Tosse com falta de ar, o que pode ser?

Tosse com falta de ar pode ter causas variadas uma vez que a tosse é um mecanismo de proteção do organismo, ou seja, uma reação à algum estímulo irritativo nas vias aéreas. Quando a tosse é muito intensa e persistente pode causar falta de ar e, até mesmo, vômitos.

Como pode ocorrer nas tosses alérgicas, no refluxo gastroesofágico, nas gripes fortes, sinusites, na tosse provocada por ansiedade, e ainda por medicamentos para baixar a pressão (anti-hipertensivos) como o captopril, enalapril e propanolol.

Outros distúrbios que podem apresentar tosse com falta de ar são: asma brônquica, enfisema, derrame pleural, insuficiência cardíaca descompensada.

É importante procurar o atendimento médico sempre que a tosse permanecer por um período maior que 10 a 15 dias ou se for acompanhada de febre, suores noturnos, falta de ar, falta de apetite e eliminação de secreção com sangue.

Leia também:

Tosse persistente: o que fazer?

Tosse com catarro: o que fazer?

O clínico geral pode diagnosticar e indicar o tratamento ou encaminhamentos necessários no caso de tosse com falta de ar.

Também pode lhe interessar: Falta de ar constante: o que pode ser e o que fazer?