Perguntar
Fechar

Quais são os sintomas do pré-diabetes?

O sintoma que caracteriza o pré-diabetes é o aumento do nível de glicose no sangue em jejum. Valores de glicemia entre 100 mg/dl e 125 mg/dl indicam que a pessoa tem um risco elevado de desenvolver diabetes tipo 2, sobretudo se ela for sedentária, tiver excesso de peso e história de diabetes na família.

O exame de glicemia em jejum é o mais usado para detectar o pré-diabetes. Através dele, é possível medir o nível de glicose sanguínea após um jejum de pelo menos 8 horas.

Outro sintoma do pré-diabetes é o aumento da hemoglobina glicada (HbA1c). A hemoglobina é uma proteína que está presente nos glóbulos vermelhos do sangue, também conhecidos como hemácias ou eritrócitos.

A hemoglobina glicada é o resultado da reação entre a glicose do sangue e a hemoglobina. Assim, se a glicemia estiver alta, a hemoglobina glicada também estará. O pré-diabetes é diagnosticado se a HbA1c estiver entre entre 5,7 e 6,4 %.

Se o diabetes já estiver instalado, outros sinais e sintomas podem surgir, como aumento da frequência urinária, sede constante e visão borrada.

Contudo, é importante frisar que grande parte dos pacientes com diabetes tipo 2 não apresentam qualquer sintoma. O pré-diabetes também não costuma causar manifestações, sendo detectado apenas através dos exames.

Veja também: Quais são os sintomas do diabetes tipo 2?

O pré-diabetes é uma condição que indica uma propensão para se desenvolver diabetes tipo 2. Porém, nem todas as pessoas com essa tendência terão diabetes, podendo permanecer com pré-diabetes durante toda a vida sem nunca desenvolver a doença.

O diagnóstico e o controle do pré-diabetes são da responsabilidade do médico endocrinologista.

Saiba mais em:

Pré-diabetes sempre evolui para diabetes? Em quanto tempo isso pode acontecer?

Quais os Sintomas para Suspeitar de Diabetes?

Como é feito o diagnóstico do diabetes?