Tomar refrigerante durante a gravidez faz mal?

Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Depende, tomar refrigerante durante a gravidez não faz propriamente mal para a mãe ou para o bebê, desde que seja consumido moderadamente e a gestante não tenha problemas de saúde como diabetes ou obesidade, que contraindicam o uso excessivo de açucares.

Mães com diabetes devem evitar beber refrigerantes e bebidas demasiadamente adocicadas pelo risco ao bebê e a gravidez.

Os refrigerantes também aumentam o desconforto gástrico das grávidas por causa do gás e contribuem para o aumento de peso e o desenvolvimento de diabetes gestacional, pois são ricos em açúcar.

Refrigerantes à base decola e guaraná devem ser evitados durante a gravidez por causa da cafeína, que se for consumida em excesso pode diminuir o crescimento do feto e parece estar relacionada com partos prematuros e abortos.

Mesmo que o refrigerante seja "zero", ele favorece a retenção de líquidos por ser rico em sódio, aumentando assim o inchaço que já é comum durante a gravidez.

Além disso, os refrigerantes não são saudáveis, não oferecem nutrientes essenciais para a mãe e para o desenvolvimento do bebê.

Saiba mais em: Tomar refrigerante faz mal aos ossos?

Por todas essas razões, o ideal seria evitar tomar refrigerantes durante a gravidez ou, pelo menos, consumi-los com muita moderação.

Para maiores esclarecimentos sobre o que pode ou não comer e beber durante a gestação, fale com o seu médico de família ou obstetra responsável pelo pré-natal.

Leia também:

Que alimentos e bebidas devem ser evitados durante a gravidez?

Cafeína durante a gravidez faz mal?

7 Coisas que uma Grávida Não Deve Fazer