Perguntar
Fechar

Insuficiência venosa tem cura? Como é o tratamento?

O tratamento da insuficiência venosa varia de acordo com a causa, podendo incluir escleroterapia, laser e cirurgia.

Na escleroterapia, aplica-se um líquido no interior dos vasos sanguíneos por meio de agulhas bem finas. Esse líquido esclerosante destrói e cicatriza o vaso doente.

A escleroterapia é indicada somente para casos de insuficiência venosa em vasos de pequeno calibre, pois pode causar manchas e complicações nos vasos sanguíneos maiores.

Essa forma de tratamento da insuficiência venosa não casa dor forte e precisa de várias sessões para se atingir bons resultados.

Ecoesclerose (espuma)

A ecoesclerose consiste na aplicação de gás carbônico por meio de uma injeção de um produto e forma de espuma. Essa substância espumosa "entope" a veia e a variz não recebe mais sangue.

Laser

A aplicação de laser destrói os vasos sanguíneos de fino calibre afetados pela insuficiência venosa. Tem melhores resultados nas veias finas de coloração roxa, localizadas logo abaixo da pele.

Contudo, a escleroterapia é mais eficaz para tratar as varizes e o laser não é indicado para todos os tipos de pele.

Cirurgia

O tratamento cirúrgico da insuficiência venosa consiste na remoção do vaso sanguíneo. Na microcirurgia, não é preciso internamento e a cirurgia pode ser feita na clínica, desde que a veia tenha um pequeno calibre.

A microcirurgia é realizada com poucos cortes. Quando necessário, o período de internamento normalmente não é superior a 1 dia.

Meias elásticas

As meias elásticas são muito usadas para tratar casos de varizes e insuficiência venosa, já que auxiliam o retorno do sangue das veias para o coração.

O uso de meias elásticas é indicado sobretudo ao longo do dia, principalmente se a paciente permanece em pé por longos períodos.

Apesar de ser uma forma simples e prática de tratar a insuficiência venosa, as meias elásticas devem ser prescritas pelo médico responsável pelo tratamento. Se as meias não tiverem o grau de compressão adequado, o seu uso pode causar complicações.

Exercícios físicos

Todos os exercícios que trabalham os músculos das panturrilhas, como andar, correr e andar de bicicleta, favorecem a circulação sanguíneas nos membros inferiores.

Vale lembrar que a musculatura da "batata da perna", também conhecida como panturrilha, é considerada pelos cardiologistas como o "2º coração" do corpo, tão grande é a importância desses músculos no retorno do sangue para o coração.

Apesar dos benefícios da atividade física no tratamento da insuficiência venosa, a musculação deve ser evitada.

Elevação das pernas

Para ajudar o retorno venoso, é importante que as pernas fiquem acima do nível do coração. Portanto, sentar-se com as pernas elevadas numa cadeira não é tão eficaz.

O ideal é elevar os pés da cama com um calço embaixo dos mesmos. O importante é que o tronco e as pernas fiquem inclinados, o que irá ajudar o sangue a voltar ao coração.

O médico responsável pelo tratamento da insuficiência venosa é o angiologista ou cirurgião vascular.

Saiba mais em:

Quais os sintomas da insuficiência venosa?

Quais as causas da insuficiência venosa?