Perguntar
Fechar
Tenho 41 anos, menstruação atrasada, posso estar grávida?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Toda vez que uma mulher em idade fértil tem relações desprotegidas e a sua menstruação atrasa (ou fica bagunçada) a primeira desconfiança é gravidez; só resta a você fazer o exame de gravidez para saber se está ou não grávida.

Menstruação atrasada, pode ser gravidez?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Atrasos eventuais e de poucos dias são muito comuns e não necessariamente indicam gravidez, os médicos apenas consideram para indicativo de uma possível gravidez atrasos realmente consistentes, ou seja, 15 dias ou mais de atraso é um bom indício de que algo está acontecendo e é prudente fazer o exame de gravidez (caso haja essa suspeita) e independente do resultado (positivo ou negativo) deve procurar um ginecologista para fazer o pré-natal e se negativo para saber o porquê de sua menstruação não desceu.

Não tive relações, o que pode ser?

Atrasos são geralmente decorrentes de algum tipo de alteração hormonal ou alguma doença física ou emocional, precisa procurar um ginecologista para saber a causa.

Antibiótico e corticoide podem atrasar a menstruação?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Sim. Corticoides podem atrasar a menstruação, mas os antibióticos normalmente não provocam atraso menstrual, raras exceções. Em geral, a infecção para a qual o antibiótico foi prescrito é que pode atrasar o ciclo, não o medicamento em si.

Os principais medicamentos que podem atrasar a menstruação são os psiquiátricos e neurológicos, sobretudo quando são usados em doses muito elevadas ou por tempo prolongado, pois podem aumentar a secreção do hormônio prolactina e interferir no ciclo menstrual.

Alguns exemplos são os neurolépticos, como Risperidona, Haldol, Melleril e Equilid, com destaque para a Risperidona e o Equilid, que podem atrasar a menstruação mesmo em doses baixas.

Os tranquilizantes benzodiazepínicos normalmente só provocam atraso em doses muito altas e depois de um tempo prolongado de uso.

Já os medicamentos antidepressivos raramente atrasam a menstruação.

Leia também: Antidepressivo pode atrasar a menstruação?

Outros medicamentos que podem interferir no ciclo menstrual são os antipsicóticos, medicamentos quimioterápicos, imunossupressores e anti-hipertensivos.

Para maiores informações sobre o atraso menstrual causado por medicamentos, fale com o médico que receitou a medicação ou com o seu médico ginecologista.

Pode lhe interessar também:

Eu posso fazer um exame de beta-hcg com quantos dias de atraso?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

O ideal é somente com 15 dias de atraso menstrual.

O exame de beta-hCG pode dar negativo quando ele é feito nos primeiros dias de atraso da menstruação.

O hormônio beta-hCG pode ser detectado no sangue ou na urina da mulher após a implantação do ovo (a união do espermatozoide com o óvulo) no útero. Essa implantação geralmente ocorre 7 dias após a fecundação. Por isso, nas primeiras semanas de gestação, ainda não há quantidade suficiente desse hormônio na circulação da mulher capaz de dar positivo o exame. Sendo assim, ela pode estar grávida e o exame beta-hCG ser negativo.

Quando há dúvidas quanto a uma possível gravidez, a mulher pode repetir o exame em alguns dias, aguardando um atraso menstrual maior e dando tempo do hormônio ser detectado no sangue ou na urina.

Em caso de atraso menstrual prolongado e teste beta-hCG negativo, a mulher deve procurar o/a médico/a para uma avaliação.

Saiba mais em:

Resultado do exame de gravidez beta-hcg

Tomo metformina, em quanto tempo minha menstruação desce?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Pode-se ovular (mas é mais difícil) mesmo não tendo menstruação ou ela sendo irregular. Provavelmente essa sujeirinha não dá para considerar como sendo uma menstruação.

A metformina é um tratamento auxiliar na SOP (Síndrome dos Ovários Policísticos), não significa que a metformina vai fazer sua menstruação descer ou mesmo regular ela.

Leia também o artigo: Metformina é um bom tratamento para quem tem ovários policísticos?

Menstruação atrasada e exame positivo, é gravidez?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Menstruação atrasada e exame de gravidez positivo é porque está grávida. Precisam procurar um médico e começar a fazer o pré-natal, o tempo de gravidez vai ser calculado na consulta com o médico. Exame de Beta-hcg não dá para saber a idade gestacional.

A pílula do dia seguinte atrasa a menstruação?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Sim. A pílula do dia seguinte desregula o ciclo menstrual.

A pílula do dia seguinte, ou de emergência, contém uma grande concentração de hormônios, por isso impede a gestação se for utilizada dentro das primeiras 72 h, de maneira correta.

Leia também: Como tomar a pílula do dia seguinte?

Entretanto, devido a essa alta taxa de hormônios, é comum apresentar irregularidade menstrual, como atrasos, de no máximo 4 emanas (1 mês), ou menstruação antes da data prevista. São alterações esperadas, não sugere qualquer problema. Pode causar ainda, como efeitos colaterais, náusea, vômitos e dores de cabeça.

No caso de apresentar vômitos, antes de completar 2h da tomada da pílula, é recomendado repetir a dose da medicação. E no caso do atraso menstrual durar mais do que 4 semanas, o médico deverá ser consultado.

Independente do tempo de atraso, ou tipo de sangramento que se apresentar, enquanto não regulariza o ciclo menstrual, é fundamental que faça uso de um contraceptivo adicional, de preferência um método de barreira, como a camisinha (feminina ou masculina), para evitar além de uma gestação não planejada, o risco de contaminação de uma doença sexualmente transmissível (DSTs), como: sífilis, gonorreia, HIV, entre outras.

A única forma de se evitar as DSTs é com uso de contraceptivos de barreira em todas as relações sexuais.

Para maiores esclarecimentos, agende uma consulta com seu/sua médico/a ginecologista.

Leia também: Tomei pilula do dia seguinte e a menstruação não desceu?

Menstruação atrasada, teste de farmácia positivo, começou...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Se está grávida não é menstruação, deve ser um sangramento ou aborto; e se não estava grávida então é só sua menstruação que desceu. O jeito é consultar um ginecologista, vai precisar de exames para definir o que realmente está acontecendo.

Estou com a minha menstruação atrasada há 13 dias, sinto ânsias, sonolência...posso estar grávida?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Pode sim. Caso tenha relação sexual sem contraceptivos, como o uso de camisinha, ou uso regular de anticoncepcional, existe o risco de gravidez; associado a menstruação atrasada e todos os sintomas relatados, é possível que esteja grávida. Porém outras situações podem causar os mesmos sintomas.

O atraso menstrual é caracterizado após 10 a 15 dias de atraso da data esperada pela mulher, e significa o sinal mais precoce e importante da suspeição de gravidez, entretanto, não é o único diagnóstico para esses sinais e sintomas.

Outras situações podem causar atraso menstrual com certa frequência:

O que pode atrasar a menstruação?

Qualquer alteração no ciclo menstrual deve ser informada ao médico/a ginecologista para adequada avaliação e cuidados.

Saiba mais nos links:

Estou com um bebê de 5 meses, amamentação exclusiva...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Provavelmente não. Para a mulher que está amamentando o normal é não descer a menstruação, a menstruação até pode vir, mas o mais comum é ela não descer.

O que é amenorreia e quais as suas causas?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Amenorreia significa ausência de menstruação, podendo ser classificada como primária ou secundária. Em mulheres que não estão usando medicamento hormonal, não estão grávidas, nem amamentando, a amenorreia é um sinal de alguma disfunção.

A amenorreia primária é a ausência de menarca (primeira menstruação) até os 16 anos de idade e ocorre mais frequentemente devido a uma puberdade tardia. Suas principais causas são:

  • Alteração genética com consequente alteração nos ovários e na produção de óvulos;
  • Hipogonadismo hipotalâmico, uma disfunção no hipotálamo;
  • Ausência de órgãos reprodutores femininos incluindo útero, vagina e colo do útero;
  • Hímen imperfurado;
  • Disgenesia gonadal (quase metade dos casos);
  • Doença na hipófise.

Outras causas para amenorreia primária incluem perda de peso extrema, craniofaringioma, desnutrição, hipoglicemia, hipertireoidismo, obesidade mórbida, fibrose cística, hipoplasia adrenal congênita, síndrome de Turner, hermafroditismo verdadeiro, doença de Crohn, doença cardíaca congênita, tumores nos ovários, tumores adrenais, hímen imperfurado, síndrome adrenogenital, síndrome de Prader-Willi e síndrome dos ovários policísticos.

A amenorreia secundária ocorre quando a mulher que já teve menstruações anteriores deixa de menstruar durante 3 meses consecutivos ou mais. A amenorreia secundária também pode se manifestar pela ocorrência de menos de 9 menstruações por ano.

Dentre as causas de amenorreia secundária estão:

  • Gravidez (causa mais comum);
  • Amamentação (lactacional);
  • Climatério;
  • Estresse físico ou emocional;
  • Rápida perda de peso;
  • Exercícios extenuantes frequentes;
  • Métodos hormonais contraceptivos;
  • Síndrome do ovário policístico;
  • Menopausa antes dos 40 anos de idade;
  • Histerectomia (remoção cirúrgica do útero);
  • Produção anormal de determinados hormônios (testosterona, hormônio da tireoide, cortisona);
  • Tumores da hipófise;
  • Quimioterapia.
Amenorreia primária

Embora a amenorreia primária seja rara, é muito importante realizar uma avaliação abrangente com um especialista em reprodução humana, uma vez que a amenorreia é um sinal comum de problemas reprodutivos. Se o diagnóstico não for feito precocemente, pode haver prejuízos para a mulher a longo prazo.

Uma menina com síndrome de insensibilidade androgênica, por exemplo, pode necessitar remover as gônadas devido ao risco de câncer. Nos casos de síndrome do ovário policístico e hiperinsulinemia, é importante implementar mudanças nos comportamentos e na alimentação para evitar doenças cardiovasculares.

A amenorreia primária deve ser investigada nos seguintes casos:

  • Quando a primeira menstruação ainda não veio aos 15 anos de idade e a menina apresenta caracteres sexuais secundários;
  • Quando a menstruação ainda não veio nos 5 anos seguintes ao desenvolvimento das mamas (quando isso acontece antes dos 10 anos de idade);
  • Se a menina, aos 13 anos de idade, ainda não apresentar nenhum carácter sexual secundário.

Algumas condições particulares, como o aparecimento dos caracteres sexuais secundários antes dos 15 anos de idade, associada à amenorreia e dores pélvicas cíclicas, devem ser logo investigados, devido ao risco de obstrução do trato genital.

Outra situação que deve ser investigada em caso de amenorreia primária é a presença de alterações nos órgãos genitais ou características sugestivas de alterações genéticas, como a síndrome de Turner.

Qual é o tratamento para amenorreia?

O tratamento da amenorreia será realizado após a identificação da causa específica que lhe está originando. Esse tratamento pode variar desde mudanças no estilo de vida, uso de hormônios ou outras medicações até psicoterapia ou realização de procedimentos cirúrgicos.

O médico ginecologista é o especialista que deve ser consultado em caso de amenorreia.

Menstruação atrasada e teste de farmácia positivo...
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Sim, você pode estar grávida, a chance de gravidez é bastante alta, consulte o seu médico para confirmação diagnóstica.

O teste de farmácia de gravidez é um teste confiável, principalmente se feito após 1 semana de atraso menstrual, como é o seu caso. Nessa situação, a eficácia varia de 95 a 99% e a chance de falsos positivos é muito baixa.

O que pode causar resultado falso positivo no teste de gravidez de farmácia?

O teste de farmácia pode dar falso positivo em situações em que a mulher está em tratamento com medicamentos contendo hCG (normalmente usados para tratar infertilidade), ou ainda caso tenha passado por parto ou aborto há menos de 8 semanas.

Outras situações são mais raras, como a presença de doenças que produzem o hormônio da gravidez hCG, como a mola hidatiforme, uma doença na qual forma-se um tumor oriundo de tecido placentário.

O que pode causar resultado falso negativo no teste de gravidez de farmácia?

O falso negativo é um resultado mais frequente no teste de gravidez de farmácia do que resultados falso positivos.

A principal causa de resultados falso negativos se deve a realização do teste antes do atraso menstrual ou com poucos dias de atraso, nessa circunstância o hormônio hCG pode não ter atingido ainda níveis altos o suficiente para ser detectado pelo teste.

Outras causas de falso negativo são aquelas relacionadas a diluição do hormônio hCG na urina, dificultando a sua detecção pelo teste. Isso ocorre quando se bebe líquidos em excesso e assim se dilui o hormônio na urina.

Por isso, recomenda-se fazer o teste com a primeira urina da manhã, quando o hormônio está mais concentrado, fazer o teste com outras amostras de urina pode aumentar a chande de falso negativo.

Converse com o seu médico de família ou ginecologista na suspeita de gravidez.