Perguntar
Fechar

O que não pode comer quem tem problemas de rins?

Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Quem tem problemas de rins NÃO pode comer carambola e deve evitar alimentos que tenham muito potássio, fósforo e sal (sódio), além de controlar a ingestão de alimentos gordurosos.

Carambola

A fruta contém uma substância tóxica que é eliminada por rins saudáveis, mas que não pode ser excretada pelos rins de pacientes com insuficiência renal ou função renal comprometida. Essa toxina então permanece no organismo, podendo causar diversas alterações neurológicas, como:

  • Confusão mental, agitação, insônia;
  • Fraqueza muscular, alteração da sensibilidade dos membros;
  • Convulsões, coma e até a morte, dependendo do caso.

Alimentos ricos em potássio - EVITAR!

  • Abacate, banana-nanica, banana-prata, açaí, água de coco;
  • Figo, laranja, maracujá, melão, damasco, graviola, fruta-do-conde;
  • Tangerina, uva, mamão, goiaba, jaca, laranja-pera, maracujá;
  • Kiwi, feijão, chocolate, extrato de tomate.

Pessoas com problemas renaisacumulam potássio no sangue porque os seus rins não são capazes de eliminá-lo.

Quando os níveis de potássio ficam muito elevados, pode causar fraqueza muscular intensa, arritmias e até uma parada cardíaca.

Alimentos com muito sal (sódio) - EVITAR!

  • Temperos prontos;
  • Alimentos enlatados;
  • Sucos em pó;
  • Salames e embutidos;
  • Queijos, Manteiga ou Margarina com sal.

O consumo de sal em excesso provoca um aumento da pressão arterial (pressão alta). Manter a pressão arterial sob controle é fundamental para retardar a progressão da doença renal crônica.

Alimentos ricos em fósforo - EVITAR!

  • Leite e derivados;
  • Ovos;
  • Carnes em geral;
  • Grãos;
  • Refrigerantes e Cerveja.

Assim como o potássio, o fósforo também tende a ficar acumulado no sangue de pacientes com insuficiência renal, pois os seus rins não conseguem eliminá-lo.

O excesso de fósforo no sangue provoca coceira e estimula a produção do paratormônio, um hormônio produzido pelas glândulas paratireoides, que em excesso causa complicações como perda óssea, tem como consequência perda óssea.

Alimentos gordurosos

  • Frituras;
  • Queijos;
  • Molhos;
  • Carne vermelha.

Controlar o consumo desses alimentos é importante para reduzir os níveis de colesterol, pois favorece os rins e o sistema cardiovascular.

Não existe uma dieta única para todos as pessoas com problemas de rins. Cada paciente deve ser avaliado de forma individual pelo médico nefrologista e ter a sua dieta elaborada por uma nutricionista.