Quais os efeitos colaterais da anestesia peridural?

Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Os possíveis efeitos colaterais da anestesia peridural incluem queda da pressão arterial e dos batimentos cardíacos, dor de cabeça, náuseas, vômitos, tremor, retenção urinária, infecção local, falta de ar, hematoma peridural e dor nas costas (coluna lombar).

Contudo, os efeitos colaterais tendem a ser passageiros e dependem do organismo de cada pessoa.

A dor nas costas pode durar algumas horas ou demorar semanas para passar. Isso acontece quando há ruptura de algum nervo ou hematoma no local da punção, podendo causar dor ou dormência na coluna lombar.

A dor de cabeça pode ocorrer em até 1% do pacientes submetidos à anestesia peridural. O tratamento consiste em repouso no leito, hidratação e analgésicos.

Se a dose de anestésico for muito elevada, a pessoa apresenta tontura, gosto metálico na boca e zumbidos. A seguir, surgem distúrbios da fala, sonolência e tremores, que podem evoluir para convulsões, insuficiência respiratória e parada cardiorrespiratória.

As reações alérgicas são muito raras, mas podem acontecer. Quando ocorrem, manifestam-se por coceiras, vermelhidão, diminuição da pressão arterial, entre outras reações, sendo tratadas com anti-histamínicos, corticoides e epinefrina (adrenalina).

As infecções são causadas frequentemente por cateteres infectados por bactérias, o que ocorre na maioria das vezes pelo mau uso do cateter ou tempo de permanência prolongado.

O uso de equipamentos e anestésicos adequados, além do domínio da técnica de aplicação, diminuem muito o risco de efeitos colaterais.

Leia também:

Quais os efeitos colaterais da anestesia raquidiana?

Qual a diferença entre a anestesia raquidiana e peridural?

Quais os riscos da anestesia geral?