dor de cabeça. Nesses casos, a dor de cabeça costuma surgir principalmente quando a pessoa acorda mais tarde que o normal.

Isso acontece porque depois de tantas horas, os níveis de cafeína na circulação sanguínea já baixaram muito, causando sintomas, entre eles a dor de cabeça.

Este tipo de dor de cabeça geralmente é latejante, semelhante à dor da enxaqueca, e só costuma passar depois de uma ou duas xícaras de café.

Outros sintomas que a falta de cafeína pode causar:

  • Taquicardia (aumento dos batimentos cardíacos);
  • Alterações na pressão arterial, metabolismo e apetite;
  • Insônia;
  • Agitação;
  • Tremores.

Para maiores esclarecimentos sobre os efeitos da cafeína no tratamento da dor de cabeça, fale com o seu médico de família ou com um médico neurologista.

Leia também: Cafeína estimula o apetite?

Cafeína durante a gravidez faz mal?

Depende da quantidade.

Alguns estudos demonstraram a relação entre a ingestão da cafeína com possibilidade de aborto, parto prematuro e redução do crescimento fetal. Mas esses estudos têm limitações em relacionar esses riscos com a quantidade de cafeína presente nas diferentes bebidas e alimentos.

Por isso, é recomendado não tomar mais do que 200 a 300 mg por dia de cafeína o que pode significar não mais que 1 a 2 copos de café por dia.

A cafeína é presente não só no café, mas em alguns chás, refrigerantes, chocolate, balas, sorvetes de café, em menor quantidade.

Converse com o/a médico/a de família ou obstetra durante as consultas de pré natal e tire suas dúvidas.

Leia também:

Tomar refrigerante durante a gravidez faz mal?

Cafeína estimula o apetite?

Cafeína estimula o apetite?

Em geral, a cafeína não estimula o apetite. Na maioria das pessoas a cafeína inclusive diminui o apetite. Porém, naquelas que são mais sensíveis ao estimulante, a cafeína pode aumentar a fome, pois pode causar ansiedade e agitação, levando a pessoa a comer mais.

Contudo, a quantidade normalmente consumida de cafeína através do café não altera o apetite a curto prazo.

O mecanismo da fome é controlado por 3 hormônios, sendo um deles o Peptídeo YY (PYY), que é liberado no intestino e inibe o apetite quando os seus níveis estão altos.

Sabe-se que o café descafeinado (sem cafeína) produz um aumento do PYY, com consequente diminuição da fome, enquanto que o café normal também diminui o apetite, porém, produz menos efeitos do que o descafeinado.

Por essa razão, acredita-se que o café tenha outras substâncias, além da cafeína, que inibem o apetite.

A cafeína é um estimulante do sistema nervoso central, que aumenta o gasto energético do corpo e favorece a queima de gordura, sendo por isso isso indicada para potencializar o efeito das dietas de perda de peso.

O uso de cafeína em cápsulas com o objetivo de emagrecer deve ser feito sob orientação de um nutricionista.

Leia também:

Cafeína durante a gravidez faz mal?

Cafeína tira a dor de cabeça?