Tomo injeção e começou a sair uma borra marrom... o que é isso, há algum problema?

Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

A princípio não é um problema e nem tem indicação de parar o remédio. Provavelmente é um sangramento de escape ou spotting. Um efeito colateral comum entre as mulheres que fazem uso de anticoncepcionais.

O sangramento de escape é caracterizado pela presença de pequena quantidade de sangue, de coloração amarronzada, semelhante a um "corrimento marrom" que apenas suja a roupa íntima. Não está associado a outros sintomas, e tem uma duração média de 2 a 3 dias.

Resultado da ação dos hormônios contidos no anticoncepcional, pode acontecer desde a primeira dose do anticoncepcional ou alguns meses depois do seu início, seja ele comprimido ou injetável. Porém, dura pouco tempo, apenas para a adaptação do organismo ao medicamento.

Quando pode ser um problema?

Quando esse sangramento passa a ser frequente, de maior volume, ou mais avermelhado, deve ser informado imediatamente ao médico, para a investigação de outras causas.

Além do escape, outras causas possíveis são a gravidez, endometriose, a presença de miomas, pólipos, tumores uterinos, gravidez ectópica e distúrbios de coagulação.

O sangramento típico de gravidez, chamado sangramento de nidação, acontece no meio do ciclo, devido à implantação do óvulo no útero, com outros sinais sugestivos de gravidez, como o atraso menstrual, sonolência e sensibilidade aumentada nas mamas.

No caso de mioma, endometriose e gravidez ectópica, o sangramento é avermelhado, de maior volume, e pode haver cólicas e dores abdominais. Os tumores costumam causar sangramento também mais avermelhado e é comum a falta de apetite, perda de peso e cansaço.

Portanto, no caso de sangramento associado a outros sintomas, entre em contato com o seu médico de família ou ginecologista, antes de fazer a nova injeção de anticoncepcional, para uma avaliação.

Para maiores esclarecimentos, converse o seu médico de família ou ginecologista. Não pare as suas medicações ou altere as dosagens por conta própria, pode ser bastante prejudicial à sua saúde.

Leia também: