Perguntar
Fechar

Eritrócitos baixos no hemograma, o que pode ser?

Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Eritrócitos baixos no hemograma é um sinal de anemia ou perda de sangue. Quando os valores estão abaixo do normal, significa que os eritrócitos, também conhecidos como glóbulos vermelhos ou hemácias, não estão sendo produzidos em quantidade suficiente ou estão sendo destruídos rapidamente. Níveis baixos de eritrócitos também podem ser observados após perdas de sangue.

Dentre as doenças que afetam a produção de eritrócitos estão as anemias causadas por deficiência de ferro ou vitaminas, anemia aplástica, cirrose, leucemia, linfomas, insuficiência renal e hipotiroidismo.

Há ainda doenças que aumentam a velocidade de destruição dos eritrócitos, como anemia falciforme, talassemia, aumento do tamanho do baço (esplenomegalia), porfiria e vasculites.

O resultado do hemograma também pode apresentar valores de eritrócitos baixos em casos de perda de sangue. Além das hemorragias causadas por traumas, acidentes, cirurgias ou outras circunstâncias, existem também distúrbios que fazem a pessoa perder sangue, como os distúrbios da coagulação, sangramentos no aparelho digestivo e alterações no fluxo menstrual.

Pessoas que fazem uso de medicamentos para tratar HIV/AIDS ou câncer também podem ter uma quantidade mais baixa de hemácias na circulação.

Os eritrócitos são as células que transportam o oxigênio dos pulmões para o resto do corpo. A sua coloração vermelha é devida à hemoglobina, uma proteína presente no interior da célula que se liga ao gás para que este possa ser levado para os tecidos do corpo através da circulação sanguínea.

Para homens, os valores de referência de eritrócitos variam entre 4.500.000 e 6.000.000 mm3, enquanto para mulheres ficam entre 4.000.000 e 5.500.000 mm3.

Veja também: Para que serve o eritrograma e quais os valores de referência?

Uma vez que a função dos eritrócitos é transportar oxigênio para os tecidos do corpo, a sua redução na circulação causa fraqueza, falta de ar e cansaço para realizar tarefas simples.

A diminuição do número de eritrócitos deve ser investigada pelo/a médico/a que solicitou o hemograma, que irá interpretar os resultados do eritrograma e de todo o exame juntamente com a história e o exame clínico do/a paciente. O/a médico/a hematologista é especialista indicado/a para identificar as causas e tratar as anemias.

Saiba mais em:

O que significa eritrócitos altos no hemograma?

Minha hemoglobina está baixa: o que fazer?

Hemácias normocíticas e normocrômicas é anemia?