Bexiga caída, qual o tratamento?

O tratamento a ser realizado para a correção da bexiga caída depende da sua gravidade, que é classificada em grau I, que é o mais leve, grau II, intermediário e grau III, o mais grave. Ele é definido pelo médico e conforme os sintomas e necessidades da paciente.

Tratamentos para a bexiga caída:

  • exercícios fisioterápicos para fortalecimento dos músculos que sustentam a bexiga (assoalho pélvico),
  • uso de pessário, é uma espécie de anel de silicone com diafragma, que é introduzido na vagina para auxiliar à sustentação da musculatura, geralmente usado em situações temporárias,
  • tratamento cirúrgico de correção da musculatura e estruturas que sustentam a bexiga.

A obesidade, a constipação ou intestino preso constante e a tosse crônica podem piorar os sintomas da bexiga caída. Portanto, a redução do peso, o tratamento da tosse e a adoção de hábitos de vida mais saudáveis pode colaborar no tratamento da bexiga caída, principalmente se forem associados aos exercícios para fortalecimento dos músculos que a sustentam.

Leia também: Quais os sintomas da bexiga baixa?; Quem tem bexiga baixa pode engravidar?

Dependendo da técnica cirúrgica utilizada o tempo de internação pode ser de 1 à 3 dias. O tempo de recuperação após a cirurgia é de até duas semanas, não sendo aconselhado ter relações sexuais por até 40 dias.

O ginecologista é o médico indicado para diagnosticar e orientar o tratamento para a bexiga caída.