Perguntar
Fechar

Corrimento marrom pode ser gravidez?

Corrimento marrom pode sim, ser um sinal de gravidez. Quando ocorre a nidação (implantação do embrião fecundado na parede uterina), pode haver a eliminação de pequena quantidade de sangue pela vagina, com aspecto marrom-avermelhado, acastanhado ou marrom claro.

A coloração marrom geralmente indica sangramento. No caso da nidação, é normal. O sangramento de nidação é pequeno, dura no máximo 3 dias e pode ter coloração marrom, vermelha ou rosa.

Durante a nidação, podem ocorrer outros sintomas, como cólicas, parecidas com as cólicas menstruais, além de uma leve dor em pontada no baixo ventre.

gestante

Outras possíveis causas

Entretanto, há diversas outras causas de corrimento marrom, ou sangramento, como infecção urinária, candidíase, vaginose bacteriana, traumas, e algumas potencialmente graves, como início de aborto. Além disso, mesmo que seja um sangramento normal da gestação, o corrimento deve ser tratado.

Até 30% das grávidas podem ter algum tipo de sangramento no início da gestação. Dos sangramentos que ocorrem durante a gravidez, cerca de metade são indicativos de aborto, por isso é tão importante atenção e avaliação médica nessa situação.

O que pode causar sangramento na gravidez?

Uma das causas de sangramento nas primeiras semanas de gravidez é o aumento da irrigação sanguínea do útero, facilitando esses episódios, embora na maioria das vezes não seja sinal de alarme.

Porém, sangramentos que ocorrem depois dos primeiros meses de gestação podem ser sinal de problemas mais graves.

Quando ocorre na primeira metade da gestação, o sangramento pode ser indicativo de gravidez ectópica (gestação fora do útero), gravidez molar, aborto e sangramento de nidação.

Se o sangramento ocorre na segunda metade da gestação, pode ser sinal de descolamento prematuro da placenta, ruptura do útero, placenta prévia, vasa prévia ou ainda início de trabalho de parto prematuro.

Outras causas de sangramento durante a gravidez incluem alterações hormonais, relação sexual, presença de pólipo uterino, candidíase, tricomoníase, herpes genital, entre outras.

Portanto, sempre que ocorrer sangramento ou corrimento, de qualquer cor ou tipo, procure imediatamente um médico ginecologista para avaliação. Ele poderá fazer o exame para averiguar se você está grávida ou não e lhe dar o tratamento ideal, se for necessário.