Perguntar
Fechar
8 principais causas da coceira no bico da mama
Dra. Janessa Oliveira
Dra. Janessa Oliveira
Farmacêutica-Bioquímica

Os mamilos podem coçar devido a diferentes causas. Algumas delas são:

  • Irritações ou alergias
  • Ressecamento
  • Amamentação
  • Aumento dos seios
  • Outras doenças, como a doença de Paget, de Bowen e câncer

A coceira nos mamilos pode acometer mulheres e homens. Os homens também podem ter câncer de mama.

Saiba qual pode ser a causa da coceira no bico da mama conforme a presença de outros sinais.

1. Irritações, dermatites e alergias

As lesões causadas por esses fatores podem aparecer de repente ou estarem presentes já há algum tempo quando você começa a sentir a coceira. Quando aparecem de repente, bolinhas com líquido, crostas e feridas podem estar presentes nos mamilos. Quando são persistentes, os mamilos geralmente são secos e avermelhados, podendo ter placas ou descamações.

A coceira é o principal sintoma no caso de alergias. Ela pode ser causada:

  • Por resíduos de produtos usados na lavagem de roupas, especialmente dos sutiãs;
  • Por produtos aplicados na região;
  • Pelo tecido da roupa ou do sutiã;
  • Pelo suor.

Você ainda pode notar vermelhidão na região ao redor do mamilo. Tente identificar se há algo que possa estar causando a alergia.

Para evitar as alergias:

  • Enxágue melhor sua roupa durante a lavagem para evitar os resíduos de sabão e amaciante;
  • Prefira os sutiãs feitos com tecidos naturais e macios — lave-os com frequência;
  • Suspenda de cosméticos e medicamentos quando suspeitar serem os responsáveis pela coceira.
2. Ressecamento

O mamilo pode estar ressecado devido a banhos muito quentes, por exemplo. Além da coceira, você pode observar que a pele está esbranquiçada ao redor da região. Nesse caso, você pode aplicar um creme ou o gel extraído de dentro da folha da babosa (Aloe vera).

3. Aumento dos seios

O aumento dos seios é outra causa para a coceira nos mamilos. Isso pode acontecer quando a pessoa engorda, coloca uma prótese ou durante a gravidez.

O aumento dos seios é um dos primeiros sinais de gravidez. Se você tiver um atraso menstrual, seus mamilos coçarem, tiver mais vontade de urinar, mais sono ou enjoos, você pode estar grávida.

4. Amamentação

Sentir dor e coceira nos mamilos quando amamenta é comum nos quatro dias após o parto. Quando elas persistem após esse período, há duas possibilidades:

  • Elas podem surgir na mama quando o peito está cheio de leite, o que é mais comum;
  • Quando o bebê não pega direito os mamilos para mamar e os machuca, eles podem doer, arder, sangrar e coçar.

Se você amamenta e está com os mamilos feridos, procure um serviço de saúde. Lá, vão examinar as suas mamas para ver se há algum problema, como a mastite ou abscessos. Se estiver tudo bem, os profissionais de saúde podem ensinar como fazer para que seu bebê mame da forma certa.

O gel da folha da babosa é hidratante e cicatrizante. Ele pode ser aplicado nos mamilos feridos das mulheres que amamentam. Nesse caso, o mamilo deverá ser limpo com uma compressa com água antes das mamadas. Tenha cuidado, apenas, para evitar o uso do leite da folha.

5. Lesões benignas do mamilo

As lesões benignas da mama são muito mais frequentes do que as malignas. Entre elas, há alguns tumores raros dos mamilos:

  • Neurofibromas
  • Verrugas
  • Leiomiomas
  • Milium
  • Papilomatoses
  • Fibromas
  • Hemangiomas
  • Lipomas

Os sintomas que podem aparecer no mamilo se você tem um deles são parecidos aos da doença de Paget:

  • Coceira
  • Sangramento
  • Dor
  • Inchaço
  • Enrijecimento

Se tem esses sintomas, procure um médico de família ou clínico geral.

6. Doença de Paget

A doença de Paget começa no mamilo e depois se espalha para a aréola. Além de coceira, o mamilo pode:

  • Doer ou arder
  • Ter lesões escamosas
  • Ter pequenas bolhas ou feridas

Algumas vezes, pode sair sangue do mamilo e ele pode estar retraído.

A doença de Paget é um tipo raro de câncer de mama que pode ser identificado pela presença dos sintomas listados. Se você tem esses sintomas, precisa ser acompanhado por um médico de família ou clínico geral.

7. Doença de Bowen

O mamilo pode estar inchado, descamar e sangrar, sem alteração da aréola. Pessoas com a imunidade baixa, que têm HPV ou são idosas têm um risco maior de ter a doença.

É um tipo de câncer de pele que acomete raramente a região dos mamilos, por ser mais comum em áreas do corpo expostas ao sol. É importante identificar a doença rapidamente porque ela pode atingir o tecido da mama e causar câncer de mama.

Se suspeitar que pode ter a doença de Bowen, procure um médico de família ou clínico geral.

8. Câncer de mama

O câncer de mama também pode causar coceira e alterações do mamilo. Além delas, a mama pode ter assimetrias, dor e nódulos.

O tratamento para o câncer de mama também pode causar coceira do mamilo.

Você também pode querer ler:

Dor nos bicos dos seios. O que pode ser?

Dor e coceira nos seios, o que pode ser?

Tenho bolinhas nos mamilos. O que pode ser e o que fazer?

Referências:

UpToDate. Common problems of breastfeeding and weaning

Drugs and Lactation Database (LactMed) [Internet]. Bethesda (MD): National Library of Medicine (US); 2006-. Aloe. [Updated 2021 Sep 20]

Spyropoulou GA, Pavlidis L, Trakatelli M, Athanasiou E, Pazarli E, Sotiriadis D, Demiri E. Rare benign tumours of the nipple. J Eur Acad Dermatol Venereol. 2015; 29(1): 7-13.

Kitahara M, Hozumi Y, Watanabe A,Iijima T. Bowen's Disease of the Nipple. Case Rep Oncol. 2018; 11(3): 609–614.

UpToDate. Paget disease of the breast (PDB)

Não tenho mamilos. O que posso fazer?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Algumas mulheres podem apresentar mamilos planos ou mamilos invertidos. Nesses casos, o mamilo não é exteriorizado e a mulher percebe como uma ausência de mamilo.

Tanto o mamilo plano quanto o mamilo invertido podem ocorrer em uma das mamas ou em ambas.

As causas dos mamilos invertidos devem ser investigadas.

Por razões estéticas, algumas mulheres optam pela realização da cirurgia de correção mamilar, apesar de não haver uma indicação clínica para tal procedimento.

Caso você tenha mamilos planos ou invertidos, você pode consultar o/a ginecologista, clínico/a geral ou médico/a de família.

Leia mais em:

O que são mamilos invertidos?

Quem tem silicone pode fazer mamografia?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Mulher com silicone ou outro tipo de reconstrução das mamas pode fazer mamografia normalmente.

A mulher que possui silicone pode fazer mamografia seguindo as recomendações e idades indicadas para as mulheres sem silicone.

A prótese de silicone não impede o procedimento. A única diferença é que, nessas situações, a mulher fará a mamografia em quatro incidências e não em duas como habitualmente. Essas duas incidências adicionais servem para avaliar o posicionamento da prótese e os tecidos mamários que podem ficar escondidos pelo silicone nas incidências habituais.

A mamografia é recomendada às mulheres entre os 50 e 69 anos. Em casos de presença de história de câncer de mama na família, essa idade pode ser reduzida.

A mamografia é fornecida gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Se você se encontra nessa faixa etária, procure uma unidade de saúde para uma avaliação e para solicitar o exame.

Dor no bico da mama esquerda, o que pode ser? Quando me preocupar?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Dor no bico da mama está geralmente relacionada com a variação dos hormônios femininos, natural do ciclo menstrual, que acompanha cerca de 70% das mulheres.

Entretanto, existem outras causas para essa dor, que devem ser investigadas, especialmente quando afeta apenas uma das mamas.

Na presença de dor em apenas em dos mamilos, associado a coceira, febre, vermelhidão, massa palpável, alterações na pele, ou saída de secreção sanguinolenta, procure imediatamente um médico para avaliação.

Quais as causas de dor no bico da mama esquerda1. Variação hormonal

As variações hormonais são a causa mais frequente desse sintomas, e embora seja mais comum ocorrer nas duas mamas ao mesmo tempo, pode acontecer em apenas uma das mamas. O aumento das taxas de estrogênio, progesterona e prolactina, no preparo do corpo da mulher para uma possível gravidez, estimula o crescimento dos ductos e tecido mamário, causando a dor e incômodo nas mamas.

Neste caso, a dor está relacionada ao ciclo menstrual, ocorre mensalmente sempre no mesmo período e resolve-se espontaneamente. Se a dor permanecer ou quando for tão intensa a ponto de interferir nas atividades diárias de vida da mulher, pode ser tratada com anti-inflamatórios não hormonais ou inibidores de estrogênio, como o Tamoxifeno.

2. Mama esquerda mais volumosa

As mamas volumosas também podem causar dor na mama ou localizada no bico da mama, devido ao peso e pressão que exerce entre essa região e o tecido das roupas em uso. Como o tamanho das mamas nem sempre é idêntico, pode haver sintoma mais expressivo em apenas uma das mamas.

Geralmente, a dor neste caso é vem associada a dores nas costas, ombros e dores de cabeça, devido a postura curvada, anormal, que a mulher adota sem perceber, devido ao peso das mamas.

O uso de sutiã adequado ao seu tipo de mama e roupas que sustentem bem o seu volume, ajudam no alívio da dor. No entanto, algumas vezes não é suficiente e para evitar complicações de coluna e dor crônica, pode ser indicado cirurgia para redução da mama.

3. Alergia no bico da mama esquerda

Os produtos de higiene e cuidados com a pele, podem conter substâncias irritativas para alguns tipos de pele, desenvolvendo uma reação alérgica. A alergia se apresenta com pequenas bolinhas avermelhadas, coceira e ardência no bico da mama. Pode ocorrer em um ou nos dois lados.

O tratamento neste caso deve ser com uso de creme a base de corticoide e antialérgicos, além de suspender o uso do produto que causou a irritação.

4. Mastite no bico da mama esquerda

A mastite, inflamação na mama, é mais frequente durante a amamentação, especialmente quando acontece uma ferida no bico do seio ou obstrução nos ductos mamários por acúmulo de leite.

Os sintomas são de dor em apenas uma das mamas, associada a vermelhidão, calor local e febre alta. O tratamento é realizado com o início rápido de compressas mornas e antibiótico oral. Na suspeita de mastite, procure o seu ginecologista.

5. Nódulos ou cistos na mama esquerda

A presença de um nódulo ou cisto na mama nem sempre indica um problema grave. O fibroadenoma, por exemplo, é a presença de nódulos benignos na mama e tem uma alta prevalência na população feminina.

Neste caso, a mulher sente dor na mama ou bico da mama, além de nódulo palpável e por vezes, doloroso. O tratamento pode ser de retirada do cisto ou acompanhamento.

6. Tumor na mama esquerda

O tumor de mama não costuma se apresentar com dor, inicialmente, mas quando acontece acomete também apenas uma das mamas e a dor é bem localizada em um ponto.

As características típicas de um tumor de mama são: modificações na pele, alteração na coloração, retração de mamilo, pele áspera, como "casca de laranja" e saída de secreção sanguinolenta pelo mamilo.

7. Doença de Paget da mama esquerda

A doença de Paget da mama é um tipo raro de câncer de mama, que tem como características, dor forte, coceira, vermelhidão no bico do seio, de uma das mamas e saída de secreção pelo mamilo. Outros sintomas inerentes a esta doença são, feridas no bico do seio, de difícil cicatrização, pele espessa e áspera, ardência, pequenas bolinhas.

Os sintomas são facilmente confundidos com uma alergia nos primeiros dias. Por isso, se os sintomas não melhoram após uso de pomadas ou pioram, procure imediatamente um ginecologista ou mastologista para avaliação e início de tratamento.

Quando devo me preocupar?

Se, junto com a dor, você sentir um ou mais dos sintomas abaixo, é preciso procurar um atendimento médico o mais rápido possível, para uma avaliação mais detalhada.

  • Febre alta (acima de 38 graus)
  • Vermelhidão em apenas um dos bicos do seio
  • Palpar um nódulo ou massa
  • Coceira e feridas de difícil cicatrização no bico do seio
  • Modificações na pele (pele áspera, presença de manchas, rachaduras ou retração)
  • Secreção pelo mamilo (clara ou sanguinolenta)

Para avaliação e maiores esclarecimentos, converse com um ginecologista ou mastologista, os médicos especialistas neste assunto.

Saiba mais sobre os sintomas de câncer de mama no artigo: Quais os sintomas do câncer de mama?

Referências:

  • FEBRASGO - Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia.
  • Mehra Golshan, et al.; Breast pain. May. UpToDate. Jun 26, 2020.
  • Azin Niazi, et al.; Effective Medicinal Plants in the Treatment of the Cyclic Mastalgia (Breast Pain): A Review. J Pharmacopuncture. 2019 Sep;22(3):131-139.