Perguntar
Fechar

O que significa eritrócitos altos no hemograma?

Níveis de eritrócitos altos geralmente não representam muita relevância clínica, ou seja, em poucos casos é sinal de alguma doença. Por outro lado, uma diminuição do número de glóbulos vermelhos é sinal de anemia.

O aumento do número de glóbulos vermelhos do sangue é chamado de eritrocitose ou poliglobulia. Suas principais causas são o tabagismo, a hipoxemia arterial crônica e os tumores.

Há ainda outras condições menos comuns que podem deixar os eritrócitos altos, como em casos de queimadura, diarreia ou uso de medicamentos diuréticos.

Na eritrocitose secundária, apenas os eritrócitos estão aumentados. Já na policitemia vera, os glóbulos brancos também podem estar aumentados, assim como as plaquetas.

Veja também: O que é a leucocitose e quais são as causas?

Os eritrócitos, também conhecidos como hemácias ou glóbulos vermelhos, são responsáveis pelo transporte de oxigênio dos pulmões para os tecidos do corpo. A sua coloração vermelha é devida a uma proteína presente no interior dessas células chamada hemoglobina, que se liga ao oxigênio e permite que as hemácias cumpram a sua função.

Os valores de referência de eritrócitos para homens ficam entre 4.500.000 e 6.000.000 mm3, enquanto para mulheres os valores devem ficar entre 4.000.000 e 5.500.000 mm3.

Lembrando que a interpretação dos resultados do eritrograma e de todo o hemograma é da responsabilidade do médico que solicitou o exame, que levará em consideração os sintomas, a história e os sinais clínicos do paciente.

Saiba mais em:

Quais são os valores de referência de um hemograma?

Para que serve o eritrograma e quais os valores de referência?