Perguntar
Fechar

Escape

Dúvidas sobre menstruação, sangramentos e escapes
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Uma dica importante que talvez resolva a dúvida de muitas mulheres: menstruação não é o período fértil da mulher. Aliás, é o contrário. Quanto mais longe da menstruação, mais fértil são os dias, tanto antes como depois da menstruação. Outra recomendação importante: se sua menstruação atrasou ou veio, mas de forma diferente, e está desconfiando de gravidez, precisa fazer o exame de gravidez.

1. O que é a menstruação?

A menstruação é uma perda de sangue decorrente da descamação da camada mais interna do útero, o endométrio. O período menstrual ocorre por ciclos e tem uma duração que varia entre 2 e 7 dias.

Depois da primeira menstruação (menarca), os ciclos menstruais geralmente são irregulares e a menina pode ficar longos períodos sem menstruar.

A duração do ciclo menstrual e a quantidade de sangue perdido em cada menstruação podem ser influenciadas por diversos fatores. Por isso, os ciclos e o fluxo menstrual podem variar de um mês para outro.

2. Quanto tempo dura o ciclo menstrual?

Em média, os ciclos menstruais têm duração de 28 a 32 dias, podendo variar em algumas mulheres para mais ou menos. O ciclo menstrual começa no 1º dia da menstruação e termina no dia anterior à vinda da próxima menstruação.

3. Comecei a menstruar há pouco tempo e minha menstruação está desregulada. Isso é normal?

Isso é "normal" nos primeiros meses depois que a mulher começa a menstruar. No início, a menstruação costuma ser desregulada, às vezes vem certo, às vezes não vem ou até mesmo vem duas vezes no mesmo mês.

4. Qual é o tempo normal de uma menstruação?

Uma menstruação normal pode durar entre 2 e 7 dias.

5. O que é sangramento de escape?

O sangramento de escape ou spotting, como também é conhecido, é uma pequena perda de sangue que ocorre fora do período menstrual. Suas causas são variadas e, na maioria dos casos, não representam nada de grave.

Porém, é necessário fazer uma avaliação com um médico de família ou ginecologista, pois o spotting pode ser sinal de mioma uterino, pólipo endometrial, lesões no colo do útero, entre outras doenças e condições.

Os sangramentos de escape são muito comuns em mulheres que tomam pílula anticoncepcional. Ocorrem no meio do ciclo menstrual e fora do período de pausa entre uma cartela e outra.

Nesses casos, os sangramentos de escape ocorrem com mais frequência nos primeiros 3 meses de uso do anticoncepcional. Porém, com o tempo, o spotting torna-se esporádico e raramente ocorre em mulheres que tomam a pílula há mais tempo.

Vale lembrar que o sangramento de escape não é um sinal de que o anticoncepcional falhou. Por isso, a mulher deve continuar a tomar a pílula normalmente.

Sangramentos são muito comuns quando se toma anticoncepcional e não significam necessariamente que existe risco de gravidez. Podem ocorrer em qualquer época do ciclo e não significam que o anticoncepcional está fraco. Porém, quando se repete muito ou é contínuo, geralmente é preciso avaliar se é necessário trocar de anticoncepcional ou de método contraceptivo.

6. Por que o anticoncepcional causa sangramento de escape?

O sangramento de escape que ocorre no meio do ciclo é causado por uma atrofia do endométrio (camada mais interna do útero). Os hormônios presentes no anticoncepcional deixam o endométrio mais fino, o que deixa os vasos sanguíneos mais expostos e aumenta, assim, o risco de sangramentos.

Porém, o spotting também pode ser provocado pelo uso incorreto ou esquecimento da pílula, ou ainda pelo início do uso fora da época correta do ciclo menstrual.

Em alguns casos, pílulas anticoncepcionais com doses muito baixas de hormônios também podem causar esse efeito colateral. Nesses casos, pode ser um sinal de que o medicamento não está atuando de forma adequada e pode falhar. Quando isso acontece, recomenda-se utilizar outro método anticoncepcional e consultar o médico ginecologista.

7. Pequeno sangramento “tipo borra” é sinal de gravidez?

Talvez. Pode ser apenas uma irregularidade ou o chamado “escape”, mas em alguns casos pode indicar gravidez. Esse sangramento é causado pela implantação do óvulo fecundado no útero e costuma acontecer entre de 7 a 15 dias após a relação sem proteção. Nesse caso, o ideal é esperar a próxima menstruação e se ocorrer atraso menstrual superior a 15 dias, deve fazer o exame de gravidez.

8. O sangramento pode ser nidação?

O sangramento de nidação é raro, nem sempre acontece, e somente ocorre se uma gravidez for possível, no caso de relação sem proteção durante o período fértil.

O sangramento de nidação somente ocorre no meio do ciclo (longe da menstruação) e dura poucas horas ou no máximo 1 ou 2 dias. O sangue pode vir com qualquer aspecto. Uma coisa é importante: se teve esse tipo de sangramento e sua menstruação atrasar (15 ou mais dias de atraso) é um bom indício de gravidez.

9. Minha menstruação atrasou. Estou grávida?

Talvez. Atrasos eventuais e de poucos dias são muito comuns e não necessariamente indicam gravidez. Os médicos consideram apenas indicativo de gravidez atrasos realmente consistentes, ou seja, 15 dias ou mais.

Isso é um bom indício de que algo está acontecendo e é prudente fazer o exame de gravidez (caso haja essa suspeita) e independente do resultado (positivo ou negativo) deve procurar um médico de família ou ginecologista para avaliar a causa do atraso.

10. Minha menstruação está atrasada. Fiz o exame de gravidez ou teste de gravidez e deu negativo. O que pode ser?

A causa do atraso menstrual precisa ser melhor avaliada por um médico de família ou ginecologista. Se está com menos de 15 dias de atraso, espere completar 15 dias e refaça o teste de gravidez. Se já está com mais de 15 dias de atraso e fez o exame depois desse período e ele veio negativo vale a pena consultar um médico para avaliar a razão do atraso menstrual.

11. Minha menstruação atrasou, tive infecção e tomei antibióticos. Pode ser por causa disso?

É uma possibilidade, tanto a infecção como os antibióticos podem interferir com o ciclo menstrual.

12. Minha menstruação está atrasada, mas não é gravidez, porque não tive relações. O que será?

Atrasos desse tipo são geralmente decorrentes de algum tipo de alteração hormonal ou alguma doença física ou emocional. Precisa procurar um médico para saber a causa.

13. Infecção urinária atrasa a menstruação?

Eventualmente sim.

14. Minha menstruação adiantou. É normal?

Eventualmente isso acontece e pode ser considerado "normal". Somente deve se preocupar caso isso aconteça com muita frequência.

15. Minha menstruação veio duas vezes esse mês. Isso é normal?

Normal não é. Porém, eventualmente, isso acontece e pode ser considerado "normal". Somente deve se preocupar caso isso aconteça com muita frequência.

16. Minha menstruação é desregulada e está atrasada, será que estou grávida?

Se sua menstruação é desregulada é difícil saber se ela está realmente atrasada. Espere mais alguns dias e, se continuar atrasada, faça o exame de gravidez.

17. Minha menstruação está desregulada. Quando ela vem novamente?

A previsão de uma nova menstruação somente é possível quando a mulher é bem regulada, tem um ciclo com uma duração fixa e a menstruação costuma vir sempre na mesma data. Nesses casos, a própria mulher já sabe quando ela vem. Porém, se está desregulada, não tem como saber quando vai descer novamente.

18. Depois que comecei a tomar anticoncepcional minha menstruação (fluxo) diminuiu e mudou seu aspecto. Isso é normal?

Pílula anticoncepcional de uma forma geral tende a reduzir a quantidade de dias e a quantidade do fluxo menstrual, além de alterarem o aspecto da secreção vaginal ou sangramento menstrual.

19. Tomo anticoncepcional bem certo e este mês a menstruação não veio. O que pode ser?

Isso é uma ocorrência relativamente comum para quem faz uso de anticoncepcional. Eventualmente, a menstruação não vem um mês e no mês seguinte ela vem normalmente. Pode até indicar gravidez, mas não é comum. Se tomou o anticoncepcional certo, não há porque se preocupar.

Volte a tomar a pílula no dia que é para voltar a tomar a próxima cartela normalmente e se ficar ansiosa ou preocupada faça um teste de gravidez para sair da dúvida.

O mesmo ocorre quando a menstruação vem menos ou diferente do habitual. Isso é comum usando anticoncepcional, sem que signifique algo a se preocupar. Na dúvida, consulte um ginecologista ou médico de família.

20. Tive relação durante a menstruação. Posso engravidar?

Não. Raramente ocorre gravidez se a relação ocorre durante a menstruação.

21. É normal ter dor forte na menstruação?

“Normal” não é a palavra mais adequada para se usar nesse caso. Existem mulheres que sempre têm cólica menstrual (antes e durante). Isso pode ser normal porque a menstruação delas sempre foi assim desde a primeira vez, mas existe tratamento.

Outras mulheres começaram a ter dor forte na menstruação depois de um tempo ou depois de terem filhos. Pode então ser alguma doença e não ser normal. Um exemplo é a endometriose (dores durante e logo depois da menstruação). Precisa procurar um médico.

22. Tenho 15 anos (ou mais ), já tenho corpo, mas minha menstruação nunca veio. O que pode ser?

alvez sua menstruação ainda venha. Porém, o esperado é vir até os 16 anos. A partir dos 16 anos de idade já é indicado fazer uma investigação para avaliar seu organismo e saber se não há algo de errado.

23. Como faço para atrasar minha menstruação ou fazê-la não descer?

Caso use anticoncepcional de 21 comprimidos, basta emendar uma cartela na outra, sem dar pausa. Caso tome anticoncepcional de 28 comprimidos, com cores diferentes, não deve tomar os últimos comprimidos de cor diferente e deve começar uma nova cartela, dispensando os comprimidos restantes.

Se não tomar anticoncepcional, basta iniciar um anticoncepcional pelo menos uns 10 dias antes da menstruação chegar. Importante: Nem sempre dá certo, mesmo que faça tudo corretamente, às vezes a menstruação vem mesmo assim.

Para maiores esclarecimentos sobre menstruação e sangramentos de escape, consulte um médico ginecologista ou médico de família.

Também podem lhe interessar:

Minha menstruação está irregular. O que pode ser?

Dúvidas sobre anticoncepcional

O que fazer para aumentar ou diminuir o fluxo menstrual?

O que é sangramento de escape?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sangramento de escape é a perda mínima de sangue que pode ocorrer ao longo do ciclo menstrual. Esse sangramento é diferente do sangramento da menstruação pois tem uma coloração de sangue menos vivo, não é prolongado, costuma durar alguns dias ou mesmo apenas 1 dia, é percebido na calcinha manchada e às vezes a mulher não sente necessidade do uso de absorvente.

Geralmente, é associado ao uso de anticoncepcional hormonal como pílula, adesivo, anel vaginal implante intradérmico e DIU (Dispositivo intra uterino) ou no início da gravidez (primeiros 3 meses). A frequência do escape é maior nos primeiros meses de uso do anticoncepcional, mas ao fazer o uso correto, o escape não está associado com a redução da eficácia do anticoncepcional.

As mulheres fumantes são mais propensas a esse tipo de sangramento. A interrupção do tabagismo é sugerida como medida de melhora.

A maioria das mulheres apresenta resolução espontânea do problema, não precisando de intervenção com medicações ou mudança de método anticonceptivo. Caso o sangramento de escape incomode demasiadamente, a mulher pode procurar o/a ginecologista, clínico/a geral ou médico/a de família para orientações.

Leia também: É normal ter sangramento durante o período fértil?

O sangramento de escape dura quantos dias?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

O sangramento de escape geralmente dura menos dias que o período menstrual habitual da mulher, que varia de 2 a 7 dias.

Ele pode ocorrer em mulheres que usam anticoncepcional ou no início da gravidez (primeiros 3 meses).

Normalmente, o sangramento de escape tem uma coloração diferente do sangue vivo da menstruação.

A frequência do escape é maior nos primeiros meses de uso do anticoncepcional. Fazendo o uso correto, o escape não está associado com a eficácia do anticoncepcional.

Para as mulheres que fumam é recomendado parar de fumar.

Em alguns casos, há necessidade do uso de outras medicações para cessar o sangramento. Por isso, procure seu ginecologista para orientar a melhor escolha.

Sangramento de escape pode ser considerado menstruação?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não. Sangramento de escape é diferente do sangramento menstrual e não é considerado menstruação.

Sangramento de escape é a perda mínima de sangue que pode ocorrer ao longo do ciclo menstrual. Esse sangramento não é prolongado, é percebido na calcinha manchada e às vezes a mulher não sente necessidade do uso de absorvente. Geralmente é associado ao uso de anticoncepcional hormonal como pílula, adesivo, anel vaginal implante intradérmico e DIU (Dispositivo intra uterino).

As mulheres fumantes são mais propensas a esse tipo de sangramento. A interrupção do tabagismo é sugerida como medida de melhora.

A maioria das mulheres apresenta resolução espontânea do problema, não precisando de intervenção com medicações ou mudança de método anticonceptivo. Caso o sangramento de escape incomode demasiadamente, a mulher pode procurar o/a ginecologista, clínico/a geral ou médico/a de família para orientações. 

Tomo anticoncepcional e menstruei antes da cartela acabar?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Pode ser um sangramento de escape ou uma irregularidade menstrual, quando acontece uma única vez não há com o que se preocupar, isso é bastante comum e normalmente não significa nada, porém se começar a ser algo repetitivo deve voltar ao seu médico.

Como parar o sangramento de escape?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Uma forma de ajudar a cessar o sangramento de escape é parar de fumar. As mulheres que fumam têm mais chances de apresentar sangramentos de escape, por isso recomenda-se suspender o tabagismo para melhorar o sangramento.

Na maioria dos casos, o sangramento de escape resolve-se espontaneamente em poucos dias e dura menos tempo que o período menstrual habitual da mulher, que pode ser de 2 dias a uma semana.

No entanto, se o escape for muito incômodo, o médico ginecologista pode prescrever medicamentos específicos para parar o sangramento ou alterar o método anticoncepcional utilizado.

Saiba mais sobre o assunto em:

Tenho sangramento de escape, posso engravidar?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

O sangramento de escape é comum em quem usa o anticoncepcional hormonal como Diane 35. Ao fazer o uso regular do anticoncepcional, sem esquecimento de pílulas e sem falhas, ele terá seu efeito garantido mesmo havendo esses escapes.

Sangramento de escape é a perda mínima de sangue que pode ocorrer ao longo do ciclo menstrual. Esse sangramento é diferente do sangramento da menstruação pois tem uma coloração de sangue menos vivo, não é prolongado, costuma durar alguns dias ou mesmo apenas 1 dia, é percebido na calcinha manchada e às vezes a mulher não sente necessidade do uso de absorvente.

O risco de gravidez em quem usa anticoncepcional é reduzido, em torno de 1%. Ou seja, quem faz uso regular da medicação, mesmo apresentando o sangramento de escape, tem um baixo risco de engravidar.

Caso você tenha alguma dúvida, consulte o/a médico/a de família, ginecologista ou clínico/a geral para uma avaliação.

Qual a diferença do sangramento da nidação e do escape?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Não há diferença entre os sangramentos, somente sabemos se foi um ou outro depois. Se foi nidação uma gravidez deve aparecer, se foi escape uma gravidez não deve aparecer.

É normal ter sangramento de escape por causa do anticoncepcional?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Sim, é normal ter sangramento de escape (spotting) por causa do anticoncepcional. Muitas vezes esses sangramentos de escape estão associados ao uso de anticoncepcionais hormonais como pílula, adesivo, anel vaginal, implante e DIU (Dispositivo intra uterino).

O spotting é mais comum e frequente quando se faz uso da pílula continuamente, sem intervalos e quando se faz uso de anticoncepcionais com menor dosagem de estrogênio, além disso costuma ocorrer spotting nos primeiros meses de uso do anticoncepcional, com o decorrer do tempo é comum cessar esse sintoma.

Vale ressaltar que o sangramento de escape não indica falha da pílula, portanto é importante continuar fazendo uso do método contraceptivo normalmente mesmo caso ocorra esse tipo de sangramento.

Em algumas situações principalmente quando o uso da pilula é contínuo pode ocorrer a cessação da menstruação e de qualquer sangramento, com o decorrer do tempo, o que também é um efeito esperado do anticoncepcional.

Grande parte dos casos de sangramento de escape decorrentes do uso de anticoncepcional apresenta resolução espontânea, sem necessidade de uso de outros medicamentos ou mudança da pílula ou do método contraceptivo.

Contudo, se o sangramento de escape for muito incômodo, fale com o seu médico ginecologista ou médico de família para receber orientações ou mudar a sua pílula.

Também pode lhe interessar:

Anticoncepcional oral tem efeitos colaterais?

Como parar o sangramento de escape?

Minha menstruação veio uma semana antes de acabar a cartela...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Não dê atenção para esse sangramento, faça o que você tem que fazer, siga o programado, procure um médico caso o sangramento não pare ou caso o sangramento comece se repetir muitas vezes.

Estou com sangramento de escape, devo parar o remédio?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Se for uma única vez não há porque mudar, se for algo que está se repetindo todos os meses deve trocar de anticoncepcional, peça ajuda ao seu ginecologista para fazer essa troca.

Sangramento de escape posso contar como menstruação?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não. O sangramento de escape não pode ser contado como menstruação.

Sangramento de escape é a perda mínima de sangue que pode ocorrer ao longo do ciclo menstrual. Esse sangramento não é prolongado, é percebido na calcinha manchada e às vezes a mulher não sente necessidade do uso de absorvente. Geralmente é associado ao uso de anticoncepcional hormonal como pílula, adesivo, anel vaginal implante intradérmico e DIU (Dispositivo intra uterino). No seu caso, é bem provável que seja associado ao uso do anticoncepcional.

As mulheres fumantes são mais propensas a esse tipo de sangramento. A interrupção do tabagismo é sugerida como medida de melhora.

A maioria das mulheres apresenta resolução espontânea do problema, não precisando de intervenção com medicações ou mudança de método anticonceptivo. Caso o sangramento de escape incomode demasiadamente, a mulher pode procurar o/a ginecologista, clínico/a geral ou médico/a de família para orientações.