Perguntar
Fechar

Chá de amora: para que serve? Tem contraindicações?

Dra. Juliana Guimarães
Dra. Juliana Guimarães
Enfermeira doutorada em Saúde Pública

O chá de amora é feito com as folhas de amora e é utilizado como um potente antioxidante e como coadjuvante nos tratamentos de gastrite, inflamações de boca e garganta, alívio dos sintomas de tensão pré-menstrual e da menopausa e diarreia.

Esta bebida é rica em nutrientes como vitaminas A, C, E, K e vitaminas do complexo B, potássio, cálcio, magnésio, ferro, manganês, leveduras, flavonoides, fibras e substâncias antioxidantes.

Amora e folhas de amora

1. Ação antioxidante

As folhas e as frutas sem espinhos da amora contêm propriedades antioxidantes, entre eles, a vitamina C. Deste modo, o chá das folhas de amora é capaz de auxiliar a combater os radicais livres causadores do envelhecimento precoce e de algumas doenças a exemplo do câncer.

2. Coadjuvante no tratamento de gastrite

A ação anti-inflamatória do chá de folhas de amora é útil para o tratamento de gastrite no sentido de ajudar a tratar a inflamação da mucosa do estômago. Durante o tratamento de gastrite com H. pylori, a bebida reduz o desconforto provocado por medicações específicas para tratar a infecção por esta bactéria.

3. Ajuda a tratar inflamações de boca e garganta

O chá das folhas de amora pode ser utilizado como coadjuvante no tratamento de inflamações da mucosa da boca e garganta por ter ação anti-inflamatória. A ingestão do chá ou o uso como gargarejo ou bochechos, neste caso em temperatura ambiente, pode aliviar as dores provocadas por aftas ou dores de garganta.

O chá de folhas de amora não deve ser utilizado para faringite, laringite ou qualquer outra infecção. Nestas situações o tratamento é efetuado mediante o uso de antibióticos.

4. Promove o alívio dos sintomas de tensão pré-menstrual e menopausa

O chá de folhas de amora auxilia no alívio dos sintomas da tensão pré-menstrual: reduz o fluxo sanguíneo da menstruação e as cólicas menstruais. Estes efeitos são provocados pelos taninos presentes no chá. Para uma maior liberação de taninos das folhas de amora, o chá deve ser preparado por decocção (colocar as folhas diretamente em contato com a água fervente).

A ação sobre a redução dos sintomas da menopausa está relacionada aos fitormônios também presentes nas folhas de amora. Estas substâncias desempenham no organismo da mulher uma função muito semelhante à do estrogênio, o que ajuda a amenizar os as ondas de calor, a secura vaginal, a insônia e as alterações de memória características da fase de menopausa.

5. Alivia os episódios de diarreia

Os taninos presentes no chá das folhas de amora aliviam os episódios diarreicos sem causa específica. Neste caso o chá deve ser preparado por decocção que consiste em colocar as folhas em água fervente. Este procedimento permite extrair das folhas uma maior concentração de taninos.

Contraindicações do chá de amora

  • Mulheres grávidas: o chá de amora pode provocar contrações uterinas que podem levar ao parto prematuro ou aborto quando usado em grande quantidade;
  • Pessoa que possuem distúrbios do fígado.

Chá de amora e emagrecimento

Chá de amora

Não há nenhuma evidência de que o chá das folhas de amora promova o emagrecimento. Sabe-se que a bebida não tem efeito termogênico e, portanto, não possui ação sobre o metabolismo capaz de por si só provocar o emagrecimento. É importante esclarecer que o consumo de líquidos promove a redução da sensação de inchaço o que pode levar à percepção de que se está emagrecendo.

A ingestão de chás e outros líquidos não elimina a necessidade do consumo de água, necessária ao bom funcionamento do organismo.

Cuidados quanto ao consumo do chá de amora

O consumo em excesso (mais de três xícaras ao dia) pode provocar náuseas, vômitos, desconforto no estômago, diarreia, toxicidade hepática (fígado) e alterar a absorção de cálcio e ferro. Para preservar absorção normal de cálcio e ferro pelo organismo evite consumir o chá de amora durante as refeições.

Se você utiliza medicamentos de uso contínuo não suspenda a medicação e comunique-se com seu/sua médico/a para orientações quanto a interações medicamentosas.

O consumo do chá não substitui nenhum medicamento. Ele pode ajudar no tratamento de algumas doenças. Por este motivo, procure orientação médica antes de usar o chá de folhas de amora como coadjuvante no tratamento de doenças.

Leia também

Plantas medicinais são seguras para a saúde?