Perguntar
Fechar

Tosse seca: o que pode ser e o que fazer?

Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

A tosse seca geralmente tem origem alérgica, mas pode também ser sintoma de outras doenças. Geralmente, a tosse seca provocada por doença vem acompanhada de mais sintomas, como febre, falta de ar, emagrecimento, coriza, espirros, entre outros.

Algumas doenças que podem provocam tosse seca são: asma, bronquite, rinite, sinusite, tuberculose (se a tosse for persistente e durar mais de 4 semanas), DPOC, doença do refluxo gastroesofágico e câncer de pulmão (quando a tosse nunca melhora e vem acompanhada de sintomas como emagrecimento e falta de ar).

Vale lembrar ainda que o tabagismo também é um importante desencadeador de tosse.

Tratamento caseiro para tosse seca

A tosse é um reflexo natural do organismo, sendo um importante mecanismo de defesa do sistema respiratório, responsável pela remoção de excesso de secreção, corpos estranhos e micro-organismos infecciosos das vias aéreas.

O que fazer para amenizar a tosse seca?

Algumas medidas que podem ser feitas em casa e ajudam a aliviar o incômodo provocado pela tosse seca, nos casos menos graves, são:

⇒ Beber água constantemente: Os líquidos em geral, de preferência água, são os melhores remédios caseiros para tosse, pois facilitam a movimentação do muco.

⇒ Consumir mel: As evidências científicas cada vez mais apontam os benefícios do mel nos casos de tosse.

⇒ Tomar chá de gengibre e mel: esprema meio limão em uma caneca de água fervida, adicione 1 a 2 colheres (chá) de mel e beba enquanto ainda estiver morno.

⇒ Fazer inalação com soro fisiológico, chá ou óleo essencial de eucalipto, ajuda a umidificar as vias aéreas. Contudo, deve-se evitar o eucalipto em casos de bronquite ou asma.

⇒ Beber chás de tomilho, eucalipto, hortelã ou gengibre com limão;

⇒ Evitar contato com agentes irritantes como fumaça, cigarro e perfumes

⇒ Dormir com a cabeça mais elevada, usando mais travesseiros;

⇒ Deixar os ambientes da casa bem ventilados.

No caso de tosse persistente ou acompanhada de outros sintomas como febre, falta de ar e prostração procure um médico de família ou clínico geral.