Perguntar
Fechar

Anticoncepcionais Injetáveis

Quanto dias depois de tomar o anticoncepcional injetável posso ter relação?

A mulher pode ter relações sexuais quando ela desejar, desde que de forma protegida. Caso ela queira evitar uma gravidez e estiver iniciando o uso do anticoncepcional injetável, é recomendado usar outro método adicional de apoio, como o preservativo, durante as relações sexuais no primeiro mês após a primeira injeção

O anticoncepcional injetável não previne doenças sexualmente transmissíveis (DST). Por isso, é aconselhável o uso de preservativos durante todas as relações sexuais para prevenir as DSTs. 

Após o primeiro mês de uso do anticoncepcional injetável, a medicação já produz o efeito contraceptivo.

Em geral, quando a mulher vai iniciar o método anticoncepcional injetável, é recomendado ela aplicar a primeira injeção nos primeiros dias da menstruação. Isso é indicado para assegurar que a mulher não está grávida e pode assim começar um método anticoncepcional. 

Quando a mulher já faz uso regular de outro tipo de método anticoncepcional e irá trocar para o injetável, ela pode aplicar a injeção sete dias antes de parar o contraceptivo antigo. 

No início do uso do anticoncepcional injetável (primeira injeção), um método contraceptivo adicional (camisinha) deve ser utilizado, especialmente no primeiro mês e principalmente nos casos em que a injeção foi aplicada após os sete primeiros dias da menstruação. 

Parei de tomar o anticoncepcional injetável e deixei de menstruar normalmente. O que fazer?

O anticoncepcional injetável pode causar irregularidade menstrual e é provavelmente por isso que você deixou de menstruar normalmente.

Outra reação comum dos anticoncepcionais injetáveis trimestrais é a ocorrência de sangramentos irregulares, o que pode explicar as "borras" que você referiu.

Além disso, o anticoncepcional injetável trimestral provoca uma importante atrofia do endométrio (camada interna do útero), que pode causar ausência de menstruação (amenorreia), sendo esse o seu principal efeito colateral.

Os efeitos do anticoncepcional injetável trimestral demoram de 6 a 8 meses para desaparecer depois da última injeção. Em mulheres com excesso de peso esse desaparecimento é ainda mais lento.

Cerca de 50% das mulheres que deixam de usar o anticoncepcional injetável trimestral voltam a menstruar normalmente 6 meses depois da última injeção.

Porém, em cerca de 25% dessas mulheres que interromperam o uso, o restabelecimento do ciclo menstrual normal pode demorar até 1 ano.

Portanto, só o tempo fará a sua menstruação descer novamente, pois o seu corpo precisa de um período para se recuperar e retomar o controle.

Como você parou de usar a injeção de anticoncepcional, é importante fazer uso de algum outro método contraceptivo nesse período, como, por exemplo, o preservativo. Além disso, marcar uma consulta com o/a seu/sua médico/a ginecologista, médico/a de família ou clínico/a geral para reavaliarem o uso de um método mais adequado para você.

Leia também:

Tomei anticoncepcional injetável e continua descendo. É normal?

Dúvidas sobre Anticoncepcional Injetável

Anticoncepcional injetável tem efeitos colaterais?

Quanto tempo dura o efeito anticoncepcional da injeção mensal?

O efeito anticoncepcional da injeção mensal dura 1 mês (30 dias). Sendo assim, para continuar o seu efeito contraceptivo, ela deve ser usada uma vez por mês, de preferência sempre no mesmo dia, como por exemplo, todo dia 20 de cada mês. 

Ao parar o uso da injeção mensal, a mulher retorna imediatamente a ter ciclos ovulatórios e, consequentemente, retorna a capacidade de engravidar. 

A dosagem de hormônios presente na injeção mensal é adequada para 1 mês de uso. Por isso, a mulher deve tomar uma nova injeção a cada mês para garantir o efeito contínuo da medicação. Quando a mulher fica 1 mês sem usar a injeção mensal e sem usar nenhum outro tipo de método anticoncepcional, ela corre o risco de engravidar.

O anticoncepcional mensal de injeção não previne doenças sexualmente transmissíveis que podem ser prevenidas com uso de preservativos durante a atividade sexual. 

Ao parar injeção anticoncepcional menstruação pode atrasar?

Sim, ao parar a injeção anticoncepcional a menstruação pode atrasar.

anticoncepcional injetável pode causar irregularidade menstrual e essa alteração pode se prolongar mesmo após parar o uso da medicação a depender do tipo de injeção que você tomava, mensal ou trimestral.

A Perlutan é uma injeção mensal que em geral apresenta uma readaptação mais ágil e uma volta à regularidade menstrual com maior rapidez.

Os efeitos do anticoncepcional injetável trimestral demoram de 6 a 8 meses para desaparecer depois da última injeção. Em mulheres com excesso de peso esse desaparecimento é ainda mais lento.

Após parar de tomar a injeção ocorrerá uma adaptação hormonal capaz de reordenar os hormônios e recomeçar os novos ciclos menstruais. Essa readaptação pode demorar um pouco de tempo a depender de cada mulher.

Como você parou de usar a injeção de anticoncepcional, é importante fazer uso de algum outro método contraceptivo nesse período, como, por exemplo, o preservativo. 

Além disso, marcar uma consulta com o/a seu/sua médico/a ginecologista, médico/a de família ou clínico/a geral para reavaliarem o uso de um método mais adequado para você.

Pomada vaginal corta o efeito de anticoncepcional injetável?

Não, as pomadas vaginais que têm na sua composição anti-inflamatórios, antibióticos ou antifúngicos, e que habitualmente são utilizadas para tratamento de vulvovaginites, tem ação local, tópica, não interferindo com o efeito do anticoncepcional injetável.

O ginecologista ou o obstetra são os especialistas indicados para orientar as dúvidas sobre o uso de anticoncepcionais  ao mesmo tempo em que são utilizados outros medicamentos. 

Tomei anticoncepcional injetável e continua descendo. É normal?

O anticoncepcional injetável pode ser a causa desse sangramento contínuo. Dentre os efeitos colaterais mais comuns dos anticoncepcionais injetáveis estão os sangramentos e a irregularidade menstrual.

As irregularidades podem surgir em forma de manchas ou sangramentos abundantes.

Cerca de 25% das mulheres que utilizam anticoncepcional injetável trimestral têm sangramentos irregulares, que ocorrem principalmente no 1º ano de uso, sobretudo nos primeiros 6 meses.

Esses sangramentos podem ser tratados com administração de estrogênio ou anti-inflamatórios não hormonais.

Outras reações adversas comuns da injeção anticoncepcional incluem:

  • Dor nas mamas;
  • Dor de cabeça;
  • Tonturas;
  • Aumento de peso.

Veja aqui outros efeitos colaterais do anticoncepcional injetável.

Apesar do anticoncepcional injetável trimestral não afetar a produção e a qualidade do leite materno, sendo indicado para mulheres que estão amamentando, a irregularidade menstrual pode determinar a interrupção do seu uso.

Por isso, você deve falar com a sua médica ginecologista, pois pode ser necessário trocar de anticoncepcional.

Também pode lhe interessar: Parei de tomar o anticoncepcional injetável e deixei de menstruar normalmente. O que fazer?

Com injeção anticoncepcional a menstruação pode vir e ir?

O anticoncepcional injetável pode causar irregularidade menstrual e é provavelmente por isso que sua menstruação vem por pouco tempo e vai embora.

Os anticoncepcionais injetáveis, principalmente os trimestrais (toma 1 injeção a cada 3 meses), causam sangramentos irregulares com mais frequência e isso muda o padrão da sua menstruação comparado com o período anterior em que usava a injeção.

Além disso, o anticoncepcional injetável trimestral provoca uma importante atrofia do endométrio (camada interna do útero), que pode causar ausência de menstruação (amenorreia), sendo esse o seu principal efeito colateral.

Todos essas alterações no padrão da menstruação são normais e esperados da injeção anticoncepcional. Mesmo com essas alterações o efeito anticoncepcional continua ativo e, por isso, você deve continuar o uso correto da medicação como indicado e no dia marcado.

Caso você queira, pode passar por uma consulta com o/a seu/sua médico/a ginecologista, médico/a de família ou clínico/a geral para uma avaliação de outras possíveis causas dessa alteração menstrual.

Leia também:

Dúvidas sobre anticoncepcional injetável

Tomei anticoncepcional injetável e continua descendo?

Quem toma anticoncepcional injetável pode tomar pílula do dia seguinte?

Sim. A mulher que toma anticoncepcional injetável pode tomar a pílula do dia seguinte.

Quando o anticoncepcional é aplicado corretamente, no momento certo (a cada mês ou a cada três meses a depender da medicação) e sem esquecimento, não há necessidade da mulher tomar a pílula do dia seguinte mesmo tendo feito sexo vaginal desprotegido.

O anticoncepcional usado rotineiramente apresenta uma boa segurança para evitar gravidez indesejada.

Vale lembrar que a pílula do dia seguinte contém uma quantidade alta de hormônio capaz de desequilibrar o ciclo menstrual da mulher e não deve ser tomada constantemente.

A mulher que já usa o anticoncepcional injetável só precisa tomar a pílula do dia seguinte na situação:

  • atraso maior de 2 semanas na aplicação da injeção de Medroxiprogesterona (ex: Depo-Provera® ).

Fora dessas situações, não há necessidade de usar os dois métodos em conjunto.

Links úteis:

Pílula do dia seguinte corta efeito do anticoncepcional?