Perguntar
Fechar

Como aumentar minha libido?

Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Para aumentar a libido feminina ou masculina, é preciso primeiro identificar a causa da falta de desejo sexual, que pode ser física ou psicológica. Se a falta de desejo não for causada por fatores físicos, seguem algumas dicas que podem ajuda a aumentar a libido:

  • Procure melhorar ou manter sua autoestima elevada;
  • Diga ao parceiro/a aquilo que deseja, fale sobre os seus sentimentos;
  • Faça atividades que lhe dão prazer e ajudam a aliviar o estresse, como exercícios físicos, massagens ou outros hobbies;
  • Quando possível faça uma atividade prazerosa junto com seu/sua parceiro/a, como dança ou esportes;
  • Crie oportunidades para estar a sós com seu/sua parceiro/a e reserve um dia da semana só para os dois;
  • Aproxime-se mais do/da seu/sua parceiro/a, com abraços, beijos, um toque, como pegar nas mãos com mais frequência e não somente no momento do sexo.

casal dançando

Dentre os fatores físicos que podem diminuir a libido estão o uso regular de alguns medicamentos como: anticoncepcionais, antidepressivos, ansiolíticos, bem como as alterações hormonais da menopausa, baixa dosagem de testosterona e alterações normais no pós-parto.

A diminuição da libido na grande maioria das vezes está relacionada com problemas psicológicos e psicossociais, por exemplo, relacionamentos de longa duração, monotonia, descuido de um ou ambos os lados, falta de comunicação ou intimidade entre o casal, sexualidade reprimida, nascimento do 1º filho, estresse, problemas pessoais, financeiros, entre tantos outros fatores.

Leia também: Falta de libido: o que pode ser e o que fazer?

Recomendamos em primeiro lugar, agendar uma consulta com seu/sua médico/a ginecologista (no caso das mulheres), ou urologista (no caso dos homens), para uma avaliação adequada do seu caso e tratamento direcionado para a causa.

Caso não seja um problema físico, pode ser benéfico a associação de um tratamento conjunto com terapia sexual ou terapia de casal.