Perguntar
Fechar

Mamas

O que é um fibroadenoma mamário e quais os sintomas?

Fibroadenoma mamário é um tumor benigno que surge na mama e ocorre sobretudo em mulheres negras com menos de 30 anos. Seu principal sintoma é a presença de um ou mais caroços na mama que podem ser notados mais facilmente durante a menstruação.

O nódulo se move durante a palpação, não causa dor, mede de 2 a 3 cm, é firme e as suas bordas são bem definidas. Contudo, uma vez que o fibroadenoma reage às alterações hormonais da mulher, ele pode aumentar de tamanho e ficar dolorido com a aproximação da menstruação.

Na mamografia, o fibroadenoma aparece como uma massa redonda, oval ou lobulada, com margens bem definidas. Eles podem ser únicos ou múltiplos e desenvolvem calcificações bastante características nas mulheres mais idosas.

Leia também: Calcificação na mama é perigoso? O que pode ser?

Na ultrassonografia, o fibroadenoma é ovalado, com a largura maior do que a altura – o que é comumente referido como orientação paralela à pele – margens circunscritas e ecos fracos em seu interior – ou hipoecoico. Ele se diferencia do câncer de mama ao ultrassom por essas características. Além disso, o carcinoma tem margens mal-definidas, formato irregular e ecos heterogêneos em seu interior.

Veja também: Fibroadenoma mamário pode virar câncer?O que é um nódulo hipoecóico e hipoecogênico?

O diagnóstico do fibradenoma mamário é feito pela biópsia do nódulo e pelo exame anatomopatológico. A biópsia pode ser feita de diversas formas. No entanto, o método cirúrgico tem a vantagem de poder remover completamente o tumor, atuando já como uma forma definitiva de tratamento do fibroadenoma.

Saiba mais em: Qual o tratamento para fibroadenoma mamário?

Se você palpar um caroço na mama durante o autoexame com as características listadas acima, consulte um mastologista, que irá orientá-la sobre como confirmar o diagnóstico e como será feito o tratamento.

Caroço no seio que se movimenta e não dói o que pode ser?

A presença de caroço no seio é uma situação comum nas mulheres. Os cistos e fibroadenomas são as lesões mais comuns dentro das lesões benignas. E as lesões benignas são as mais comuns comparadas com as malignas.

Normalmente, as lesões malignas possuem as características de serem um caroço duro, que não se move, com bordas irregulares e único. Porém, cada pessoa pode haver uma manifestação diferente e não há um único padrão para identificar as lesões malignas.

Após identificar um caroço no seio, é importante procurar um/a médico/a ginecologista, médico/a de família ou clínico/a geral para um exame detalhado das mamas. Após o exame físico, o/a médico/a pode solicitar algum exame complementar como a mamografia, ultrassonografia ou biópsia do caroço para caracterizar adequadamente o nódulo e saber a natureza dele enquanto benigno ou maligno.

Procure um serviço de saúde para marcar uma consulta.

Leia também: O que é um nódulo isodenso?

Tenho seios pequenos, queria saber se eles crescem mais?

Provavelmente sim, mas o ideal é ser examinada por um médico, o tamanho dos seios está relacionado com a genética (que no seu caso parece favorável) e com outros fatores como alimentação e hormônios.

O que é mama densa?

Mama densa é uma mama que possui uma grande quantidade de tecido glandular, que é o tecido responsável pela produção de leite. As mamas densas são mais comuns em mulheres jovens, com menos de 40 anos de idade. 

Mamas mais densas são difíceis de serem avaliadas através da mamografia. Isso acontece porque na mamografia a gordura aparece escura, enquanto que o tecido denso é branco. Os tumores e outras alterações, quando estão presentes, também aparecem em branco e podem assim passar despercebidos pelo médico. Quanto mais gordura tem o seio, mais escura é a imagem e mais fácil é visualizar possíveis alterações.

Nesses casos, quando necessário, o médico poderá solicitar outros exames complementares como a ultrassonografia mamária, ou mesmo a ressonância magnética das mamas.

Leia também:

Mama densa é câncer?

Mama densa tem cura? Qual o tratamento?

Minha irmã de 8 anos tem um caroço no peito esquerdo...

Pode ser o "botão mamário" que significa que os seios dela vão começar a se desenvolver, como pode ser um nódulo na mama, ela deve ir ao médico.

Peito com caroço durante a amamentação: o que pode ser?

Nódulos ou caroços na mama podem ser benignos ou malignos. Particularmente durante a amamentação, eles podem ser resultado de cistos lácteos (bolsas cheias de leite) e infecções (mastite), que são condições benignas, mas que requerem avaliação do ginecologista e tratamento em determinadas ocasiões.

Outras causas de nódulos na mama são: alterações fibrocísticas benignas, fibroadenomas, cistos e câncer de mama. Apenas após a avaliação do médico ginecologista e, se necessário, a realização de mamografia e ultrassonografia mamárias, poderá ser diagnosticada a causa do nódulo, e instituído o adequado tratamento.

Dor nos seios pode estar relacionado com a menopausa?

Sim. Dor nos seios e aumento da sensibilidade nas mamas são sintomas comuns no período de transição para a menopausa. Esses sintomas normalmente reduzem com o passar do tempo e com a entrada definitiva da mulher na menopausa.

A explicação é devido à flutuação da concentração do hormônio estrogênio na circulação sanguínea que ocorre nesse período de transição.

A sensibilidade mamária aumentada pode estar presente em algumas fases do ciclo menstrual (principalmente antes da menstruação) e ser caracterizada normal e transitória.

Porém, dor nos seios pode ser devido a outros problemas de saúde como cistos, nódulos, inflamação mamária (mastite), tabagismo, uso de anticoncepcionais ou terapia de reposição hormonal, etc.

A mulher que sente dores nos seios frequentes deve procurar um serviço de saúde para avaliação com clínico/a geral, médico/a de família e/ou ginecologista.   

Perto de menstruar aparece caroço no meu seio...

Você tem um nódulo no seio e precisa procurar um médico para ser examinada e se necessário ele solicitará exames, pela sua descrição ele parece benigno, mas só a avaliação médica poderá definir o tipo de nódulo.