Perguntar
Fechar
É normal ter corrimento amarelo com mau cheiro?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Não. Não é "Normal" ter corrimento com mau cheiro, esse sintoma geralmente indica presença de uma infecção vaginal. Mas pode ainda representar um sintoma inicial de outras doenças, como:

  • Gonorreia
  • Sífilis
  • Clamídia
  • Tricomoníase
  • Câncer (embora mais raro), entre outras.
Pode ser uma doença sexualmente transmissível?

Pode sim. A infecção vaginal, ou vaginose bacteriana, não é considerada uma doença sexualmente transmissível, porque na maioria das vezes a bactéria causadora da infecção, é uma bactéria natural da flora vaginal.

Contudo, existem diversas doenças sexualmente transmissíveis que também causam esses sintomas, com corrimento amarelado e de odor desagradável, por isso devem ser investigadas, como a clamídia, a gonorreia e sífilis.

Pode ser algo muito grave?

Apenas com esse relato do corrimento não é possível afirmar ou descartar se pode ser algo grave. O câncer de vagina é um tumor menos comum, mas que pode se apresentar inicialmente apenas com corrimento. Sua apresentação típica é de corrimento com presença de sangue e massa palpável, porém é fundamental que seja da mesma forma, investigado.

O mais importante ressaltar é que não é normal, e que qualquer patologia, sempre que diagnosticada precocemente, oferece um tratamento mais rápido e mais eficaz.

Por isso não perca tempo, agende uma consulta com médico/a clínico/a geral, médico/a da família ou ginecologista para devida avaliação e tratamento.

Leia também: Corrimento vaginal: o que significam as diferentes cores

Corrimento esverdeado e com mau cheiro o que pode ser?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Provavelmente uma infecção vaginal, precisa procurar o médico para um correto diagnóstico e tratamento. Corrimento esverdeado com mau cheiro é sugestivo de tricomoníase, mas outras infecções também podem causar corrimento com mau odor entre elas a vaginose bacteriana, candidíase também pode causar corrimento embora esse seja geralmente sem odor e de cor mais branca ou amarelada. Portanto, apenas com uma avaliação médica é possível chegar ao diagnóstico preciso.

O que é a Tricomoníase e quais são os sintomas?

A tricomoníase é uma infecção vaginal causada pelo protozoário flagelado Trichomonas vaginalis. É uma infecção sexualmente transmissível, já que a sua transmissão se dá exclusivamente pela via sexual. Apresenta alta prevalência e muitas vezes pode ser assintomática, cerca de 10 a 50% das mulheres não apresentam sintomas.

Os principais sintomas da tricomoníase são:

  • Corrimento vaginal que pode ser abundante, ou espumoso e de coloração amarela-esverdeada;
  • Irritação e coceira vulvar;
  • Vermelhidão da vulva;
  • Ardência urinária;
  • Dor ou sangramento durante a relação sexual.

No homem o Trichomonas também causa sintomas como corrimento uretral, ardência para urinar e necessidade de urinar mais vezes.

Qual o tratamento para a Tricomoníase?

O tratamento é feito através de medicamentos tomados via oral, geralmente o metronidazol. Tanto a mulher quanto o parceiro sexual devem ser tratados concomitantemente e abster-se de relações sexuais durante o tratamento de modo a evitar a reinfecção.

Para prevenir a tricomoníase deve-se usar preservativo durante as relações sexuais, só assim é possível evitar a contaminação pelo protozoário causador da doença.

Para mais informações consulte o seu médico de família ou ginecologista.

Tomei Contracep e a urina com cheiro forte e cor estranha?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Provavelmente não, visto que não há efeito na urina semelhante que já tenha sido relatado após a aplicação do Contracep. Além disso, a mudança na urina ocorreu muito rapidamente após a aplicação da injeção, sendo que o Contracep é uma injeção composta por acetato de medroxiprogesterona um anticoncepcional de longa duração, cuja concentração sanguínea aumenta com o decorrer do tempo. 

Mudanças nas características da urina podem ocorrer por causa de outros motivos como baixa ingesta de água, já que a desidratação pode deixar a urina mais concentrada, com um amarelo bem mais escuro e o odor mais intenso. 

 Uma outra hipótese é a presença de uma infecção urinária, onde a urina pode ficar mais turva e mais escura, podendo mesmo apresentar sangue, contudo nesse caso as alterações na aparência da urina vêm acompanhadas de outros sintomas mais intensos como dor e ardência miccional.

Já em relação ao Contracep os principais efeitos colaterais relatados são: náuseas, tontura, dor de cabeça, desconforto mamário, sensação de inchaço, ganho de peso e irregularidade menstrual.

Para mais informações leia: 

Dúvidas sobre anticoncepcional injetável

Forte odor e queimor na vagina, o que pode ser?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Pode ser uma infecção vaginal, uma vulvovaginite, precisa de uma avaliação médica para o melhor diagnóstico e tratamento. Entre as vulvovaginites que causam sensação de queimação ou ardência na vagina e corrimento com odor destaca-se a tricomoníase.

Outra possibilidade é vaginose bacteriana, que também se caracteriza pela presença de corrimento com mau odor, no entanto, não costuma causar outros sintomas importantes.

Já a candidíase também é uma possibilidade, pois costuma causa intensa coceira na vulva, sensação de queimação e ardor, embora geralmente não cause odor forte associado.

Tricomoníase

A tricomoníase é uma infecção vaginal, sexualmente transmissível, causada pelo protozoário flagelado Trichomonas vaginalis, é uma vulvovaginite prevalente e muitas vezes pode ser assintomática, cerca de 10 a 50% das mulheres não apresentam sintomas, podendo passar despercebida.

Os principais sintomas da tricomoníase são:

  • Corrimento vaginal que pode ser abundante, ou espumoso e de coloração amarela-esverdeada;
  • Irritação e coceira vulvar;
  • Vermelhidão da vulva;
  • Ardência urinária;
  • Dor ou sangramento durante a relação sexual.

O tratamento da tricomoníase é feito através de medicamentos tomados por via oral. Tanto a mulher quanto o parceiro sexual devem ser tratados, já que trata-se de uma infecção sexualmente transmissível, durante o tratamento e importante abster-se de relações sexuais.

Vaginose bacteriana

A vaginose bacteriana é uma vulvovaginite causa por uma bactéria, a Gardnerella vaginalis, essa bactéria causa um corrimento branco acinzentado com um forte odor semelhante a peixe.

O tratamento da vaginose bacteriana é muito simples e fácil de ser realizado, é feito através do uso de creme vaginal ou de medicamento antibiótico.

Candidíase vaginal

É uma infecção vaginal causada por fungo. Os principais sintomas são: prurido vulvar e vaginal intenso, corrimento esbranquiçado com grumos sem odor, ardência para urinar e desconforto durante as relações.

O tratamento também é realizado com creme vaginal ou antifúngico oral.

Na presença de odor vaginal intenso e ardência vaginal consulte um ginecologista ou médico de família para uma avaliação.

Minha amígdala esquerda é maior do que a direita e as vezes sai uns grãozinhos amarelos e com mal cheiro, isso é normal?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

É perfeitamente aceitável (normal) ter uma amígdala maior que a outra. Amígdalas em quase todas as pessoas são de tamanhos diferentes e elas existem para inflamarem (são órgãos de defesa), por isso inflamam de vez em quando. Esse "grãozinho" é uma secreção denominada caseum (uma mistura de pus e muco).

Sai da minha virilha um suor com odor e que marca a roupa, o que pode ser?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

A causa mais provável é uma infecção de pele causada por fungo.

Meu pai tem diabetes e precisou amputar um dedo dos pés. Agora a cicatriz está soltando uma secreção e exalando um odor, isto é normal?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Normalmente esse tipo de sintoma em uma ferida cirúrgica indica algum tipo de infecção, algo que é bem comum na situação do seu pai. Volte ao médico.