Perguntar
Fechar

O que pode causar retenção urinária?

A retenção urinária é causada pela incapacidade de esvaziamento da bexiga. Suas principais causas incluem: hipertrofia benigna da próstata, estreitamento da uretra, impactação fecal, câncer de próstata, distúrbios neurológicos (bexiga neurogênica), cirurgias, cálculos na bexiga e uso de drogas.

O acúmulo de urina na bexiga muitas vezes tem como causa a obstrução da uretra, que é o canal excretor urinário.

Há ainda casos de hímen imperfurado que podem provocar dificuldade para urinar. Os sintomas normalmente não notados na puberdade, quando a menina atinge a idade da primeira menstruação e o fluxo menstrual não desce porque fica retido pelo hímen.

Os sintomas da retenção urinária podem incluir sensação de pressão ou desconforto na bexiga, aumento da sensibilidade na região púbica, agitação e transpiração.

Pessoas com retenção de urina podem apresentar ainda o que os urologistas chamam de incontinência urinária paradoxal. O paradoxo está no fato do indivíduo perder urina continuamente e não conseguir realizar a micção. A pessoa sente cada vez mais vontade de urinar, não consegue esvaziar a bexiga e ao mesmo tempo apresenta uma perda contínua de gotas de urina.

O diagnóstico da retenção urinária é feito através do exame físico acompanhado pela história do paciente. O tratamento consiste do esvaziamento da bexiga por meio de um cateter introduzido pela uretra ou por uma pequena incisão logo acima do púbis.

Sem tratamento, a retenção urinária pode causar frouxidão da musculatura lisa da bexiga, insuficiência renal, infecção urinária, pedras na vesícula, entre outras complicações.

Vale lembrar ainda que a insuficiência renal decorrente da retenção urinária é reversível, desde que o problema seja detectado e tratado a tempo.

Para maiores informações, consulte um médico urologista.