Bexiga neurogênica: Quais as causas, sintomas e tratamento?

Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

A bexiga neurogênica é um conjunto de disfunções que afetam o enchimento, o esvaziamento e a capacidade de armazenamento da bexiga. Pode estar presente em algumas doenças neurológicas e outras como diabetes e SIDA, provocando perda da capacidade de controlar a micção.

Indivíduos com bexiga neurogênica não conseguem perceber quando a bexiga está cheia e não são capazes de eliminar a urina voluntariamente. Em bexigas com funcionamento normal, à medida que a urina se acumula no seu interior, as suas paredes relaxam para ir acomodando um volume cada vez maior de urina.

Causas

Em crianças, as principais causas de bexiga neurogênica são as doenças neurológicas congênitas, como mielomeningoceles, paralisia cerebral, entre outras.

Nos adultos, a bexiga neurogênica está relacionada com lesões na medula espinhal (paraplegia, tetraplegia), Parkinson, diabetes, esclerose múltipla, diabetes, derrames (AVC), tumores cerebrais, entre outras doenças e problemas neurológicos.

Sintomas

A bexiga neurogênica pode causar aumento da pressão no interior da bexiga, esvaziamento incompleto da bexiga, incontinência urinária, incapacidade de começar ou interromper uma micção, aumento do intervalo entre as micções, jato de urina fraco, perdas involuntárias de urina e infecções urinárias recorrentes.

Tratamento

O principal exame usado para diagnosticar a bexiga neurogênica é o teste urodinâmico, que permite avaliar a capacidade de armazenamento e a pressão interna da bexiga.

O tratamento para bexiga neurogênica depende da causa e pode compreender medicamentos, fisioterapia, uso de sonda para esvaziar a bexiga ou cirurgia.

O tratamento geralmente é realizado pelo médico urologista.

Saiba mais em:

O que é bexiga hiperativa e quais os sintomas?

Bexiga hiperativa tem cura? Qual o tratamento?