Corrimento branco, o que pode ser?

Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Corrimento branco na mulher pode ter muitas causas diferentes, inclusive as oscilações hormonais que ocorrem normalmente durante o ciclo menstrual podem causar um corrimento branco mais ou menos espesso, que é normal e não corresponde a nenhum problema.

Outras causas incluem vulvovaginites, uso de certas medicações, inclusive anticoncepcionais, problemas imunológicos, estresse e gravidez.

Entre as vulvovaginites, ou seja doenças infecciosas que acometem a região vaginal ou vulva, a mais comum causadora de corrimento branco é a candidíase, mas outras vulvovaginites como a vaginose bacteriana também podem causar esse problema.

Candidíase

Se o corrimento branco tiver aspecto grumoso, espesso ou pastoso, parecido com nata ou queijo ricota, pode ser um sinal de candidíase, uma infecção causada pelo fungo Candida albicans.

Corrimento vaginal brancoNesses casos, o corrimento vaginal pode formar placas esbranquiçadas que ficam aderidas à mucosa vaginal. Além do corrimento vaginal branco, a candidíase normalmente causa sintomas como coceira, irritação da vulva, ardência ao urinar e vermelhidão.

Na candidíase, o corrimento pode apresentar pouco ou nenhum odor.

Leia mais em: O que é Candidíase?

Vaginose bacteriana

Outra causa de corrimento branco é a vaginose bacteriana. A vaginose é mais frequente em mulheres sexualmente ativas e o corrimento vaginal também pode apresentar coloração acinzentada, amarelada ou esverdeada.

O corrimento da vaginose bacteriana é homogêneo, pouco viscoso e também pode vir acompanhado de coceira, inflamação e irritação no local.

Leia também: Qual o tratamento para vaginose?

Para diagnosticar a origem do corrimento e receber um tratamento adequado, consulte um médico ginecologista.